terça-feira, 11 de setembro de 2018

O bom senso de Salvini

E se a verdadeira marcha para a frente consistisse em um passo atrás? Numa entrevista ao jornal italiano La Nuova Bussola Quotidiana, o ministro italiano do Interior, Matteo Salvini [foto], cujo índice de popularidade ronda sessenta por cento, anunciou que acabaria com a indiferenciação parental.

Me disseram que no portal do ministério do Interior, o formulário para solicitar a carteira de identidade eletrônica disponibilizava as opções parente 1 e parente 2. Imediatamente pedi a restauração da definição de pai e de mãe”, declarou. E acrescentou: “Nós defenderemos a família nuclear fundada sobre a união entre um homem e uma mulher”.
Título e Texto: L’Incorrect, nº 12, setembro de 2018
Tradução: JP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-