terça-feira, 6 de dezembro de 2016

A eterna caixa preta do avião Brasil e seu plano de voo em direção ao inferno

Aparecido Raimundo de Souza

Estamos vendo pelas televisões do terminal do aeroporto aqui de Chapecó, em Santa Catarina (enquanto esperamos a hora de embarcar), um bando de imbecis espalhados pelas ruas e avenidas de várias capitais com faixas e cartazes, travestidos de manifestantes, pedindo o fim da corrupção, o fim do foro privilegiado e, principalmente, o fim das desfigurações inseridas na lei de combate à corrupção.

Palhaços e bufões seguem Brasil afora, gritando “palavras de ordem” contra Renan Calheiros e outras figuras pitorescas do nosso lindo e majestoso parlamento. Galera, pelo amor de Deus! Tudo ilusão, delírio, com descambes para casos mais graves de pura e insofismável alucinação. O “PACOTE ORIGINAL” (aquele que os vagabundos votaram na calada da noite, enquanto os olhos de todos os desavisados estavam voltados para o desastre em Medellín, na Colômbia), sabe quando retornará à pauta para ser novamente revisto?

Entendam, meus amados, que neste País de ladrões, de safados e malandros, o povo não manda porra nenhuma. Somos, na verdade, um amontoado de proscritos, de Manés e Josés Sem Rostos. Vivemos como cavalos e éguas, encabrestados por quem deveria nos representar. Devemos entender que no Brasil, quem fala mais alto é o Senado, a Câmara dos Deputados, a figura chúlica do Presidente, essa classe nojenta e podre, em outras palavras, os nossos digníssimos e “onestos” parlamentares.

Corruptos que vivem às custas dos nossos bolsos, do nosso salário minguado. São essas desgraças, esses cânceres, essas infâmias que comem com a gente, na mesa, como aquelas prestações eternas que por mais que vivamos, conseguiremos pagar a derradeira.

Precisamos botar na cabeça que tudo não passa de uma grande máfia. A caixa preta que nenhum vagabundo tem coragem de abrir. Um saco de gatos, onde o que menos pula, tem nome pomposo de Galheiros. Nós todos, como o Ministério Público Federal fazemos, ou melhor, desempenhamos bem os papéis daquelas figuras cômicas, muito conhecidas entre as crianças, como Bozo, Arrelia, Carequinha, Pimentinha e tantos mais.

Fazer, pois, passeatas, manifestações, promover carreatas, buzinaços, panelaços, cavalaços, eguaços, cantar a merda do hino nacional, enfim, toda essa bagunça, todo esse furdunço, só nos deixará mais pobres e infelizes, mais fodidos e com a cara de um amontoado de girafales. O Brasil, meus caros, perdeu a vergonha, o brilho, a cor, a seriedade, a hombridade. O Brasil perdeu a linha, a compostura. Virou um garoto de programa. Se vende a quem dá mais. Caminha em rota de colisão com a dignidade de todos nos, com a transparência enegrecida, com a fidelidade deformada de todos os filhos da terra. Na direção deste país falecido, enterrado como indigente, nos deparamos com a gangue dos capetas que conseguimos eleger. E para deseleger... Só se houvesse um milagre. Um maremoto, por exemplo, seria o ideal. Pelo que me consta, Brasília não tem mar natural, a não ser o oceano infindo da podridão.

Por fim e por assim, meu povo amado, fim da corrupção, kikikikikikikikikikikiki?, fim do foro privilegiado, kikikikikikikikikikikiki?, fim da pouca-vergonha, kikikikikikikikikikikiki?... Acredito e tenho fé, acontecerá. Quando? No dia em que os corpos dos jogadores aqui de o Chapecoense levantarem de seus caixões ou... No pior dos mundos, quando Jesus voltar em seu Cristo móvel blindado, cheio de seguranças, polícia federal, civil, militar, anjos, arcanjos... e tudo o que tem direito. Até lá... apertem o piloto, o avião brasil de merda, sem combustível, se fu...fu... fu...fu...

AVISO AOS NAVEGANTES:
SE O FACEBOOK RETIRAR MINHA PÁGINA DO AR, OU QUALQUER OUTRO SITE QUE REPUBLICA MEUS TEXTOS, ESTE COMENTÁRIO SERÁ PUBLICADO EM JORNAL, PANFLETADO E DISTRIBUIDO DE MÃOS EM MÃOS, EM ESQUINAS E SINALEIRAS.
PRETENDO CALAR A BOCA?
COM CERTEZA. TODAVIA, SÓ QUANDO BATER COM AS DOZE.
Título e Texto: Aparecido Raimundo de Souza, 63 anos, jornalista, 4-12-2016 
Via Cleia Carvalho

6 comentários:

  1. Alguem, enfim, sem medo de dizer o que sente.

    Eurico de Aguiar Jr. Chapecó Santa Catarina.

    ResponderExcluir
  2. Well... essa do sem medo tem muito que se lhe diga!
    Com o ataque da mídia tradicional (soberba e mentirosa) às redes sociais, sob o argumento de combater sites de notícias falsas... e com a aquiescência subserviente de Facebook, Twitter... (ainda não ouvi, nem li, sobre o blogger) a luta vai ficar muito desigual, eu diria, covarde!
    Tem uma porrada de 'sites' e 'portais' (Pensa Brasil, Pragmatismo Político...) cuja única atividade e objetivo é, literalmente, espalhar bosta contra a... Direita, difamando e caluniando quem, na opinião deles, tem que ser enxovalhado.
    E eles estão muito felizes porque eles SÃO MAIS DIVULGADOS E COMPARTILHADOS pelos ingênuos e idiotas úteis do que pelos seus próprios militantes.
    Se qualquer dessas porcarias de sites forem proibidas, deletadas, eles não estão nem aí... abrirão outras.
    Não é, definitivamente, o caso deste blogue.

    ResponderExcluir
  3. A verdade seja dita. Este meu amigo arrasou e rasgou o verbo, eu adoro todo tudo que ele escreve sobre a nossa podre política que assola o nosso pais. Parabéns, e que venha mais texto tão brilhante como este.

    ResponderExcluir
  4. Conversando com o autor deste artigo sobre a possibilidade de ele colaborar regularmente, com uma 'coluna' fixa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele topa tudo, e manda chumbo grosso pra cima desses governantes malditos.

      Excluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-