terça-feira, 23 de abril de 2019

“Amar é mudar as coisas”

Aparecido Raimundo de Souza

HOJE, 23 DE ABRIL, ALÉM DA MINHA CRÔNICA de todas as terças-feiras, igualmente “RASGAREI O VERBO” em publicação especial, para convidar a todos os meus leitores e amigos (e, em especial, à grande família da REVISTA “CÃO QUE FUMA”) para prestigiarem a cantora DAÍRA, e o nosso “PROJETO DAÍRA CANTA BELCHIOR”.


DAÍRA, carioca de Niterói, fará duas apresentações distintas no Rio de Janeiro. A primeira no próximo dia 27 de abril, sábado, com repeteco do evento num segundo momento em 1 de maio, quarta-feira (feriado), com muitos convidados especiais.

O evento acontecerá na CAZOTA DA LAPA, na Avenida Gomes Freire nº 791, Centro do Rio de Janeiro. Maiores informações poderão ser obtidas pelo telefone (21) 2509-0996. 

Daíra interpretará grandes sucessos de Belchior, entre eles, “Como nossos pais”, “Divina comédia humana”, “Velha roupa colorida”, “A Palo seco”, entre outros sucessos do cearense de Sobral, onde nasceu aos 26 de outubro de 1946. 

Belchior, ou Antonio Carlos Belchior, veio a óbito em 30 de abril de 2017, na gauchesca e pitoresca cidade de Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul.

Como sempre, Daíra fechará ambos os shows cantando a música (carro chefe) que a projetou a nível nacional. “PRINCESA DO MEU LUGAR”.

Senhoras e senhores SEJAM BEM-VINDOS.  Nos veremos por lá.   
tulo, Imagem e Texto: Aparecido Raimundo de Souza, de Sertãozinho – Interior de São Paulo. 23-4-2019



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-