segunda-feira, 29 de abril de 2019

[Livros & Leituras] Jordan B. Peterson: “12 regras para a vida”. Sim, é muito bom!

Demorei a lê-lo, não por culpa do livro, mas por causa dos meus deveres e tarefas, e também e muito, por falta de disciplina. Preciso dividir o meu dia – ou as horas livres – em partes justas e simétricas para: revista, leitura, casa, etc...

“Jordan Peterson é o mais importante e influente pensador canadense desde Marshall McLuhan. Sua fama e impacto internacional continuam a crescer exponencialmente. A síntese ousada e interdisciplinar de Peterson combinando psicologia, antropologia, ciência, política e religião comparada cria um modelo acadêmico genuinamente humanístico do futuro.”
Camille Paglia 

“O sucesso 12 Regras para a Vida, de Jordan Peterson, acerta em cheio — discute desde a identificação da hierarquia profundamente arraigada, que motiva nossa tomada de decisão, até os questionamentos indispensáveis e, às vezes, politicamente impopulares sobre a vida, além de indicar formas de melhorá-la. Se isso por si só não for suficiente, suas primeiras 20 páginas oferecem um sumário da psicologia evolutiva de tirar o fôlego.”
Howard Bloom, autor de The Lucifer principle

“Assertivo, mas gentil… Peterson fala do jeito que eu gostaria que meu pai tivesse feito… Ele é o homem certo na hora certa, alguém capaz de mostrar a um jovem que limpar o quarto tem um significado cósmico e que impor um pouco de ordem é bom para a alma, o que por sua vez, é bom para o mundo.”
National Review 


A proeminente “Figura Paterna” do YouTube é a voz da razão que uma geração inteira ansiava ouvir.

Em 2017, Dr. Jordan B. Peterson se tornou um dos pensadores mais populares do mundo, depois de décadas de ajuda a seus clientes como psicólogo clínico e inspiração para seus alunos como aclamado professor em Harvard e na Universidade de Toronto. Suas palestras no YouTube, que descrevem as profundas conexões entre neurociência, psicologia e as mais antigas histórias da humanidade, atraíram milhões de espectadores do mundo todo com suas mensagens fortes, mas perspicazes, sobre responsabilidade pessoal e o sentido que ela atribui à vida. Em uma época de mudanças sem precedentes, em que as estruturas familiares desmoronam, a educação se degenera em doutrinação e a sociedade política está perigosamente polarizada, 12 Regras para a Vida oferece um antídoto: a verdade — uma verdade muito antiga, aplicada a problemas muito atuais.

Em seu livro divertido, surpreendente e informativo, dr. Peterson conta-nos o que podemos aprender com o sistema nervoso da humilde lagosta sobre manter as costas eretas (e os ombros para trás) e percorrer com confiança os caminhos da vida; por que você não deve permitir que seus filhos façam algo que o faça não gostar deles e por que os antigos egípcios reverenciavam tanto a capacidade de prestar atenção a ponto de venerá-la na forma de um deus. Peterson fala de disciplina, coragem e da necessidade de um pensamento claro e verdadeiro, destilando as descobertas da ciência e as lições dos grandes mitos do mundo em 12 diretrizes profundas para viver da forma correta enquanto permanecemos imersos na ordem e no caos de nossas vidas.

Jordan B. Peterson ensinou mitologia para advogados, médicos e executivos, foi consultor do secretário-geral da ONU, ajudou seus pacientes clínicos a lidarem com depressão, transtorno obsessivo-compulsivo, ansiedade e esquizofrenia, atuou como consultor de sócios majoritários de grandes escritórios de advocacia e palestrou por toda a América do Noite e Europa. Juntamente com seus alunos e colaboradores em Harvard e na Universidade de Toronto, dr. Peterson publicou mais de uma centena de artigos científicos, transformando a compreensão moderna da personalidade. Seu primeiro livro, hoje um clássico, Maps of Meaning: The Architecture of Belief, revolucionou a psicologia da religião.


12 REGRAS PARA A VIDA
Um antídoto para o caos
Jordan B. Peterson

Prefácio de Norman Doidge
Ilustrações de Ethan Van Scriver

SUMÁRIO

Prefácio
Introdução

REGRA 1: Costas eretas, ombros para trás
REGRA 2: Cuide de si mesmo como cuidaria de alguém sob sua responsabilidade
REGRA 3: Seja amigo de pessoas que queiram o melhor para você 

REGRA 4: Compare a si mesmo com quem você foi ontem, não com quem outra pessoa é hoje
REGRA 5: Não deixe que seus filhos façam algo que faça você deixar de gostar deles
REGRA 6: Deixe sua casa em perfeita ordem antes de criticar o mundo 

REGRA 7: Busque o que é significativo, não o que é conveniente
REGRA 8: Diga a verdade.Ou, pelo menos, não minta
REGRA 9: Presuma que a pessoa com quem está conversando possa saber algo que você não sabe 

REGRA 10: Seja preciso no que diz
REGRA 11: Não incomode as crianças quando estão andando de skate
REGRA 12: Acaricie um gato ao encontrar um na rua 

ENCERRAMENTO

AGRADECIMENTOS

O livro é fascinante. Foram tantas as anotações que fiz no livro! Penso em digitá-las e dividi-las com você, generoso leitor!

Mais do que recomendado!

Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-