quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Agência Lusa: “prostituída manipulação da informação”

Manuel Damas

A Agência Lusa - Agência de Notícias de Portugal, S.A. é a agência noticiosa portuguesa. Com maioria de capital do Estado. 50,14%. É, pois, uma Empresa Pública. Com maioria de capitais públicos. Do Estado.

Cujo atual Presidente é Nicolau Santos. Ex-diretor Adjunto do "Expresso", Semanário Português dirigido por Ricardo Costa, irmão do Primeiro Ministro Português. [Fotos]

Nicolau Santos

Ricardo Costa e Nicolau Santos

Não considero natural, nem sequer legítimo e muito menos aceitável, que uma "agência informativa" nacional, custeada por capitais estatais, questione 9 dos 10 Partidos Políticos Portugueses com assento parlamentar (PS, PSD, BE, PCP, CDS, PAN, PEV, Iniciativa Liberal e Livre) sobre se:

"A entrada da extrema-direita na Assembleia da República, com o deputado André Ventura, do Chega, após as legislativas de 6 de outubro, é um desafio ou uma ameaça?"...

Não é normal. Porque não é informativo. Acima de tudo porque é ostensivamente parcial e discriminatório. Porque é desinformativo. Porque é uma pergunta atentatória do regime democrático português.

Porque representa um insulto e um ataque intolerável, ao eleitorado português que elegeu André Ventura e no qual, para que fique absolutamente claro, eu não votei.

Sempre defendi e continuo a defender que à Imprensa compete informar e não manipular. Muito mais a uma Agência Noticiosa. Com 280 "jornalistas".

Maioritariamente pagos pelos impostos dos portugueses.

Vai a mesma Lusa fazer a pergunta a 9 dos 10 Partidos com Representação Parlamentar sobre se a entrada da extrema-esquerda radical na AR é um desafio ou uma ameaça?

Absolutamente estranho é que o Ministro da tutela seja cúmplice com este inaudito deboche.

Inacreditável que o Presidente da República, que tantos e tantos anos trabalhou com e na Imprensa e a usou em seu proveito, não se insurja publicamente contra este ato de prostituída manipulação da Informação.

Por mais que alguns e algumas queiram manipular a realidade... estes não são, nem jamais serão os velhos tempos idos do PREC.

Porque esse tempo já passou e, acima de tudo, não mais volta. Custe o que custar!
Imagens e Texto: Manuel Damas, Facebook, 23-10-2019, 16h30

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-