quarta-feira, 10 de abril de 2019

CCJ vai convocar reunião na segunda para iniciar debate sobre reforma da Previdência

CCJ definiu hoje procedimento para votação do texto na próxima semana. Tempo de fala de cada deputado foi reduzido

Deputados da Comissão de Constituição e Justiça e líderes partidários definiram, há pouco, em reunião com o presidente do colegiado, deputado Felipe Francischini (PSL-PR), os procedimentos para a votação da reforma da Previdência (PEC 6/19) na próxima semana.

Será convocada uma reunião extraordinária da comissão para o início do debate, na segunda-feira (15) a partir das 14h. O tempo de fala de cada parlamentar foi reduzido para permitir que mais deputados falem. Assim, os parlamentares membros da CCJ terão dez minutos, e os não membros terão cinco minutos cada, limitados ao máximo de 20 deputados não membros.

Segundo a líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), a ideia é fazer a discussão na segunda-feira, mesmo que o debate avance pela madrugada, e votar o texto já na terça-feira (16), por causa do feriado da Semana Santa, que encurtará a semana de trabalhos na Câmara. “A gente não quer correr o risco de não ter quórum por causa do feriado”, afirmou Hasselmann.

O vice-líder da minoria, deputado José Guimarães (PT-CE), ressaltou que não há acordo para a votação da proposta. “Inclusive vários partidos, como o PT e o PDT, apresentarão voto em separado”, informou.
Reportagem – Paula Bittar
Edição – Rachel Librelon

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-