sábado, 3 de agosto de 2019

Presidente Bolsonaro, esqueça Portugal!

Como luso-brasileiro, vou rogar ao presidente Bolsonaro que não venha visitar Portugal, como Chefe de Estado e de Governo que ele é!


Porque o Governo de Portugal - comandado por um perdedor e dois grupos de extrema-esquerda - tudo fará, na moita, para expor o presidente Bolsonaro ao ridículo!

Como assim? - perguntou o passageiro da poltrona 27A. Ora, o presidente da República de Portugal – que tanto criticou o candidato Bolsonaro, mas que, hipócrita e serpenteanamente, (sim, novo advérbio de modo derivado do adjetivo serpente) como é do seu hábito, correu para assistir à posse do presidente Bolsonaro, no dia 1º de janeiro de 2019, assim não perdeu o réveillon com familiares que residem no Brasil – nada fará para ‘popularizar’ o presidente Bolsonaro – até porque a inveja é uma merda.

O primeiro-ministro, refém dos dois partidos que o mantêm – mas não TÊM VOTOS, um, domina a imprensa, o outro, os sindicatos, mormente os dos Transportes, dos Professores e dos Funcionários Públicos – manter-se-à à margem dos acontecimentos, sorrindo cinicamente, ao ler no dia seguinte, as 'vitórias" dos seus parceiros de governação:

População de Lisboa contra Bolsonaro”;
Trabalhadores Portugueses manifestaram-se contra a visita de Bolsonaro”;
Artistas repudiaram a visita de Bolsonaro e foram todos urinar em cima de uma figura de Bolsonaro desenhada por alguém da Casa do Brasil";
Etc, etc...

Portanto, presidente Bolsonaro, faça um favor aos seus quase sessenta milhões de eleitores, esqueça Portugal! Existem centenas de países, cujo governo e forças políticas o acolherão com a dignidade (sem rapapés) que o senhor e o país que representa merecem!

Um comentário:

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-