sábado, 28 de junho de 2014

O abandono das crianças e idosos... Todo mundo tem de saber!...

Velhinhos e velhinhas do Aerus... Fomos crianças e agora idosos...

Valdemar Habitzreuter

O verdadeiro Estado democrático socialista faz por onde cuidar de suas crianças e idosos. Não é o caso deste Estado em que vivemos, sufocados que somos por uma ideologia disfarçada de socialismo populista e demagógico em que a prioridade é locupletar-se no poder.

É dever do Estado providenciar o desenvolvimento da criança através de boas escolas e programas educacionais afins. No nosso país há ainda uma grande lacuna com respeito à formação educacional de qualidade para nossas crianças... Parece que o Estado esqueceu-se de que o futuro e grandeza de uma nação vinculam-se a uma boa educação de suas crianças.

Não é preciso aqui repetir o que nos é veiculado insistentemente na mídia da precariedade de nosso ensino público, com escolas em péssimos estados e materiais de ensino de qualidade a desejar, etc. O que a realidade nos mostra é que grande parte de nossas crianças se encontra abandonada pelo poder público, embora a distribuição da famigerada bolsa-família é tida pelo governo petista como a solução deste problema. Alguém sente que com isso o problema está sendo resolvido?
Em sã consciência, não é o que se verifica. Essa estratégia da bolsa-família é tão somente para fins eleitoreiros, todo mundo sabe disso.

Se as crianças - o futuro de uma nação - são tratadas assim com desleixo pelo poder público, o que dizer dos idosos? Aí se verifica uma situação mais triste ainda, um descaso quase que criminoso, um total desrespeito para com pessoas que se dedicaram à vida inteira trabalhando para seu sustento e conforto e contribuindo com impostos altos para a construção da nação e, quando se aposentam, são considerados praticamente como lixo descartável, recebendo um insignificante provento que de ano em ano ainda sofre defasagem espúria, dificultando a vida. É só olhar ao nosso derredor e veremos nossos velhinhos com ares de tristeza, doentes e sem mais ânimo pela vida. Se é isso que o governo quer é porque alimenta um plano sórdido de eliminar o mais cedo possível essas pessoas que ainda sonham por uma vida de qualidade e curtir seus netos e bisnetos; enfim, querer viver com dignidade.

Não bastasse isso, nossas instituições sociais onde milhares de idosos procuram abrigo para seu conforto na velhice por conta das migalhas oferecidas com a aposentadoria do Estado – e contribuem com quantias consideráveis -, são ainda assaltados por canalhas que se dizem promovedores da justiça social, quebrando estas instituições privadas de aposentadoria.

Nós, velhinhos e velhinhas do Aerus, sabemos muito bem o que é ser injustiçado já há quase uma década com o confisco de nosso dinheiro que depositamos ao longo de nossos anos de trabalho em nosso fundo de aposentadoria. Somos vítimas de bandidos travestidos de pele de ovelha que se dizem os arautos da erradicação da pobreza, no entanto, jogam milhares de idosos na sarjeta da morte com a falta do necessário para prosseguir na vida saudavelmente.

Enquanto a bola rola neste Mundial, velhinhos e velhinhas do Aerus, não devemos esquecer-nos do nosso acordo que não rola e nosso provento salarial ainda incerto. Estejamos alertas e combatentes! O mundo tem de saber!


Todos em Copacabana no dia 05 de julho, se não fisicamente - os que se encontram longe -, ao menos torcendo mentalmente pelos abnegados colegas que irão comparecer. Parabéns aos organizadores!
Título e Texto: Valdemar Habitzreuter, 28-06-2014
 
O Mundo tem DE saber!
Copacabana
Rio de Janeiro
Fifa Fan Fest, em frente ao Copacabana Palace

05 de julho de 2014
sábado
10h

*Importante a presença de colegas com domínio de línguas estrangeiras para interagir com jornalistas e turistas.

Traga também o seu cartaz, faixa, cartolina... nesses idiomas.

Relacionados:

2 comentários:

  1. Kirido Habitzreuter, desculpe mas não concordo com o que você escreveu como "descaso quase criminoso" pela razão de ser sim, esse descaso um CRIME perpetrado contra os idosos, principalmente e em especial àqueles que ao confiar na letra da Lei, se dispuseram à pagar vultosas quantias para o fundo de pensão Aerus, para ter um final de existência digna. Texto nota mil, parabéns. Jonathas Filho

    ResponderExcluir
  2. Lamentável que assuntos de tal importância sejam tratados com tanto descaso pelos governantes e juízes deste país! Quanta morosidade e indiferença!...

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-