quarta-feira, 21 de setembro de 2016

O poder do PowerPoint...

Valdemar Habitzreuter


Foi uma grande sacada do procurador federal Deltan Dallagnol mostrar Lula, como ponto central, irradiando falcatruas. Em geometria o ponto é uma pequena parte de um segmento de reta ou linha; vários pontos justapostos formam uma reta. Lula, com certeza não estudou geometria, mas sabe a que uma reta como meta pode levar. No seu caso - uma meta tortuosa, escabrosa - sustentar-se no poder através de corrupção e roubalheira.

Lula achava-se imune a qualquer denúncia, já que havia a logística de se esconder por detrás de personagens que traçavam as retas a partir dele - o ponto central de irradiação - e, assim, a facilidade de ele poder dizer: eu nada sabia, minha vida é um ponto de retitude só.

Sabe-se agora que Lula sabia de tudo, ponto por ponto, e que sua retitude é um ponto fora da linha que deixou o Brasil desprestigiado interna e externamente a ponto de o país não ter mais ponto de referência para pontuar o que é necessário pontilhar para a saída correta do caos a que as retas tortuosas lulescas proporcionaram à sociedade brasileira, esta que tanto preza os pontos dentro da linha.

O juiz Sérgio Moro acatou os pontos denunciatórios corretos do PowerPoint de Deltan Dallagnol. Se houve vibração entusiástica do expositor ao apontar os pontos fulcrais da desonestidade e crimes de Lula, é porque foi uma atitude de patriotismo, um patriota que quer ver uma Pátria limpa e desinstalada de pontos fora da linha.

Desculpem-me este meu linguajar pontual e paradoxal, só queria enfatizar a convicção dos pontos do PowerPoint de Dallagnol e que Moro levou em conta para acatar a denúncia contra Lula. As provas serão apresentadas no decurso do processo e o réu poderá ter traçada a reta final: a cadeia...


Título e Texto: Valdemar Habitzreuter, 21-9-2016

2 comentários:

  1. Pois, o Ponto da questão é a Cadeia!
    São vários Pontos que o levarão a ela! É o que a Sociedade e os cidadãos de bem esperam, e Ponto.
    Muito bom Habitz.
    Heitor Volkart

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-