sexta-feira, 15 de maio de 2020

Utah Bitch

Sophie Bachat

No século da cólera, Verlaine deixava falar a sua alma de poeta:
Votre âme est um paysage choisi
Que vont charmant masques et bergamasques.”

A sua alma é uma paisagem escolhida
Que vai encantando máscaras e bergamáscaras. (1)

Cento e trinta anos mais tarde, em tempos de Covid-19 e da penúria mundial de máscaras, a poesia não está mais na ordem do dia. Todavia... No extremo oeste dos Estados Unidos, uma assistente social de Utah tenta conciliar precaução e lirismo montando a sua pequena empresa de fabricação de máscaras caseiras.

A denominada Mindy estimula a sua virtuosidade ao batizar a sua PME de “Project Penis Mask”, ilustrando as suas máscaras com pequenos pênis que se tornam nítidos somente chegando perto. Subliminar, francamente subliminar!


Atrevimento erótico à parte, esta astúcia tem por objetivo respeitar o distanciamento social, como a sua idealizadora explicou ao New York Post: “Quando uma pessoa repara que eu tenho pênis na minha máscara, significa que ela está muito perto de mim, não está respeitando a distância.”

Infalível! Com tanta presença de espírito, não é de admirar que Mindy personifique uma verdadeira história de sucesso à la americana.

A sua página no Facebook foi compartilhada 415 000 vezes em uma semana. A procura é tão grande que a empreendedora improvisada se transformou numa self-made-woman tão depressa quanto o Covid se alastra pelo mundo.

Custando 20 dólares cada uma, as suas máscaras com os pênis alados já atingiram 54 000 exemplares vendidos, permitindo angariar 56 000 dólares para a conta de uma associação de ajuda aos mais necessitados.

E como a primavera dos poetas que continuaria por tão lindos caminhos, a loja online de Mindy oferece máscaras com mamilos e vaginas.
Título e Texto: Sophie Bachat, Le Causeur, nº 79, maio de 2020
Tradução: JP, 15-5-2020

(1) Apesar do nome “bergamáscara”, não se trata de tipo de máscara. O nome vem da cidade de Bergamo, Itália. Se refere a um tipo de música folclórica.
Portanto, "masques e bergamasques" junta dois estilos de dança e de música da Renascença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-