sábado, 30 de maio de 2020

Saiba quem é o presidente do CNS eleito para a gestão 2018-2021

Conselho Nacional de Saúde, 14 de dezembro de 2018

Fernando Zasso Pigatto [foto], 47 anos, é casado com Marla Salin Pigatto e pai de Cassiano (22) e Vitor (16). Nascido em Júlio de Castilhos e residente em Rosário do Sul (RS), é conselheiro nacional de saúde desde 2014, representante da Confederação Nacional das Associações de Moradores (Conam). Foi eleito presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS) nesta sexta (14/12), indicado pela sua entidade, e segue com mandato até 2021.



“O papel do controle social no Brasil nunca foi fácil. De mãos dadas, vamos conseguir superar as adversidades. O funcionamento do CNS é essencial para a democracia e tem que continuar existindo plenamente, dialogando com a gestão, mas também cobrando a execução das políticas de saúde”, disse o novo presidente.
(...)

Tem 48 “conselheiros”!

Lista de Conselheiros Nacionais de Saúde:

               
1 José Felipe dos Santos Articulação Brasileira de Gays – ARTGAY
   Michele Seixas de Oliveira Articulação Brasileira de Lésbicas – ABL
   Danieli Christóvão Balbi União Nacional LGBT – UNA-LGBT

Rildo Mendes Articulação dos Povos Indígenas da Região Sul – ARPIN-SUL
   Erivelto Fernandes do Nascimento Fórum de Presidentes de Conselhos Distritais de Saúde Indígena – FPCONDISI
   Willian César Lopes Domingues Fórum de Presidentes de Conselhos Distritais de Saúde Indígena – FPCONDISI

Moysés Longuinho Toniolo de Souza Articulação Nacional de Luta Contra a AIDS – ANAIDS   Jair Brandão de Moura Filho Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV e AIDS – RNP+BRASIL        
Evalcilene Costa dos Santos Movimento Nacional das Cidadãs Posithivas – MNCP

Simone Maria Leite Batista Articulação Nacional de Movimentos e Práticas de Educação Popular em Saúde – ANEPS             
Abrahão Nunes da Silva Central de Movimentos Populares – CMP          
José Vanilson Torres Movimento Nacional de População de Rua – MNPR

5 Sueli Terezinha Goi Barrios Associação Brasileira da Rede Unida – REDEUNIDA
   Márcio Florentino Pereira Associação Brasileira de Saúde Coletiva – ABRASCO
   Lúcia Regina Florentino Souto Centro Brasileiro de Estudos de Saúde – CEBES

Indjaian Cruz Associação de Controle do Tabagismo Promoção da Saúde e dos Direitos Humanos – ACT        

11 Carmem Pankararu Sindicato dos Profissionais e Trabalhadores da Saúde Indígena – SINDCOPSI

E vai por aí!
Tem “conselheiro” (do Conselho Nacional de Saúde) representando:


Central Única dos Trabalhadores – CUT
União Geral dos Trabalhadores – UGT12
Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo – CNC

Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares – CONTAG
Confederação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar no Brasil – CONTRAF BRASIL
Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB

Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira – COIAB
Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo – APOINME
Associação Brasileira de Organizações – ABONG

Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnicos-Administrativos das Instituições de Ensino Superior Pública do Brasil – FASUBRA
Confederação Nacional dos Trabalhadores na Saúde – CNTS      
Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social – CNTSS/CUT 

Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – CTB         
Nova Central Sindical de Trabalhadores – NCST
Força Sindical – FS

Central Geral dos Trabalhadores do Brasil – CGTB           
Saúde da População Negra e Aids
União de Negros pela Igualdade – UNEGRO

Movimento Negro Unificado – MNU
Sindicato Nacional dos Trabalhadores Aposentados, Pensionistas e Idosos – SINTAPI/CUT           
União Brasileira de Mulheres – UBM

Confederação das Mulheres do Brasil – CMB
Rede Nacional Feminista de Saúde, Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos – RNFS
União Nacional dos Estudantes – UNE   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-