terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Um bocado de sentido crítico seria útil

Henrique Pereira dos Santos


Estas coisas acontecem, é certo, e eu não gostaria de ser injusto para com o jornalista, mas admitir como prova de amor do povo a um dirigente, a presença de milhares de pessoas no funeral de um dirigente de um regime autocrático, parece-me que é ir longe demais para um jornalista.

Por essa ordem de ideias, quase todos os ditadores do mundo são amadíssimos pelos seus povos, a julgar pelas milhares de pessoas em manifestações promovidas pelos respectivos regimes (os exemplos não faltam, desta a triunfal deslocação de Marcelo Caetano a África, já quase nas vascas do regime, até ao enterro de Fidel Castro).
Título e Texto: Henrique Pereira dos Santos, Corta-fitas, 13-1-2020

Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-