sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Falta de respeito

Luiz Carlos Prates
Eu não devia mais perder meu tempo com gente baixa. Queres um exemplo? Pois não: uma mulher que se deixe fotografar nua em posições de meretrício baixo só para contentar o ordinário que anda com ela, namorado, amante, o que for. É o caso sobre o qual acabo de saber, aconteceu aqui por perto…

Apenas perco tempo com essa história porque ela envolve uma mulher toda nariz empinado, gente boa, você nem imagina… Pois essa pessoa, num dia de “amor” e de absoluta irresponsabilidade, deixou-se fotografar, fez poses que poucos podem imaginar… Mais tarde, ela brigou com o vagabundo com quem andava e ele, sem cerimônias, jogou as tais fotos nas promíscuas redes sociais. Foi um bafafá. E isso não aconteceu muito longe daqui, repito.

Vila Mimosa, Rio de Janeiro, ilustração: Sadi, 1995

Pois essa mulher despudorada entrou com ação judicial contra o ex-amor querendo pesada indenização financeira por danos morais. Ganhou em primeira instância um bom dinheiro, mas o cara processado recorreu e um outro magistrado, mais justo, acabou dizendo que não, que aquela indenização era indevidamente alta, que a mulher teve muita culpa no que aconteceu. Esse magistrado tinha toda razão, afinal, “aquelas” posições que a mulher assumiu ao ser fotografada saíram da cabeça promíscua dela. Que se dane, então, que colha o que semeou! Ela acabou pegando uma merreca de dinheiro, talvez dê para pagar o táxi de volta para casa. Bem feito!

Só me ocupei desse assunto para, mais uma vez, gritar aos pais para que eduquem as meninas. As meninas, eu disse. Para que não sejam vulgares, para que não pensem que ter um bermudão ao lado é tudo na vida, para que não pensem que casamento é solução de vida, não é. Que eduquem as meninas para que se façam respeitar. Não tem cabimento uma mulher “velha”, na faixa dos 30, fazer poses de meretriz vulgar para contentar um vagabundo. Quis agradá-lo, deu com os burros n’água e depois quis ganhar dinheiro na Justiça… Que fosse procurar emprego. Ah, e claro, ter dignidade, antes de tudo.
Título e Texto: Luiz Carlos Prates, Prates no SBT, 29-08-2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-