sábado, 24 de agosto de 2019

Odor de campeão

O campeão evaporou-se. E o Porto voltou

Zé Luís e Marega marcaram na Luz. Dragões reconquistam confiança perante um campeão que se mostrou intranquilo.

Guilherme de Sousa

FC Porto impôs a primeira derrota ao Benfica na época (e a primeira de Bruno Lage no campeonato). Os dragões abriram o marcador aos 22 minutos por Zé Luís. Marega marcou em cima do tempo regulamentar.


Foi num dia quente que a Luz se vestiu de vermelho (e um pouco de azul) para um jogo sempre escaldante. Para o primeiro clássico da época, Benfica e FC Porto começaram o encontro sem surpresas nas equipas.

Apesar das dúvidas de ambos os treinadores, Bruno Lage e Sérgio Conceição optaram por não realizar qualquer mudança face aos jogos da segunda jornada do campeonato.

No primeiro canto a favor dos portistas, corte incompleto de Ferro e a bola fica à mercê de Zé Luís que só tem de encostar para o fundo das redes de Odysseas.


Termina a partida! O FC Porto venceu o SL Benfica por 2-0 no clássico da 3ª jornada da Liga NOS. Numa partida com poucas oportunidades de golo, Zé Luís (22') e Marega (86') marcaram e garantiram os três pontos para a equipa de Sérgio Conceição.


A primeira parte terminou com muitos nervos nas bancadas da Luz: pelo árbitro e pelo resultado. O FC Porto foi a primeira equipa a marcar ao Benfica esta temporada em jogos oficiais. E como os números não mentem: esta foi uma primeira parte difícil para os encarnados, que não realizaram qualquer remate enquadrado nos primeiros 45 minutos.

Do lado do FC Porto, Luis Diaz era uma autêntica dor de cabeça para a defesa encarnada, mostrando novamente muita técnica com ambos os pés. Estava a ser uma das figuras do encontro.

Num forcing final pelo empate, o Benfica desmoronava-se em termos de organização. Depois de uma iniciativa, com bons apontamentos de Taarabat, mas faltava definição na frente de ataque. Na resposta, o FC Porto, em contra-ataque teve tudo para "matar" o jogo.

Marega recebeu um passe magistral de Luis Diaz que o deixou isolado. O maliano, só com Vlachodimos pela frente, falhou o que parecia certo, mantendo os nervos de um lado e a esperança de outro.

Mas o FC Porto, sempre muito perigoso na transição, não desistiu. E colocou um ponto final nas aspirações encarnadas. Marega, mais uma vez isolado perante Vlachodimos, desta vez não falhou. No terceiro anel da bancada da Luz, os adeptos dos dragões conseguiram abafar uma luz esgotada.
Título e Texto: Guilherme de Sousa, TSF,  24-8-2019

3 comentários:

  1. Próximo confronto será no Estádio do Dragão, no dia 9 de fevereiro de 2020, um domingo!

    ResponderExcluir
  2. 4 partidas disputadas. O Famalicão está na frente com 10 pontos. O Benfica está em segundo lugar porque tem um gol marcado a mais do que o FC Porto, também no terceiro lugar.

    ResponderExcluir

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-