domingo, 9 de setembro de 2018

Depois do que aconteceu tudo é possível...

Maria Lucia Victor Barbosa


Meus amigos e amigas, ainda estarrecida e indignada com a tentativa de assassinato do candidato Jair Bolsonaro, creio que agora ficou bem claro de que lado vem a violência. Recordo que o PT bem poderia ser chamado de Partido do Ódio por ser aquele que joga negros contra brancos, mulheres contra homens, homossexuais contra heterossexuais, pobres contra ricos.

Um partido que é uma mistura de seita e máfia e que usa de todos os artifícios, desde os mais abomináveis para se manter no poder. O PT, seus tentáculos partidários de esquerda, suas crias denominadas de movimentos sociais são os grandes incentivadores do ódio e não hesitam em lançar mão da intimidação, do insulto, da desqualificação contra os que não rezam por sua cartilha. E o que parece, são capazes de ir mais longe.

O candidato Bolsonaro tão somente expressa e vocaliza o que a maioria pensa e não tem coragem de dizer. Ele tem sido demonizado e sobre ele são cravados rótulos como estigmas. Mas é o único candidato que reúne multidões espontâneas onde chega, sendo carregado em triunfo. Ele não dispõe de recursos financeiros, de tempo de TV, de estrutura partidária forte e, mesmo assim, está em primeiro lugar, ainda que as pesquisas não parecem dispor de metodologia adequada para mostrar seu verdadeiro número de apoios. Predições as mais estapafúrdias têm sido elucubradas no sentido de ele perder de todos os candidatos no segundo turno. Não sei em que bola de cristal viram isso.

Mas, diante de sua evidente dianteira a força foi usada, justificada e festejada pelos que se encontram desesperados por alcançar o poder. Tentam transformar a vítima em culpado e o assassino em um coitadinho louco, apesar do bandido ter bons advogados para defendê-lo, conforme notícias.

Se a Polícia Federal falhou tremendamente em sua missão de defender o candidato, que pelo menos proceda com coragem no desvendamento do crime descobrindo quem são os mandantes do criminoso e de seus comparsas. É o mínimo que o Brasil espera e quer saber.

No mais, meu desejo de restabelecimento do presidenciável Bolsonaro e minha solidariedade a sua família.

Também espero que ele vença no primeiro turno com os votos da grande maioria.

Mais uma coisa ainda: Que o juiz Sérgio Moro e os desembargadores que foram ameaçados de morte redobrem seus cuidados, assim como a família do candidato. Depois do que aconteceu tudo é possível...
Texto: Maria Lucia Victor Barbosa, Facebook, 9-9-2018


Relacionados:

3 comentários:

  1. Em países com leis covardes de bundas moles, tudo é possível!

    ResponderExcluir
  2. Bolsonaro está com um câncer espalhado, a facada foi armação... Quem duvidar pesam em seu histórico a referencia de seu psa...

    ResponderExcluir
  3. Pergunta básica em toda e qualquer investigação: a quem interessa o crime? Alguém em sã consciência pode duvidar que é ao PT e aos petralhas? Excluo o Boanerges da sã consciência por insistir na tese absurda de que não teria havido atentado, que se tratou de uma mera simulação. Boanerges está se tornando uma espécie de papagaio de pirata do PT.
    Bolsonaro vencerá a eleição no 1º Turno pois representa no imaginário coletivo do povo brasileiro o HERÓI NACIONAL que erradicará do cenário político do país a incompetência associada à corrupção, signos do PT, cujo capo está atrás das grades e ali permanecerá perpetuamente por conta dos crimes que cometeu em série. Em inglês: Lula, serial gangster ... É como passará à História Universal.
    Batalha

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-