sábado, 4 de novembro de 2017

[Comer e beber fora] Menosum

Fomos, o jovem casal C.F. e L.T. (primeiramente, as iniciais da dama) ao Menosum.

A sala, ao entrarmos, mereceu a nossa melhor nota. Que desceu quando nos apercebemos dos dois televisores ligados e a máquina dispensadora de maços de cigarros encostada a uma parede.

Quando chegamos, porque fomos os primeiros, a sala estava vazia. Mas, ao longo do jantar foi se ‘compondo’.

Como drinks de aperitivo, a jovem senhora aceitou a sugestão do maître: Daiquiri de melão. Os ‘machos’ pediram o Kir Royal. Não chegou geladinho e, tenho severas dúvidas, se um dos obrigatórios componentes da mistura estava presente...


Televisores na sala, mesmo que mudos, não têm nada a ver com o ambiente. Em nenhum restaurante, eu disse, restaurante. Muito menos neste, que tem a pretensão de ser diferente, para cima!

Um restaurante, cujo maître decanta o vinho, não combina com televisores ligados na SIC, de jeito maneira! Outra coisa, o maître, já que o restaurante não tem um Escansão, deve saber que a rolha não deve ser colocada no bolso dele, mas sim disponibilizada discretamente ao cliente. E permanecer, a rolha, na mesa.

A entrada de “Mix de enchidos no forno” estava ótima. Não para o colesterol, well...

A jovem pediu “Bacalhau lascado com broa”; o jovem marido pediu “Risotto de camarão e lima”; e este escriba, “Picanha sul-americana”.
 
O bacalhau da Dama
O casal deu uma boa nota aos pratos que pediram, e comeram.

Gente, a picanha... olha só! O pedaço de gordura estava ótimo, é verdade. Se a gordura está ótima, não amarelada, dura e etc. só significa que a carne está muito boa. Mas, se é grelhada como um bife, muito passada (logo eu que não gosto de carne malpassada) e muito salgada e, ainda assim, manter-se comestível, isso só pode significar que a carne, crua, é muito boa.
 
O risotto do jovem e a 'minha' picanha
Esta minha picanha foi servida com umas “batatas à rodelas”, mais salgadas do que pipocas... salgadas. Isto comunicado ao maître, a baixa voz, o maître logo externou a sua indignação “Deveria me ter dito logo! Mas, vou mandar fazer outra porção de batatas!” E a dois passos da nossa mesa, que estava a quatro passos, já “exclamou”: uma porção com pouco sal! Essa nova porção não chegou enquanto estávamos lá. Não acredito que tenha chegado depois de termos pago a conta.

Olha só, se você não entrar na onda do maître/dono, e for para comer um prato gostoso, num ´décor’ agradável, a nota chega a 8.

Agora, se você, recebendo a princesa XIS, quiser impressioná-la levando-a a um restaurante perto de casa, onde o maître decanta o vinho... e as mesuras monárquicas ficam por aqui... julgo que a princesa nunca será sua, meu princípe!

Anteriores:

6 comentários:

  1. GOSTO NÃO SE DISCUTE.
    Porém a carne bem passada perde as qualidades nutritivas e o sabor, ainda dificultando a digestão.
    O camarão ninguém reclama quando está no ponto, porque não pode ser cozido ou frito por muito tempo. Perde também o sabor e vira chiclete.
    Batatas não podem ter sal colocado pelo CHEF.
    Kir Royal é apenas champanhe com creme de frutas vermelhas, cassis ou groselha, se estava quente foi mal preparado, ou a champanhe ou o creme não estavam devidamente gelados.
    Alguns restaurante põem Licor de Cassis e geralmente o licor nunca está no gelo, é o falso Kir.
    Meu drinque favorito é o Manhattan. fui...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Rochinha.
      Efetivamente a carne, além de mais fina do que o "habitual", estava mais bem passada do padrão "bem passado".
      A picanha era argentina, afirmou o maître.
      Aqui, a picanha sul-americana, é renomada; encontra-se da Atgentina, do Uruguai e do Brasil. Também se encontra da Polônia, da Austrália...
      Eu aprendi que as melhores carnes de boi/vaca são da Argentina e do Uruguai. Acho que o Uruguai vem na frente.
      Depois destas duas, a do Brasil.

      Quanto ao Kir, desconfio que um dos ingredientes, o champagne, fosse um... primo, um espumante...

      Excluir
  2. O restaurante fica em Massamá, Rua das Indústrias, Lote 124.

    ResponderExcluir
  3. Caro Jim, Comer e Beber é uma Arte, não digo se alimentar, mas fazer disto um evento, sabes disto. Se esta Arte é mal apresentada, já não gosto, claro que tudo gira em o quanto pagas, e pelo descrito, não é um Restaurante Popular, deve ter sido caro, pois não mencionastes qual vinho e o valor da conta.
    Portanto não chegaria a nota 7.

    A Picanha ao Ponto é muito mais saborosa e digestiva, concordo com Rochinha, mas respeito o gosto de cada um.

    Quanto aos Frutos do Mar, creio que aí preparam melhor que as Carnes.

    Os Drinks gosto de Aperitivos mais secos, com menos misturas, elas levam com facilidade ao erro.
    Bom Apetite, na sua próxima escolha!
    Abs,
    Heitor Volkart

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Volkart!
      Faltou avaliar um ítem importante: os banheiros. Como não fui, ficou de fora.

      Talvez você tenha mais razão do que eu na nota final: 7.

      Quanto ao vinho, foi assim: escolhi um Esteva, um Douro, que nos supermercados vale à volta de 5 dinheirinhos e que na ementa online estava por 10€. Aí, o atendente disse-me que não tinha o Esteva, mas tinha da mesma casa/garrafeira, o Papa Figos. Ok, concordei. 16€ me custou!

      Beneficiei dos 30% de desconto nos pratos, porque reservei via portal 'The Fork'.

      Mas, apesar dos 'pesares', consideramos o restaurante bom+. restaurante

      Excluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-