quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Comentários de anônimos

Tenho por norma liberar os comentários de anônimos, desde que NÃO insultuosos.
Libero-os para dividir com os leitores o ‘estado de espírito’ de alguns leitores/frequentadores do nosso blogue. Não respondo. Aliás, se me permitem, o mesmo recomendo a você, generoso leitor. Responder a anônimo é o mesmo do que incentivar a covardia…

Não entendo o receio de alguns “anônimos” que ficam atrás de comentários anódinos, tranquilos, alguns até elogiosos ao post comentado ou ao blogue.

Mesmo alguns comentários assertivos e firmes CONTRA determinado artigo e/ou pessoa não ensejam o anonimato, haja vista que por aqui, na enorme redação desta revista virtual, NINGUÉM vai virar a cara para o comentador, muito menos persegui-lo, de jeito maneira!

Me ocorreu escrever isto depois do comentário “e voces ?” (sic) neste post: Bento Kangamba é Vizinho de Cristiano Ronaldo em Madrid. 

Se o comentário estivesse identificado eu seria o primeiro a responder que não, não sou vizinho do Cristiano Ronaldo, mas adoraria ser, tá ligado?

Um comentário:

  1. Minha opinião sobre ANÔNIMOS.
    ANÔNIMO É O SÍMBOLO DA COVARDIA, É O ESCONDERIJO DOS VICIADOS E DOS COMPORTAMENTOS DIFERENTES.
    Alguns conceitos em forma de aforismos:
    ATEU E RELIGIOSO duas posições, AGNÓSTICO é nem ateu nem religioso, é o sujeito meio veado, ou a mulher meio grávida.
    ANÔNIMO É O AVATAR FAKE DOS PEDÓFILOS.
    ANÔNIMO É O CORNO QUE TODO MUNDO CONHECE, MAS ELE CONTINUA ANÔNIMO.
    AS SOCIEDADES DE AJUDA AOS VICIADOS SÃO ANÔNIMOS NO FINAL, SÍMBOLO COVARDE DAQUELE QUE SABE DE SEUS VÍCIOS MAS ESCONDE TRATÁ-LOS.

    O que mais me irrita no anônimo, não são suas opiniões, são suas observações perguntando ironicamente se nós temos as soluções.
    IF THERE IS NO OPTION...
    Quando você entra num site PETRALHA, VOCÊ PODE COMPARTILHAR, mas não pode comentar
    IF THERE IS NO OPTION NEVER SHARE.
    Quando você compartilha você ajuda os anônimos.
    Anônimo não é o filho da prostituta conhecida, é o filho do proxeneta que abandonou a cafetina.
    fui....

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-