quinta-feira, 8 de novembro de 2018

[Foco no fosso] Tem cheiro de rato no ar

Haroldo P. Barboza

Mesquinha vingança

Nos estertores de final de mandato, diversos suspeitos (41 – deve ter UM novo integrante no grupo de Ali Babá) que não foram reeleitos para o Senado, aprovaram reajuste impróprio para “togados” que os protegem, num momento de flagelo (causado por estes bandos apelidados de “partidos”) que o país atravessa.

Tal medida acarreta reajuste em cascata a outros milhares de servidores (muitos ociosos pendurados nas tetas públicas), alimentando um rombo superior a R$ 4 bilhões de Reais por ano ao combalido cofre furado da nação.

Uma clara demonstração de vingança destes mancebos contra o povo que não deseja mais observar traidores decidindo nosso futuro. Em represália, estes bandoleiros pretendem sabotar o novo Presidente, deixando-o com menos recursos para a grande obra de reconstrução da nação espoliada por décadas.

Estes malfeitores das canetas terão uma boa decepção. O povo está adquirindo maior compreensão para melhor analisar promessas voláteis e escolher o adequado caminho (ainda que esburacado) em busca do resgate de nossa dignidade.

Vamos lá, Bolsonaro! Mostre que você tem bom faro. Apoiamos a sua ideia de abater as ratazanas que infeccionam nossa terra.

Título e Texto: Haroldo P. Barboza, Rio de Janeiro, 8-11-2018

Anteriores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-