segunda-feira, 26 de setembro de 2016

[Comer e beber fora] Os melhores bitoques de Lisboa

Depois de muito dar ao dente, a Time Out elegeu os melhores bitoques da cidade

Oito bitoques que tem mesmo de provar

Foto: Arlindo Camacho


Floresta do Salitre
O bitoque é um prato remediado, mas tem os seus parentes abastados. O que está no menu da Floresta do Salitre é uma espécie de primo rico que de bitoque só tem o apelido: um suculento bife da vazia frito, coroado por batatas fritas às rodelas e o indispensável ovo a cavalo – neste caso, a cavalo de um puro-sangue lusitano. Em resumo, um belíssimo exemplar da espécie e um orgulho para a família.
Rua do Salitre, 42D (Avenida). 21 354 7605. Seg-Sáb 12.00-15.00 / 19.00-22.00. Preço: 9€.
Rui dos Pregos
Precursor da moda do bife batido, o Rui dos Pregos abriu em 2000 no Cacém e é hoje um império de nove restaurantes que vai de Odrinhas a Belém. Rui Moreira é o Rui que baptiza os restaurantes e o homem por detrás do martelo – ou, para sermos precisos, da ideia de martelar os bifes até ficarem uma fina e comprida fatia de carne. A receita fica completa com um molho de manteiga e alho e uma passagem rápida pela chapa quente. No menu chamam-lhe prego no prato com ovo. No entanto, o rácio carne/batatas e a presença do ovo a cavalo obrigam-nos a incluí-lo na lista dos melhores bitoques.
Doca de Santo Amaro (Alcântara). 96 772 3483. Ter-Dom 10.00-02.00; Rua da Junqueira, 506-512 (Belém). 21 362 1237. Qua-Seg 10.00-23.00. Preço: 5,4€.
Continue lendo aqui » 
Uma boa dica para o pessoal que virá para o 2º Encontrão Europeu...

Anteriores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-