sexta-feira, 30 de novembro de 2018

CPI da Varig: credores questionam cálculo de indenização da massa falida

Buanna Rosa

Foto: Octacílio Barbosa
Credores da Varig defenderam que o valor da indenização devido pela União à massa falida da companhia seja de aproximadamente de R$ 7,5 bilhões, conforme cálculo do perito original da ação judicial, Mark Steven Wundheiler. No entanto, o valor aprovado pelo advogado da Varig para constar no processo é de R$ 6 bilhões, 20% a menos do que o valor original. Este último cálculo foi apresentado pelo perito contratado do plano de pensão Aerus. O montante deverá ser pago pela União à Massa Falida da Varig de acordo com decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). O cálculo da indenização foi questionado, nesta quinta-feira (28/11), em reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) que investiga os desdobramentos da recuperação judicial e da falência da Varig.

O vice-presidente da Associação de Pilotos da Varig (Apvar), Elnio Borges, explicou que não foi utilizada a metodologia de cálculo determinada na sentença. “Não entendemos porque foi utilizado um cálculo diferente do proposto pela sentença, o que causou uma redução no valor atualizado e calculado pelo perito original da causa de R$7.527 bilhões para R$ 6 bilhões, ou seja, um prejuízo superior a R$ 1,5 bilhão”, afirmou Elnio.

Indefinição do valor
Em resposta, o advogado Luiz Gustavo da Cunha Barbosa, liquidante dos planos da Varig, alegou que, apesar de tramitado e julgado o processo, o valor a ser pago não está definido ainda. “Foram realizados três cálculos distintos, o que é perfeitamente normal em um processo como esse, e no fim achamos por bem que o cálculo feito pelo perito do Aerus era o correto. Mas esse cálculo não está chancelado ainda. O juiz é que vai definir o valor a ser pago.”, respondeu Barbosa.

O presidente da CPI, deputado Paulo Ramos (PSol), afirmou que o próximo passo é pressionar a União para que o valor a ser pago seja o proposto pelo perito original do processo. “Fui eleito como deputado federal e vou levar essas questões para o meu próximo mandato. Vou pressionar ainda mais o Governo Federal para que essas questões sejam resolvidas”, afirmou Paulo Ramos.

Entenda o caso
A decisão do STF aconteceu no processo que tramita há mais de 20 anos, referente ao congelamento de preços imposto para conter a inflação, durante o Plano Cruzado, entre 1985 e 1992. Na época, a Varig alegou que a medida causou prejuízos financeiros à empresa e o desmonte de seu patrimônio. Por isso, foi solicitada a indenização, que agora seria usada para quitar a dívida com os ex-funcionários. A forma de execução da indenização ainda não foi definida pelo Supremo.


Relacionados:

20 comentários:

  1. Cara, essa ALERJ está cheia de bandidos!
    A todo o momento os jornais acusam elementos dentro da ALERJ envolvidos na bandidagem!!!
    O resultado da CPI VARIG será o mesmo do qual se encontra o Estado do Rio de Janeiro ???
    DEUS NOS ACUDA! SOCORRO !!!

    ResponderExcluir
  2. PQP !!!
    O administrador da Massa Falida (BRAGANÇA) não apresentou nem mesmo a lista do rateio com os pagamentos atualizada.
    Que bando de Miguér(sic) este povinho da falida VARIG, heim?

    ResponderExcluir
  3. Como 99% das CPIs, esta também será uma grande Pizza , não espero nada dela, ainda pior, sendo na Alerj do RJ.

    ResponderExcluir
  4. Exatamente igual ao Titanic... Enquanto uns fogem, alguns permanecem tocando violinos.

    ResponderExcluir
  5. aff! Lá vem este Elnio outra vez!

    ResponderExcluir
  6. Alguém aí sabe ou conhece um Pai de Santo pra entidade subir?

    ResponderExcluir
  7. Mestre YANCO DE OXÓSSI: O melhor Pai de Santo da BRASIL
    http://www.mestreyanko.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Simpatia para Nossa Senhora Desatadora de Nós:
    https://youtu.be/kMyBNR9pBq8

    ResponderExcluir
  9. Oração para Santo Expedito não falha! Tão poderoso que trará de volta o Chinês LAP CHAN e babalorixá Graziela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ialaorixá ou mãe de santo é uma sacerdotisa e chefe de um terreiro de candomblé queto

      Excluir
  10. Não tá fácil, merrrrmo!

    ResponderExcluir
  11. No site desatualizado da APVAR consta uma diretoria de biênio nos anos de 2011/2013.
    Pergunta: Qual a legalidade para falar em nome da APVAR?
    Obs: lembrando que nada impede que qualquer credor fale em seu próprio nome/ ou por procuração.

    ResponderExcluir
  12. POIS, estão ajustando um acordo que diminuirá nossas pensões em prol de rapidez, fazendo cálculo sobre reservas matemáticas.
    Lembro que a VARIG deixou de depositar por vários anos e que o plano I foi saqueado elo plano II.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As reservas irão para os aposentados, enquanto houverem! O resto que se foda. É isso.

      Excluir
  13. Então, das Reservas nos é descontado mensalmente, mas não esqueçamos que temos Juros, Correções e etc. Sem dúvida nos tiraram, do Plano I para sustentar o Plano II , a VEM, a Varig Log e coisas mais, será que “um dia” receberemos os Atrazados de 2006 a Set/2014 ? Até percebo uma resignação quanto a isto, por conta da Tutela, mas em Primeira Instância existe uma Sentença do Exmo Dr Jamyl, determinando o Pagto. destes Valores. O que passamos estes anos todos foi muito grave. Creio ser mais um Ponto a ser defendido pela Aprus, porém nada se fala a respeito. - ??? . Nem mesmo na Pizzaria da CPI !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou do Plano I e nunca recebi um puto de tostão!

      Excluir
    2. No "Curral dos Caprinos" os ovinos só pagam a conta!

      Excluir
    3. Prezado Volkart;
      Acho que pela terceira vez,quando o assunto vem à "baila" ,eu comento que não existem atrasados.
      Basta analisar com calma o balanço do aerus conjugado com os direitos individuais, e isto esta óbvio!

      Paizote

      Excluir
  14. Esta filmagem parece "Mamãe, quero ser presidente!"

    ResponderExcluir
  15. Paizote, desculpe discordar, está lá na ACP, que não teve seu desfecho ainda.

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-