quinta-feira, 8 de novembro de 2018

[Coisas da América] Quem ganhou as eleições do dia 6 de novembro de 2018?

Pedro Frederico Caldas

Para saber, há que se olhar além dos números. O Partido Democrata ganhou o controle da Câmara dos Deputados (House of Representatives), o Partido Republicano, continuou e ampliou o domínio sobre o Senado (Senate).

A imprensa internacional, principalmente no Brasil, enfatiza que Trump (sempre Trump) perdeu o controle da câmara e por isso é o perdedor. A imprensa daqui ficou com um travo amargo. Esperava e torcia pelo controle das duas casas pelo Partido Democrata. Falava-se em tsunami, em uma onda azul, o que não aconteceu.

O Partido Democrata ficou com poucos votos acima do número necessário (218) para o controle.

Trump e os republicanos estão comemorando. Quem tem razão? Se os números e a tendência histórica forem examinados com acurácia e isenção, tratou-se de uma vitória para Trump.

Vamos aos fatos. Nas eleições intermediárias, assim chamadas porque ocorrem no meio do mandato presidencial, durante mais de cem anos sempre perde o partido do governo.

De 1914 para cá, somente três presidentes conseguiram manter posição de mando. Por exemplo, no governo Obama, os democratas perderam 63 assentos na câmara e 6 no senado; no de Clinton, 52 na câmara e 8 no senado: mesmo no governo Reagan, de prestígio quase unânime dos Estados Unidos, 26 na câmara e, nada perdendo no senado.

Já Trump manteve e ampliou o controle do senado. Por isso está comemorando. 
Título, Imagem e Texto: Pedro Frederico Caldas, Aventura, EUA, 8-11-2018

Relacionado:

Anteriores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-