domingo, 31 de maio de 2020

[Aparecido rasga o verbo] Hora do faro... Não o da televisão, do cachorro mesmo

Aparecido Raimundo de Souza


A coluna “RASGANDO O VERBO” vem mais uma vez em edição extraordinária, desta feita, para alertar o povo sofrido, o povo maltratado e espezinhado. O povo que é tratado os 365 dias do ano, como se fosse animal solto no pasto. Assistam ao vídeo abaixo.


Gente, não nos cansamos de falar naquela frase linda da nossa constituição fedemal, constituiçao de merda, um calhamaço de preceitos que deveria ser enfiado na goela, ou no rabo desses filhos da puta que se dizem nossos representantes.

“TODO PODER EMANA DO POVO E EM SEU NOME É EXERCIDO”. Essas figuras carnavalescas, TRATADAS COMO EXCELÊNCIAS, PRECISAM APANHAR. Apanhar na cara, na bunda, para tomarem vergonha. E depois de serem quebradas nas porradas, mandá-las para o SUS.

SUS, para quem não sabe: Sistema Único de Salafrários, ou Sistema de Usurpadores Safados.

Galera, acorda!

Meus queridos idiotas do país inteiro, ponham em suas cabeças, chegou a hora do faro. Somos todos cachorros.

Gritem, esperneiem, aprendam a latir e a correr atrás de seus direitos. Vem a calhar aquela frase do Pilombeta, morador de rua: “GOVERNU LADRÃUM, PREFEITU LADRÃUM, DEPUTADU LADRÃUM, SENADOR LADRÃUM, MINISTRU LADRÃUM, CADEIA NOS ‘BANDIDÃUM’”.
Título e Texto: Aparecido Raimundo de Souza, de Vila Velha, Espírito Santo, 31-5-2020



Relacionados:

Colunas anteriores:

3 comentários:

  1. “TODO PODER EMANA DO POVO E EM SEU NOME É EXERCIDO”.(Aparecido)
    ?????
    Sobre a tal democracia, que todos defendem, me vem à mente que este conceito é muito pessoal, porquanto ser uma visão persoalíssima de cada um.
    Todos se dizem democratas, mas ao se defrontar coma definição dada por outra pessoa, encontram divergências gritantes.
    A esquerda se diz democrata, a direita se diz democrata, porém de formas completamente diferentes, como se o termo suportasse definições conflituosas, dado a sua obviedade.
    Uma espécie de governo em que o povo exerce a soberania.
    Falta dizer qual povo!
    Os que pensam como eu, ou os que têm conceitos gerais diferenciados e incompatíveis?
    Ou somos todos democratas, mesmo sem saber o que é isto, ou ninguém sabe o que é democracia e cria uma particular?
    Ninguém é democrata?
    Todo mundo é democrata?
    Ninguém sabe o que é democracia?
    Diante de tanta dúvida, antecipo-me a todos dizendo ser democrata!
    Mas uma democracia como a de todos, particular!
    E que num gesto democrático permito que todos a usem... a democracia!
    Mas a minha!
    Digo-me liberal, sabendo ser necessariamente democrático: ao contrário,
    O sou, mais especificamente defensores da liberdade econômica.
    Então até que cheguem, à direita e a esquerda,a um acordo sobre quem é mais democrático, até lá ,defino-me como democrata, liberal, anárquico.

    ResponderExcluir
  2. correção ;
    Digo-me liberal, sabendo (não )ser isto necessariamente democrático: ao contrário,

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente somos cães sarnentos no meu de Leões vorazes enquanto eles rasgam as nossas carnes nós lembemos as nossas sarnas incrível como pode ainda ser patriota neste Lugar chamado Brasil já foi pátria agora e puta todos querem um pouco do leite das tetas da nação enquanto aver larápios nós nós poderes infelizmente muitos beserrinhos irão morrer não pôr vírus e sim por fome é como o escritor falou cera que somos da direita ou esquerda hoje o país se encontra em mão única única mão de ladrão infelizmente

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-