quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Newt Gingrich fecha a questão: Obama nunca largou suas crenças de extrema-esquerda

Luciano Ayan


Ainda existem pessoas que chegam ao absurdo de dizer que “Barack Obama não é de esquerda”. Um alcançou o seguinte cúmulo: dizer que “nos EUA não existe esquerda ou direita, apenas left ou right”.

É nesse nível que as coisas estão. Esquerdistas vivem tentando esconder o esquerdismo extremado de Barack Obama e de Hillary Clinton, inventando as explicações mais estapafúrdias.

Enquanto tentam esconder o esquerdismo de Obama, o vemos, junto com Hillary Clinton e George Soros, implementar a terceira onda de totalitarismo do mundo, que é uma ideia plenamente socialista.

O legendário republicano – e um dos grandes estudiosos da guerra política dos EUA – Newt Gingrich fecha a questão, mostrando que Obama não é apenas da esquerda genérica, como da extrema-esquerda, em entrevista à Sean Hannity, da Fox News:


Título e Texto: Luciano Ayan, Ceticismo Político, 18-1-2017

2 comentários:

  1. O jornalista pró-censura Caio Blinder acusa Trump de querer aquilo que ele mais deseja

    Em seu Twitter, o jornalista Caio Blinder, pró-Hillary – e, portanto, pró-censura – , acusa Donald Trump daquilo que eles querem fazer.

    Blinder disse: “Trump não defende imprensa livre. Ele a demoniza e só gosta de jornalista chapa branca. Seu sonho é ‘regulamentar a mídia’. Familiar, não?”.

    O detalhe é que não há evidência qualquer de censura de mídia em propostas de Trump.

    Porém, foram Barack Obama, Hillary Clinton e George Soros que implementaram a censura nas redes sociais, a partir dos “fact checkers” de esquerda, dizendo o que é ou não “fake news”.

    Como sempre, os inimigos da liberdade de expressão – e, portanto, inimigos da humanidade – acusam os outros daquilo que eles fazem.
    Luciano Ayan

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-