quinta-feira, 18 de abril de 2019

A propósito do discurso do ódio que não costuma ser tão odiado assim

Helena Matos

Hafsa Askar, dirigente estudantil em França que se tem destacado pelo seu radicalismo e ódio à cultura francesa, escreveu isto enquanto Notre Dame ardia.




Título, Imagem e Texto: Helena Matos, Blasfémias, 18-4-2019

A moça fechou a conta:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-