domingo, 12 de janeiro de 2020

AT, BE & BA

Telmo Azevedo Fernandes

É bem conhecida a estreita ligação entre o Bloco de Esquerda e a SOS Racismo.

Há tempos consegui identificar pelo menos 7 elementos da Direção da SOS Racismo e apenas sobre dois deles (duas raparigas do Porto, aliás) não encontrei ligações explícitas ao Bloco, embora se afirmem “anticapitalistas”.

De resto, os outros têm ligações partidárias que são públicas:

·         José António Formosinho de Palhares Falcão – Bloco de Esquerda (deputado municipal)
·         Joseph da Silva – Bloco de Esquerda (moção M convenção nacional)
·         Mamadou Ba – Bloco de Esquerda (assessor e comissão direitos BE)
·         Teresa Marisa Alves Martins – Bloco de Esquerda (candidata à Junta de Freguesia)
·         Nuno André Silva – Bloco de Esquerda (candidato à Assembleia Municipal).

Mamadou Baila Ba [foto], segundo julgo saber, ter-se-á desvinculado recentemente do BE pelo facto de a atual direção do partido não guinar ainda mais à esquerda, num rumo radical acrescido e adicionalmente extremista.


Pode-se por isso dizer com segurança que Mamadou Ba será também adepto de uma Autoridade Tributária repressiva, defensor da manutenção da inversão do ónus da prova em situações de divergência entre a AT e contribuintes, apologista do strip-tease de contas bancárias e, sobretudo, de opinião de que o não pagamento de impostos implica necessariamente e, no mínimo dos mínimos, uma desconsideração desses devedores pelo “bem comum”.

É curioso por isso registar a duplicidade de critérios e a divergência entre discurso e prática, algo que, é justo dizê-lo, o Bloco de Esquerda nos tem habituado.

Título, Imagem e Texto: Telmo Azevedo Fernandes, Blasfémias, 12-1-2020

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-