sábado, 25 de janeiro de 2014

[Rolezinho dos Aposentados] "Fomos visíveis e levamos a nossa bandeira"

Chego há pouco em casa. E te digo que a reunião foi um sucesso e cumpriu seu duplo objetivo: mostrar que nós, do Aerus, continuamos na luta pelo retorno de nossas aposentadorias e mostrar que há uma causa grande que é a de congregar todos os aposentados na busca de retornos monetários dignos ao muito que fizeram pelos trabalhadores de todo o país.

O ponto alto, a meu ver, foi o movimento da mídia sobre este novo propósito de nossa luta. Fomos entrevistados e esclarecemos a nossa luta.

Não éramos muitos. Cheguei lá na cidade, com Dayse, perto de 13h30 e já às 14h00 contabilizei 45 pessoas. Quando deixamos o Ministério da Fazenda e fomos para a Cinelândia, Dayse contabilizou algo como 60 ou mais pessoas.


Fomos visíveis e levamos a nossa bandeira. Éramos um grupo de várias tendências e origens mas com um mesmo objetivo. Eu gostei.

Fizemos fotos, a presença do Paulo Resende foi uma alegria inesperada. A Dayse vai mandar fotos ainda esta noite, e breve as do Paulo estarão também na Web.


Por fim, te cumprimento e dou os parabéns pela ideia deste movimento assim como foi.
Algo diferente neste marasmo que está o Rio num calor senegalês.

Um dia que poderia ser um grande dia, shows, sorteios, distribuição de prêmios, comidas, bebidas... etc. Dia em que os aposentados agradeceriam ao governo pelo reajuste dos benefícios da aposentadoria. Em todos os Estados, instituições, ONGs e governantes se uniriam para comemorar. Os aposentados usariam as suas roupas de festa, convidariam a família, levariam máquina fotográfica e seria uma farra. Todos com muita harmonia, muita saúde e paz. Este deveria ser o DIA DO APOSENTADO!

Vamos ter que lutar muito, ou nascer de novo, porque o egoísmo, ignorância, visão estreita e a temível inveja somados, são exatamente o que vivemos na realidade. É fato.

Juntou-se a nós o Sindicato Nacional dos Aposentados – da Força Sindical – através de seu presidente e do Coordenador-Geral do Estado do Rio:

Veja, no blogue, o acompanhamento do Rolezinho...
Voltando ao Aerus, esmorecer não é a nossa praia.
Vocês lembram daquele dia, 15 de abril de 2009, nós éramos cinco em frente ao Hotel Intercontinental, Rio de Janeiro, quando um jornalista gritou “quantos vocês serão?”?


Por gentileza, me lembrei agora de que devemos colocar como pauta do nosso movimento a decisão do grupo, tirada no rolezinho: a de intensificar as manifestações para dar maior visibilidade ao nosso caso. Foi decidido que faremos brevemente uma manifestação/passeata em Copacabana, e o MovJÁ! sugeriu outra em Niterói, ainda em fevereiro, em data a agendar.
É isso aí!

3 comentários:

  1. Devemos todos tirar os chapéus . É com grata satisfação que se vê o Paulo Resende, ativo e restabelecido , com a graça de deus . O Grande Arquiteto não abandona ninguém.
    Foram poucos , mas fortes . Muitos, pelas condições e impedimentos devido a idade , também não se fizeram presentes . Eu mesmo não me desloquei , por conta de ultrassonografia importante , casualmente na mesma data ; não jogamos dados com a saúde .
    Parabéns aos partícipes .

    Abração.

    Sidnei Silva
    Assistido AERUS RJ

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Sidnei Silva. Muito obrigado. Os que estiveram presentes fizeram muito bem a parte deles nesta longa jornada de lutas. Continuamos na nossa luta para recuperar tudo aquilo que nos tiraram de forma vil e cruel. Abraços fraternos.

    ResponderExcluir

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-