quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Dívida pública cai para 128,6% do PIB no segundo trimestre

Luís Reis Pires
Dívida pública começou a recuar, depois de ter superado os 130% do PIB no ano passado. Mas ainda está longe da meta para 2015.

Maria Luís Albuquerque, ministra das Finanças
A dívida pública somava cerca de 225,5 mil milhões de euros no final de Junho, menos 3.700 milhões do que no mês anterior, mostram os dados publicados hoje pelo Banco de Portugal (BdP).

O valor equivale a 128,6% do PIB, menos um ponto percentual do que os 129,6% registados no final do primeiro trimestre.

Depois de renovar picos sucessivos durante os anos do programa de ajustamento e de ter superado a barreira dos 130% do PIB no ano passado, a dívida pública começou finalmente a descer este ano. No entanto, está ainda longe da meta de 124,2% que o Governo prevê para o conjunto de 2015, pelo que a descida terá de acelerar de forma significativa no segundo semestre.

Além do efeito do crescimento e da melhoria do saldo primário, o Executivo conta com um aliado de peso para diminuir o rácio da dívida: o Banco Central Europeu (BCE). As intervenções da autoridade monetária no mercado atiraram as taxas de juro para mínimos históricos e, nas emissões de títulos de mais curto prazo, Portugal registou já juros negativos, conseguindo alguns ganhos ao fazer o 'roll-over' da dívida.

Enquanto o crescimento do PIB está em linha com as previsões do Governo e a melhoria do saldo primário também não deve sair muito longe dos valores esperados, o efeito juros pode ter um impacto maior do que o antecipado para este ano. 
Título, Imagem e Texto: Luís Reis Pires, Diário Económico, 20-8-2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não publicamos comentários de anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-