quarta-feira, 24 de abril de 2019

Moro reage a Sócrates: "Não debato com criminosos"

Foto: Adriano Machado/Reuters
Depois de Sócrates ter dito que Sérgio Moro [foto] agiu como "um ativista político disfarçado de juiz", o ministro da Justiça brasileiro reagiu numa curta frase: "Em relação à pessoa particular, não debato com criminosos pela televisão, por isso não vou fazer qualquer comentário".

Moro respondeu assim no programa "Fala Portugal", transmitido pela Record TV Europa, na terça-feira.

Recorde-se que, na segunda-feira, o antigo primeiro-ministro José Sócrates declarou que "que o Brasil está a viver é uma desonesta instrumentalização do seu sistema judicial ao serviço de um determinado e concreto interesse político".

Note-se que Sérgio Moro, atual ministro e ex-juiz responsável pela Operação Lava Jato, disse ter identificado uma "dificuldade institucional" em Portugal para fazer avançar o processo contra Sócrates, tal como acontece no Brasil.

Numa reação à intervenção proferida por Sérgio Moro, o antigo primeiro-ministro português referiu que o atual ministro brasileiro, enquanto juiz, validou "ilegalmente uma escuta telefônica" entre a então presidente da República, Dilma Rousseff, e o seu antecessor na chefia do Estado brasileiro, Lula da Silva.
Jornal de Notícias, 24-4-2019

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-