terça-feira, 27 de setembro de 2016

Fiscal da Alfândega do Galeão extrapola

Queridos amigos,
Essa senhora da foto se chama Maria Lucia Lima Barros.


Ela é auditora fiscal e atua na alfândega do aeroporto Galeão, no Rio de Janeiro.

Neste último sábado, dia 24 de setembro, retornei de uma viagem de duas semanas para a Índia com a minha avó, de 86 anos, que chegou de cadeiras de rodas e passando muito mal depois de 14 horas de vôo.

Fomos paradas na alfândega e pediram para abrir as nossas bagagens. Abrimos, sem qualquer hesitação. Ocorre que, durante quase 4 horas, sofremos um verdadeiro terror psicológico por parte desta senhora, Maria Lucia.

Em total desrespeito a mim e à minha avó, idosa, ouvimos todos os tipos de deboches, grosserias e sarcasmos. A servidora passeava de um lado para o outro, conversando com várias pessoas, muitas vezes rindo e tudo parecia fazer parte do seu "show".

E, o que é pior: passadas 4 horas de evidente assédio moral – que pareceram uma eternidade –, a auditora fiscal sequer conseguiu concluir o seu trabalho, alegando que ainda precisaria de muito tempo para firmar a sua convicção e apontar os valores eventualmente devidos.

Foi, então, que, com o intuito de dar um basta à situação, resolvi ir embora, deixando os objetos que tinha comprado. Maria Lúcia lavrou um termo de retenção (nulo, sob o ponto de vista jurídico, já que sequer elencava quantidade e qualidade dos itens). Se recusou a me informar o seu sobrenome, limitando-se a apor o número de sua matrícula. E disse que voltasse no plantão dela para recuperar os meus pertences! Mais um absurdo porque não se trata de um ato personalíssimo...

Minha avó, senhora de idade, não queria ir embora sem suas coisas. E, mais uma vez, Maria Lucia veio com um tom irônico alegando que, para tanto, levaria ainda muito mais tempo... Cinco minutos depois, apareceu com um DARF no valor de 1500 reais, sem nenhuma fundamentação! Minha avó ficou indignada, mas, mesmo assim, preferiu pagar, acabando com aquele sofrimento e levando as coisas dela para casa.

Mas, o que mais me impressionou durante toda essa saga foi que todos os servidores públicos presentes na ocasião me pediam para permanecer calma e me falavam que essa conduta dela era recorrente. E que, a cada vôo, um passageiro era eleito e assediado por ela.

Hoje, retornei ao aeroporto, falei com uma Supervisora da Receita Federal e recuperei minha bagagem.

E, mais uma vez, todos os servidores, incluindo os guardas, reconheceram a minha situação e me afirmaram que eu e minha avó fomos apenas mais uma vítima dessa servidora, que, a pretexto de exercer a sua função, constrange, humilha e desrespeita passageiros.

Conversando informalmente com alguns amigos, muitos já conheciam esta senhora e tinham uma história de terror para contar.

Mas, dessa vez, Maria Lucia se deparou com a pessoa errada. Já contactei meus colegas advogados, procuradores, juízes (sou advogada) e estou preparando uma representação administrativa contra ela. Na esfera cível, pleitearei uma indenização por danos morais e ainda estamos avaliando se apresentaremos uma denúncia criminal.

Estou escrevendo esse post para pedir que vocês o compartilhem e que, caso já tenham sofrido nas mãos dessa senhora, colaborem com as suas experiências pessoais, a fim de demonstrar que o que ocorreu comigo e minha avó não se trata de uma conduta isolada, sendo necessário pôr fim ao abuso de autoridade desta servidora.

Vamos dar um basta a essa "síndrome do pequeno poder" que tanto afeta os brasileiros. Falando por mim e pela minha avó, não temos nada a dever. Pagamos nossos impostos em dia. Somos pessoas instruídas e não vamos deixar passar.

Estou fazendo isso por mim, pela minha avó, pelas pessoas que também já passaram por esse terrível constrangimento e por aquelas que podem vir a passar.
Obrigada,

Imagem e Texto: Mariana Cavalcante, Facebook, 26-9-2016


312 comentários:

  1. Teria sido mais contundente a denúncia se se soubesse que “coisas” eram essas que pagaram 1 500 reais de multa.
    Pois que, segundo a Receita Federal “Em zona primária (área alfandegada de portos, aeroportos e pontos de fronteira por onde entrar o viajante), será aplicada multa de 50% (cinquenta por cento) do valor excedente ao limite de isenção, sem prejuízo do pagamento do imposto devido.”. Isso quer dizer, então, que a fiscal avaliou em 3 000 reais (= mil dólares) as “coisas” excedendo 500 dólares…

    Desde que comecei a voar, em novembro de 1972, sempre foi assim na Alfândega do Rio. O que mudou foi a ‘isenção’ até 500 dólares. Quantos anos tem essa ‘inovação’? Trinta?

    O brasileiro que viaja ao exterior não pode aproveitar o privilégio, a sorte, a oportunidade… de, por exemplo, adquirir um laptop ou um smartphone… estamos em 2016!
    Aliás, ele não pode aproveitar para comprar um segundo relógio!

    1.7 Se comprar um relógio novo no exterior e em seguida usá-lo, poderei trazer esse bem como de caráter manifestamente pessoal, sem pagamento de imposto?
    Sim, caso possua um único relógio. No entanto, se o viajante saiu do Brasil com seu relógio e adquiriu outro no exterior, mesmo que tenha utilizado o novo, o relógio adquirido não será considerado compatível com as circunstâncias da viagem, a menos que se comprove defeito do relógio originalmente levado.
    Fonte: Portal da Receita Federal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thomaz Raposo de Almeida Filho27 de setembro de 2016 23:34

      Meu caro, da mesma forma que um servidor público tem que ser respeitado, o contribuinte também tem que ser. O delegado que deve me ler por cópia por informação deste portal, deve apurar o que ocorreu e aparentemente vem ocorrendo e tomar as providências cabíveis ou de um lado ou de outro mas acabar com este inconveniente.

      Excluir
    2. Parece que o caso aqui nunca foi o valor as er pado Jim Pereira, mas sim o descaso, desrespeito e abuso de poder dessa senhora que está a serviço da população. Nada justifica uma demora de 4 horas mais sendo uma senhora idosa. Muita soberbia e falta de ética. Atitude inadmissível!!!! Não podemos aceitar...

      Excluir
    3. Já ouviu falar em "valor atribuido"? O que tem acontecido e muito na receita federal, seja nos aeroportos quanto nas impostações via Correio é que os fiscais simplesmente ignoram o valor pago por um certo produto e fazem a cobrança de impostos utilizando o "valor atribuído", mesmo que você apresente a nota fiscal ou invoice comprovando o valor pago pelo produto.

      Junte a esta atrocidade, a forma como alguns fiscais tratam o contribuinte e você tem a receita do inferno.

      Excluir
    4. Prezado...acho que não leu o post na íntegra....o problema não era o alor, até mesmo porque a servidora pública estava protelando a informação, mas sim a falta de respeito e excesso de poder...
      Um total absurdo com quem disse..quissa uma idosa!

      Excluir
    5. ncordo plenamente,nem foi tanto oabuso de poder, e fazer do fato uma questão pessoal aproveitando docargo qe exerce.

      Excluir
    6. Lamentavelmente o funcionário público nesse País acha que é rei. No aeroporto eles acham que são donos do nosso tempo, das leis, das normas, são soberbos. Sempre tratando as pessoas de forma grosseira, como se fossemos obrigados a aturar o mal humor e a prepotência deles.

      Excluir
    7. Jim Pereira você está equivocado , pode-se comprar um smartphone ou IPhone ou qualquer outro celular que seja , se tiver utilizando somente ele, você não é taxado, tem coisas que já foram liberadas para compra de uso pessoal, que não entram na cota de 500 dólares .
      O maior problema , é que certos profissionais da receita se acham melhor e superior que qualquer cidadão , se acham os verdadeiros donos da verdade.
      O fato é que temos que ter sorte de pegar um bom profissional , eu mesma já tive essa sorte e fui muito bem atendida por um.

      Excluir
    8. Que bom que eu esteja 'equivocado'. Então, o portal da Receita Federal está desatualizado, pois foi de lá que copiei e colei as informações.

      Excluir
    9. A cara de madame ... Internet esta aí pra isso, vamos denunciar, eles possuem ódio de quem julgam classe média, tem ideologia política por trás desse deboche ...Que ela seja punida por todos os crimes de assédio moral que cometeu ...

      Excluir
    10. Jim, acho que a Valéria quis dizer que vc estava equivocado na parte em que você diz que não pode trazer um smartphone (pode! mas é o mesmo caso do relógio, somente um usado. Vc pode comprar no exterior, usar durante a viagem que já não é considerado novo. Mas não poderá trazer o seu celular antigo junto) e não sobre o relógio (parte que vc copiou do portal da Receita)
      Mais informações sobre o que tem isenção vc pode ver aqui:
      http://normas.receita.fazenda.gov.br/sijut2consulta/link.action?visao=anotado&idAto=16026

      Excluir
    11. Mas, Ó Anônimo, e por que não posso COMPRAR um celular novo e NÃO trazer COMIGO o meu celular antigo? Não posso ter dois celulares, três, quatro?

      A verdade, ou o fato, é que Mariana Cavalcante deu um certeiro jab direto no anacronismo alfandegário brasileiro!
      Orra, meu, o que são 500 dólares? Não posso comprar sequer um celular!
      A menos, como disse o comentarista acima, eu jogue fora o meu celular antigo!
      Pelo amor de Deus!!

      Excluir
    12. Quer conhecer o vilão? Ponha-lhe um cargo na mão. Provérbio conhecido e verdadeiro.

      Excluir
    13. Caro Jim, volto a repetir o que falaram aqui, não foi o valor ou a cobrança, foi o tratamento para a senhora idosa cadeirante, respeito tem que ser de ambas as partes...não entendeu ou quer que desenhe????

      Excluir
  2. Vejam, nós Variguianos, sabemos muito bem como funciona a Alfândega no Galeão, eles se revezam em 4 turmas, nos seus plantões de 24 hs, e sempre, em cada turma tem um que age desta forma, são debochados, arrogantes e maldosos, fazem um terrorismo tremendo para obter os pagtos nos darfs da Receita, e outras mais. Pelo que vejo, continua tudo igual, por lá, há mais de 40 anos!

    Heitor Rudolfo Volkart

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Heitor,trabalhei por anos no setor de bagagens perdidas e vi verdadeiros absurdos. Arrogância,prepotência,desrespeito e outras coisas mais.

      Excluir
    2. Curiosidade... "fazem um terrorismo tremendo para obter os pagtos nos darfs". O que ganha o servidor com isso?

      Excluir
    3. Também fiquei curiosa. Para que conta vão os valores? Dá para saber? Não acredito que seja uma genérica.

      Excluir
  3. IMPRESSIONANTE o efeito rastilho deste post! Em seis horas está com 1 400 visualizações – sem contar os compartilhamentos no Facebook!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais impressionante é ter o mesmo relato por outras pessoas que a identificaram como a fiscal que abusa do poder que lhe é conferido. Lamentável!

      Excluir
    2. Caro Jim Pereira da índia não da para trazer uma vaca sendo assim possivelmente vieram alguns lenços, alguns vestidos de seda mas nada que justifique o que essa loca faz. Além disso as leis escritas no papel ficam a cargo e interpretação do servidor de plantão. Vc pode trazer uma câmera fotografica? Pode! Porém como fotografo tenho uma câmera e algumas lentes e ai? Qual a interpretação? As lentes fazem parte do conjunto na minha interpretação e na opnião do servidor? Servem para a mesma coisa... Além disso eu já presenciei essa louca! estava taxando pessoas com computadores usados de uso pessoal, computadores quebrados mas deviam ser funcionais, porque eu teria jogado no lixo um toshiba com 5 anos de uso, mas devia ser muito importante o que tinha dentro...a perfunta dela! Ja pagou imposto nesse computador? Não! Não?????? Então vai pagar agora! Eu teria jogado no lixo e mandaria ela a merda! Mas o cara pagou o valor de um computador novo, simplesmente pq uma louca varrida resolveu taxar alguém que viajou. A lei não é clara!

      Excluir
    3. É tão lamentável que essa maldita fique por aí aterrorizando os passageiros que em 99% dos casos aproveitam sua viagem para comprar itens pessoais para si e familiares. Não estamos falando de contrabando minha gente!!! Chega dar nojo de ser brasileira sabiam?!?! O pior é que esses mal treinados agentes agem com uma prepotência tão grande ao intimidar os cidadão brasileiros em seu retorno ao Brasil como se fóssemos criminosos. Tudo isso porquê? Por uma DARFzinha de merda?!?!?! Vamos denunciar sim, fim à prepotência, fim a falta de respeito, porque será que os politicos saem do Brasil levando bilhões de dólares roubados do nosso povo e essas criaturas jamais pegaram NENHUM?!?!?! Chega! Vamos dar um basta!

      Excluir
    4. Segue a resposta do orgão competente
      :https://www.facebook.com/receitafederaloficial/?pnref=story#

      Excluir
    5. Link correto:
      https://www.facebook.com/receitafederaloficial/posts/1258159110871290:0

      Excluir
    6. Qualquer órgão público, de qualquer país, depois de constatar que corre uma denúncia contra ele ou um dos seus servidores, com mais de dois milhões de leitores, divulga uma resposta.

      Excluir
    7. Li a 'resposta' da Receita Federal... "roupas caras".... duas mulheres... entendi perfeitamente!

      Será que uma delas, a que estava trazendo as "roupas caras", estava trazendo toneladas? E se esta tivesse oferecido quatro dessas "roupas caras" à senhora servidora?

      Não justifico o descaminho, mas não tolero o terceiro-mundismo REAL num país que se acha!...

      Porra! Quem é que ainda compra 'contrabando' (não falo de drogas, nem de armas) no Brasil?
      Se ainda existe comprador para esse 'contrabando', isto é, se ainda existe gente que compra um celular trazido dos EUA, acrescido o lucro do viajante, isso só significa que o preço final no Brasil é um assalto!
      Esta é a grande questão! E é contra ela que os brasileiros devem lutar. Mariana Cavalcante, muito provavelmente sem querer, deu um bom pontapé de saída!

      Excluir
    8. Sr Jim, vossa senhoria conhece o Estatuto do Idoso? Sabe que é obrigação do Estado e da sociedade, assegurar à pessoa idosa a liberdade, o respeito e a dignidade, como pessoa humana e sujeito de direitos civis, políticos, individuais e sociais, garantidos na Constituição e nas leis.Essa sua colega está ali no aeroporto representando o Estado. Assim, deveria facilitar o atendimento à pessoa idosa. Como advogado aconselho a colega processar a Maria administrativamente, civilmente e criminalmente

      Excluir
  4. Oi meu nome e Marlucy no dia 13 de junho 2016 minha mae passou maior humilhiacao na mao dessa senhora estupida deszumana ,minha mae chegou dos USA e ficou foi 6 hs com essa podre fiquei muito triste ,e minguem faz nada espero muito que vc consiga puni essa indeliquente ,muito obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esta senhora que se diz auditora da receita já está sendo rastreada e terá o seu fim por meios ilegais na mesma forma como age. Fiquem tranquilos.

      Excluir
    2. Thomaz Raposo de Almeida Filho28 de setembro de 2016 23:13

      Basta denunciar formalmente o fato ao Delegado da Receita Federal no Ministério da Fazenda.

      Excluir
  5. Fui vítima dessa servidora tmb, paguei o darf para evitar maiores transtornos, pois já estava cansado da viagem de retorno ao Brasil.

    ResponderExcluir
  6. Respostas
    1. Garanto que na viagem que faz vem carrgada e linda e sorridente, já nós temos que pagar valores absurdos...

      Excluir
  7. A historia precisa ser melhor contada. Não tem voo direto da India e essa viagem dura mais que 24h, essa fiscal foi super, mega , hiper respeitosa conosco, numa cordialidade imensa. Estávamos com uma criança pequena. Acho que se uma senhora tem idade para fazer uma viagem tao longa, tem condições de esperar, uma vez que ;e sabida, pela fila da Algandega. Agora, o que será que trouxeram? La pelas bandas de la, tem muito ouro barato.... Vamos contar a historia melhor...
    Tomara que ainda leve um processo por expor uma foto pessoal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada,repito,NADA justificaria um comportamento abusivo desses.Aqui mesmo já apareceram quem disse ter sofrido nas mãos dessa mulher que deve ser desequilibrada e mal amada,só pode!!!!Até nas ditas operações da polícia federal,como a Lava Jato por exemplo,os presos são tratados com maior dignidade e respeito.Que isso,uma senhora de idade´,cansada,sendo tripudiada,vítima de comentários jocosos,etc......é não ter a menor condição de estar em uma profissão que lida com o público.Como disseram seus próprios colegas,ela sempre pega um para torturar e dar seu show,absurdo,surreal!!!Flávia Gouveia

      Excluir
    2. Por favor: aonde estão as fotos, vídeos e documentos do ocorrido. Após isto poderemos ter uma opinião de fato e real.

      Excluir
    3. Angélica Rodrigues,vc também deveria ser processada por insinuações maldosas.Na bagagem de Mariana Cavalcante, com certeza não tinha nada(só sendo muito burra pra expor algo na mídia,que venha abonar sua conduta) que justificasse um multa tão alta e um comportamento totalmente maluco dessa senhora!!!

      Excluir
    4. Ou seja, idoso não tem direito de viajar não, minha senhora? E quando viaja tem que ser mal tratado? Você quer que a pessoa detalhe item por item o que trouxe de viagem só para sanar sua curiosidade?
      Mesmo se elas trouxeram mercadoria indevida ou além da capacidade isso deveria ser notificado, taxado ou retido, mas sem abuso de poder. A história foi muito bem contada. Pare de tratar como algós quem de fato foi a vítima.

      Excluir
    5. Angélica Rodrigues, já fui pra Índia e, na volta, aguardei apenas por 1 hora e meia na África do Sul para meu retorno à São Paulo. Eu tbm contaria da mesma forma o horário total do vôo. Não importa o que ela trouxe;importa o tratamento que foi dado. Eu por exemplo, fui a trabalho e não trouxe nada de valor. Da mesma forma fui parada e revistada com deboche.

      Excluir
    6. Angélica Rodrigues, tomara q vc tenha condições um dia de sair do país, e quando voltar, eu desejo q vc encontre essa gracinha de pessoa p te receber! Vc é juíza? Ah pensei........

      Excluir
    7. ela nao disse que fez um voo direto!! vc é amiga dessa ridicula...

      Excluir
    8. Vc deve ser parente dela.defender ato grosseiro assim, não dá neh !

      Excluir
    9. Angélica vc tem problema mental ? Manter uma senhora de 85 anos 6 horas na alfandega ? A moça tem q expor sim. E essa mongoloide auditora tem q ser julfada sim. Vc deve ser amiguinha dela

      Excluir
    10. Angélica vc tem problema mental ? Manter uma senhora de 85 anos 6 horas na alfandega ? A moça tem q expor sim. E essa mongoloide auditora tem q ser julfada sim. Vc deve ser amiguinha dela

      Excluir
    11. Acredito dona Angelica, que a senhora NUNCA deve ter feito uma viagem international pra esta escrevendo isso!!! E em qual paragrafo que ela disse ter feito um vôu direto?

      Excluir
    12. Angélica o seu comentário só pode ser justificado como CORPORATIVISTA. As alternativas são amizade ou parentesco... Lamentável !!!

      Excluir
    13. Esse comentário da a Angélica, sem dúvida é encomendado!!!! Fica claro para qualquer um que tenha um mínimo de inteligência...

      Excluir
    14. É claro que a tal da Angélica tem interesses nisso. No mínimo deve ter recebido algum privilégio pra depor a favor... será que foi pão com mortadela???????

      Excluir
    15. Lógico que não existe voo direto da Índia,desconheço aeronave com autonomia de 24 hr.Isto não invalida o que expressou a pessoa que reclamou, sem falar que outras pessoas confirmaram a existência desta soberba .

      Excluir
    16. Dona Angélica,
      A senhora vive em qual planeta mesmo heimmm... Bommm essa sua ironia não vai ajudar essa serventuária publica.
      A senhora também deve ser desse tipo de pessoa que abusa do poder, Como se manifesta aqui concedido a palavra a senhora escreve esse monte de merda!!!!!! e acha isso bonito!!!!!
      Pode ser que ela contrate a Sra pá advogar pra ela... Dona Angélica antes de escrever na próxima vez seria melhor a Sra na falar merda.

      Excluir
    17. tem sempre uma porcaria de uma angélica.

      Excluir
    18. Gente, a Angélica é amiga dela. Não percam tempo respondendo pra ela.
      Mariana Cavalcante, faça o que tiver que fazer pra tirar essa pessoa sem escrúpulos da nossa passagem.

      Excluir
    19. Espero que acontece com a sua VO', Moro no TX e toda vez q venho ao Brasil e esse abuso de poder... Desejo a vc que aconteca com a sua vo ou a sua Mae, e que durante esse periodo de Simple $ horas de Espera elas tenham um atacque cardiaco. Pra vc poder enterrar seu pe na boca. Sua ... Enfim te chamar de que?

      Excluir
    20. Espero que acontece com a sua VO', Moro no TX e toda vez q venho ao Brasil e esse abuso de poder... Desejo a vc que aconteca com a sua vo ou a sua Mae, e que durante esse periodo de Simple $ horas de Espera elas tenham um atacque cardiaco. Pra vc poder enterrar seu pe na boca. Sua ... Enfim te chamar de que?

      Excluir
    21. Seja la o que for, se o ouro é barato além de ser caracterizado como uso pessoal não iria pagar 1500 reais de taxa!!!!! Quanto custa a grama do ouro? Um pingente custaria 1000 reais. Ela não é cordial! Eu vi ela fazer coisas absurdas as 5 da manha!!!!!!!! Ela não é taxada, garanto!

      Excluir
    22. Deve ser a namorada dela pra ficar nessa defesa toda

      Excluir
    23. Apesar de nao existir voo direto da India, se ela disse ter tido um voo de 14 horas é pq fez conexao em Dubai, AbuDabi ou Doha e somente considerou o ultimo voo pra relatar o caso.

      Excluir
    24. Desumana, infeliz, mau amada,desrespeitosa.Que Deus te castigar!

      Excluir
  8. Sim, é verdade, quanto melhor contada melhor será a história – e mais eficaz a denúncia.

    Mariana Cavalcante disse que chegou de uma viagem. Não falou de voo direto.

    ResponderExcluir
  9. Impressionante mesmo! Neste momento a postagem está com 11 590 visualizações!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não tem nada de util
      para fazer, pega um livro
      e vai estudar para talvez se
      tornar humano Jim???

      Excluir
    2. Jim que emprego bom, nada para fazer, só contando para a sócia, e o alto salario
      Sai dos Impostos do Tabalhador?

      Excluir
    3. O senhor so se preocupa com o número de visualizações meu caro. Acorda

      Excluir
  10. Boa noite, meu nome é Jorge Siciliano e meu e-mail é jorgesiciliano@ymail.com, lamentável o ocorrido, eu estava em uma sala de assuntos sobre tecnologia e dois homens estavam conversando sobre esta senhora, funcionária da Receita Federal, a qual merece meu respeito como ser humano. Escreviam que se ela nunca soube o que é ter problema a partir daquela data ela iria saber o que é ter um hacker como sombra em sua vida, ainda tentamos mudar o pensamento mas não houve bom senso com os colegas de sala. Resumindo eles já tinham todas informações referentes a vida desta funcionária. Obrigado e desculpe pela extensão do comentário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei! Aqui se faz, aqui se paga! Espero que essa dona FISCAL DO GALEÃO (que se acha rainha do mundo) pague muito caro por todo constrangimento causado a essa senhora!!!! No mínimo uma pessoa revoltada com a vida!!!

      Excluir
    2. Não entendi nada Jorge Siciliano! ??

      Excluir
    3. Que bom que existem pessoas como você que não se acomodam, e vão à luta contra essas pessoas que se arvoram do cargo pra desrespeitar pessoas dignas, os tais dos "micro poderes" aos quais meu marido e eu já fomos vítimas, não aqui mas, nos EEUU,
      Processe esta senhora que não competência,educação,compostura pra estar na posição que ocupa.

      Excluir
  11. Óbvio que há excesso de zelo pelo pessoal da Alfandega no Galeao. Na época em que eu trabalhava no aeroporto, este zelo era o para ganhar vantagens em benefício próprio. Verdadeira extorsão e todos nós sabíamos. Não acredito que seja o caso atualmente mas já passei por uma meia dúzia de situaçoes,como passageiro, na qual o agente alfandegário age como se estivesse lidando com criminosos. Daí para achacar, humilhar e amedrontar é um pulo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse país é pura hipocrisia!
      Basta ter bons contatos que se passa até com containers.
      Se for amigo do rei,o ceu é o limite!
      E vamos combinar,$500 dólares é um deboche com o brasileiro!

      Excluir
  12. É só mais uma de tantas e tantas outras no Brasil. Funcionários autoritários é quê não falta. O brasileiro tem quê aprender a denunciar estes abusos. Deveriam ter chamado a polícia imediatamente.

    ResponderExcluir
  13. http://vejario.abril.com.br/materia/cidade/carioca-denuncia-auditora-fiscal-do-aeroporto-galeao-por-abuso-de-poder

    ResponderExcluir
  14. Que absurdo,não há o que acrescentar,abuso de poder,falta de respeito,de decência no trato com as pessoas.Há seres humanos ridículos,lamentáveis mesmo.E qta gente para dizer que essa criatura faz isso sempre,escolhe a sua vítima para torturar,espezinhar....nojo de gente assim,que não sabe tratar outro ser humano com um mínimo de dignidade!!!Isso mesmo,processe,busque os seus direitos!!!Flávia Gouveia

    ResponderExcluir
  15. Uma funcionario com este perfil que trabalha para o governo deveria ter vergonha na cara de sua atitude, e ser exonerada de seu cargo pois nos contribuintes e quem pagamos o salario desta funcionario que nao tem nenhum carater para estar exercendo suas atividades desta forma.A punicao deve ser exemplar para outros funcionarios nao tenham a mesma intencao de tripudiar seu poder sobre qualquer cidadao brasileiro.

    ResponderExcluir
  16. Eu também tive problemas com essa senhora!!!!
    Paguei o assalto que ela me cobrou por um Ipad que eu tinha levado do Brasil,
    sobre uma configuração que ela escolheu na hora. A Configuração mais cara, ao bel prazer.

    ResponderExcluir
  17. Fato: o idoso tem prioridade.
    Fato: minha mãe, de quase 90 anos, foi ignorada pela SRF e pelo TFR.
    Fato: cobram-lhe imposto de 2001 executado em 2011, prescrito.
    Fato: um note pode custar menos que 400 dólares.
    Fato: recebi recente reclamação de empresa chinesa, mudamos de aeroporto.
    Fato: o Brasil é uma zona!

    ResponderExcluir
  18. 42 448 visualizações, até o momento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eeeeeeee...?????????

      Excluir
    2. Jim Pereira. Tomara que aumente mais ainda. Já apareceram várias vítimas da Santa criatura. Tá todo mundo mentindo né? Resolveram armar um complo? Tá parecendo discurso de petista isso kkkk

      Excluir
    3. Caso queira que a justiça seja feita, como vc mesmo disse ser advogada, tome providências jurídicas e não tente comover a opinião popular. Todos temos, já tivemos ou iremos ter um problema assim. Irei resolver na justiça e não no Facebook.

      Excluir
    4. Com toda a certeza, neste momento mais de um milhão de pessoas já leu a denúncia! No Brasil, Portugal, Espanha, França, Estados Unidos, Canadá...

      Excluir
    5. Muita coisa na "justiça" do Brasil só é resolvida quando há comoção, algum respaldo de opinião pública. Além disso através dessa denúncia do Face várias outras vítimas de manifestaram!

      Excluir
  19. Passei por um constrangimento desses no aeroporto de Frankfurt na Alemanha. ..o fiscal simplesmente me humilhou de todas formas...que nem dá para escrever aqui...só faltou dizer que eu estava entrando na Suíça para ser prostituta. Sendo que minha prima é casada a 20 anos com um suíço e eu ia visitar ela.
    Fiquei muito mal e demorei a me recuperar disso...
    Vejo que não é só no exterior acontece isso...lamentável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nao é so na Suiça,em quase todos os aeroportos do mundo, a espontaneidade da brasileira é vista em sentido pejorativo com leviandade.

      Excluir
    2. Isso aí que vc descreve na Suíça não é fiscal da receita - ASSUNTO QUE ESTÁ SENDO DEBATIDO AQUI. Esse cara era da Imigraçao. Nao compare alhos com bugalhos. Tira o fovo da discussao.

      Excluir
  20. Eu conheço essa pessoa. Já fui vítima da arrogância e da insensatez dessa mulher também, qdo voltava de New York com minha filha e com apenas uma malha para as duas. Minha sorte foi que não encontrou nada para taxar, caso contrário nos prenderia lá por 4, 5 ou 6h, como há relatos na foto do Facebook. É muito fácil jogar dúvidas sobre o relato da Mariana, ao invés de buscar informações... Assessem a postagem no Facebook e leiam os INÚMEROS relatos que confirmam a atitude RECORRENTE dessa servidora, que, justamente por ser servidora e ter o salário pago pelo cidadão, deveria cumprir com seu dever sempre pautada no respeito ao contribuinte em primeiro lugar. Uma pessoa diz, nos comentários da foto, que foi taxada em TRÊS MIL REAIS pir eletrônicos antigos e de uso pessoal, como uma câmera fotográfica usada, com fotos antigas, inckusive de uma gravidez. O mal de gente que deixa o poder subir à cabeça, é achar que todos devem ser tratados com descortesia mesmo que não haja prova de delito algum. Os desmandos dessa senhora realmente precisam parar e Mariana é corajosa em buscar os meios legais para isso, como diz em seu texto. Palmas para essa cidadã!

    ResponderExcluir
  21. Se esta pessoa fará uma representação sinal de q nada q trouxe é ilícito. E tem pessoas q adoram tem um dia de estrela e essa agente conseguiu.

    ResponderExcluir
  22. Baixa a lenha rapidinho ela vai sumir !

    ResponderExcluir
  23. Esse país é uma bosta, um antro de corrupção e desrespeito onde quem manda são políticos safados e funcionários públicos cheios de privilégios.

    Pagamos isso com nosso eterno subdesenvolvimento.

    ResponderExcluir
  24. O Brasil vive nas mãos desses lixos a décadas. Passei por muitas em voltas ao Brasil. O visual deles já é de quadrilha.
    Oitavo mundo isso ai.

    ResponderExcluir
  25. Entendo que como todo trabalhador o fiscal da receita também precisa executar sua função, porém pra tudo tem limite. Passamos pelas mesmas coisa nas mãos dela, ela se excede e vai além do seu trabalho, abusa da sua posição, faz ameaças, é grosseira, arrogante e autoritária. No nosso caso fomos passar lua de mel na Europa e nosso último destino foi em Roma. Passamos 15 dias e voltamos com 3 malas e 1 de mão, o que justificava pelo fato de termos ido em lugares com climas diferentes e no meio termos feito um cruzeiro, lembrando que é permitido 2 malas por passageiro mais 1 de mão, essa mulher perguntou de onde víamos e quanto tempo tínhamos ficado, falamos naturalmente, mas ela achou que estávamos com muitas malas e mandou abrir. Ela abriu tudo que tinha na mala, abriu até saco de calcinha e cueca, olhou meu shampoo e creme de uso pessoal e ficou falando da marca como se fosse caro, falei que tinha trago daqui e que era de uso pessoal, afinal 15 dias preciso lavar o cabelo né? A gente tinha trago alguns suvenir pra dar de lembrança pra família e pra nossa casa nova, tinha imã de geladeira, caneca, lápis, coisas que não custaram nem 1 euro, mas ela fez questão de pedir a notinha de tudo, questionou os valores, mesmo os que tinham etiqueta, fez comentários sobre minhas compras no Cruzeiro, do tipo "hum essa bolsa é bonita, duvido que tenha pago só isso". Como meu marido é organizado, tínhamos as notas de tudo, mas óbvio muitas coisas não identificávamos nas notas pois elas estavam em grego em alguns casos, entregamos todas as notas pra ela e a mesma disse "que língua é essa? Não dá pra saber o que é, procura vcs"... Como se a gente tivesse a obrigação de saber grego. Chegou ao ponto dela ir na internet pra pesquisar o valor de uma cerâmica que tinha sido 5 euros. O chefe da alfândega tinha liberado uns queijos que trouxemos e ela quando viu gritou alto pra todos e com ar de deboche "queijo tá liberado galera?" Como ninguém respondeu ela, a mesma continuou com insinuações, deboches e agressividade. Depois de quase 2h e sem ter mais o que argumentar, Pq efetivamente não trouxemos nada de valor, ela liberou a gente soltando piadas.
    Caroline Gomes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caroline, entre em contato com a Mariana!! Ela precisa de relatos como o seu!! ;)

      Excluir
  26. Também fui vítima desta senhora!
    Realmente um verdadeiro terror psicológico.

    ResponderExcluir
  27. Tanto a passageira quanto sua mãe, sofreram vários tipos de abuso. Tem que ser punida sim, exonerada!
    As pessoas deveriam ter mais atenção ao ler um texto e interpretá-lo. Tomara que haja mais denúncias referente ao trabalho dessa pessoa! Cadeia nelaaaaa!

    ResponderExcluir
  28. Lembram do surfista que teve sua prancha retida? Detalhe, ele estava participando de um torneio no qual representou nosso país.

    ResponderExcluir
  29. Senhora , creio que está havendo algum engano de sua parte . Ela é auditora da Receita Federal , não pequena autoridade como definida pela senhora , pois exerce , com honradez , função típica e privativa do Estado . Tem formação cultural compatível com a que a senhora diz que tem , além de uma família conhecida no poder judiciário . Talvez a senhora tenha interpretado mal a atitude da servidora , sempre de conduta ilibada . Talvez quem tenha que responder criminal e civilmente não seja ela , pois a senhora está usando o face para denegrir uma profissional com 30 anos de carreira . Pense bem no que está fazendo , pois poderá reverter contra a senhora . Explique o que trazia . Falar em 4 horas de inspeção , só leigo acredita nisso . Quem a conhece , não acredita na sua estorinha . Provavelmente , um mal entendido .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hauahauahauhauaua melhor resposta, deve ser

      Excluir
    2. Beth temos um problema SÃO VÁRIOS RELATOS com a mesma auditora!

      Excluir
    3. Mas tem varios depoimentos de vítima desta senhora! !

      Excluir
    4. Como assim um engano? Não bastam todos os relatos? Perde tempo escrevendo uma mensagem tão longa, mas não perde tempo lendo os inúmeros relatos de "show" desta senhora? Isso é abuso sim e está por acabar os seus 30 anos de poder abusivo. Nós pagamos os seu salário, ela nos deve respeito!

      Excluir
    5. Pela redação, essa "beth" é, além de amiga pessoal da fiscal, uma bêsta quadrada... Escreveu "estorinha", e depois "provavelmente um mal entendido" Pois é, um mal entendido de horas de maus tratos de uma fiscal que tem sim autoridade, mas com certeza abusa dela. Um dos piores exemplos de gente é o que abusa da autoridade, seja ela pequena, média ou grande. Tem que ser levada à justiça, como exemplo do que não se deve fazer!

      Excluir
    6. Beth , vc tinha que passar por essa debochada para ver como ela é. Tá defendendo? É parente?

      Excluir
    7. "familia conhecida do meio do judiciario" seria uma ameaça??????

      Excluir
    8. Imagine só, agora no Brasil ter família no judiciário é tido como certificado de bons antecedentes e boa postura no desempenho das funções de trabalho público. Meu avô é delegado, meu pai juiz então posso pintar e bordar que tá tudo certo?? é muito deboche.

      Excluir
    9. Essa Beth deve ser retardada mesmo. Muita gente reclamando do mesmo comportamento da Fiscal, que espero seja punida, já que eles pensam que são superiores.

      Excluir
    10. O que vc quer dizer com "uma família conhecida no poder judiciário"?? Isso é uma ameaça a não dar em nada???

      Excluir
    11. Dezenas e mais dezenas de relatos tanto na postagem da moça que delatou, quanto em várias outras postagens de meios de comunicação, comprovando o ABUSO RECORRENTE dessa servidora, e a Beth vem falar em "engano"?! Querida, eu mesma fui vítima dessa maluca em outubro de 2015. Vá catar coquinhos!!! ..."família conhecida no poder judiciário". Isso é uma ameaça à moça que denunciou e que vc, de forma ignorante, acredita estar falando por aqui?! CUIDADO!!! Ameaças dão cadeia.

      Excluir
    12. claro que é uma ameaça,tão ignorante que escreveu diante de todos nós que estamos participando desse debate devemos copiar esta pagina, especialmente este trecho que diz respeito a estas ameaças da tal Beth.pq se a familia do judiciario fizer a pagina sumir,todos teremos uma copia.

      Excluir
    13. " FAMÍLIA CONHECIDA NO PODER JUDICIÁRIO ".entao tendo conhecidos a lei muda????

      Excluir
    14. Não acredito no que estou lendo!! Você veio aqui AMEAÇAR? Tipico no velho e bom estilo do" vc sabe com quem vc está falando?". Pelo amor de Deus mulher, EVOLUA!!!!

      Excluir
  30. Ha de lembrar que estes sao funcionarios e pago com dinheiro do contribuinte e no top da cartilha de conduta deveria constar a palavra RESPEITO, sao estes representantes do poder publico e nao xerifes enquadrando pessoas. A Senhora que faz a denuncia por favor capriche nas açoes e providencias. Uma vez que uma servidora mal carater como essa va pra degola os demais que costumam ter o mesmo tipo de comportamento pensarao e muitas vezes antes de praticar ato tao vil como este!

    ResponderExcluir
  31. Pois é de como for com tantos compartilhamento ja é o suficiente pra ver a indignação so povo! Já passei por isso tb! Voto pelo fim dos abusos!

    ResponderExcluir
  32. É uma infeliz essa coitada.sil.

    ResponderExcluir
  33. Este papo de excesso de zelo, não é verdade, os defensores desta senhora devem ser amigos ou partidários das arbitrariedades que ela pratica. O galeão tem histórico em maltratar e debochar de pessoas que chegam de viagem. Não adianta agora querer defende-la pois não cabe defesa. A prática é recorrente e ninguém aguenta mais. Parece-me que lá não tem comando e cada um quer aparecer mais que outro em determinado horário.

    ResponderExcluir
  34. Pessoas iguais a esta senhora Maria Lucia Lima Barros devem ser afastadas imediatamente do cargo e passar por um rigoroso tratamento psiquiátrico para se descobrir o real motivo de tanta truculência e arrogância. Elas transformam o ambiente de trabalho em um verdadeiro inferno. Aqui em Lisboa, temos o caso do senhor Mota, funcionário da rede de emissoras de rádio entre as quais temos a Renascença; pois muito bem, esta feroz e insana criatura tem um alto cargo no prédio da referida emissora. Aproveitando-se disto, ele trata todos os seus subordinados com uma crueldade hitlerista. O mais triste é se saber que este respeitável grupo de comunicação pertence a igreja católica. Este cruel e desumano cidadão transformou a vidas de vários que lá trabalham em um martírio diabólico. Tomara que este emu desabafo chegue ao conhecimento dos seus superiores e o sr. Mota seja, finalmente, exorcizado daquele local. Amém!

    João Sebastião Ribeiro

    ResponderExcluir
  35. Ela deve ser doente e , como tal, necessita de tratamento e, portanto, deve estar "internada" em alguma casa de saúde especializada, e não descarregando seu mau humor e frustração em cima de inocentes e pacatos cidadãos, que pagam pra não se aborrecerem! Já é tempo do cidadão "acordar" pra tantos absurdos que se vê por conta de "carteiradas" de ínfimas autoridades, que passam por invisíveis por conta do temperamento plácido , inerente do povo brasileiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é que nós pagamos por este tipo de pessoas, e se ficar internada, teremos que pagar a internação dela. Deveria ser excluída do quadro de fiscais da receita. Acorda Brasil !! Este país não vai para frente pela impunidade e falta de respeito com o próximo !

      Excluir
  36. Quantas histórias podem ser contadas nesse ítem grotesco né mesmo? Quem viaja por aí sabe muito bem como que a banda toca...

    ResponderExcluir
  37. Ja passeinpor ela num dia em que, de manha, estava com as esteiras fechadas e ela sentada vom cara de sono deixando todo mundo passar. Vai entender.....

    ResponderExcluir
  38. É, com certeza, mal amada além de possuir sérios problemas psicológicos!... Não há motivo plausível nesta sanha em agir de forma tão truculenta!... Uma representação fundamentada à CORREGEDORIA da Receita Federal irá, certamente, gerar um competente PROCESSO DISCIPLINAR ADMINISTRATIVO (PAD) que irá colocar a sra. servidora pública em seu devido lugar, bem longe do cidadão que paga o seu polpudo salário com os impostos!...

    ResponderExcluir
  39. USE OS DIREITOS DO IDOSO E METE UM PROCESSO NA LOMBA DELA.

    ResponderExcluir
  40. Abusos de autoridade são característicos de pessoas incompetentes e de baixa autoestima, que se aninham sobre um pedestal, de onde evidenciam suas deficiências intelectuais e morais. (LSMJ)

    ResponderExcluir
  41. Pois ela esta precisando e achar uma louca que da uma bos tapa na cara dela , mesmo que seja presa, para ela apreender ter respeito, quem nao sabe tratar as pessoas nao merece ser respeitada ,

    ResponderExcluir
  42. No livro "Mentes Perigosas", de de minha "prima" Ana Beatriz Barbosa, existe uma página falando sobre gente como essa mulher, psicopatas que entram para o serviço público, buscam cargos de destaques só para exercer, com muita competência, suas insanidades sobre as pessoas... - Chico Potengy

    ResponderExcluir
  43. engraçado mesmo.
    vi sua materia e não e so assim ai no rio não, aqui em são paulo é a mesma coisa.
    voltei co canada com algumas bobeiras e tb tive que abrir minha mala passar o maior constrangimento isso pq sou brasileiro, e não tinha nada de mais.
    enquanto isso vários passando por traz de mim com umas bagagens enorme e varias coisas.
    tenho vergonha deste Brasil, na verdade não do Brasil e sim dos poderes que dão ao povo Brasileiro para o qual tem um poder a mais que o outro ja acha que é tudo na vida.

    ResponderExcluir
  44. Já já a justiça divina mostrará a ela o que ela merece !!!

    ResponderExcluir
  45. Esse tipo de constrangimento tem que ser levado ao ministerio pubçlico e pedir a transferencia de uma sujeita como essa,já que tem muitas reclamações dela e ate mesmo dos proprios colegas dela

    ResponderExcluir
  46. Deveria ser analisada para ser repreendida ! Não se trata um cidadão ou uma Sra de idade desta maneira desrespeitosamente !!!

    ResponderExcluir
  47. Nada, absolutamente nada, justifica o comportamento.
    Afinal é a própria vítima quem paga o salário da dita auditora.
    O passageiro não impediu o funcionário de exercer seu trabalho. O servidor público tem um código de conduta que implica em demissão se não observado.

    ResponderExcluir
  48. A essa altura, esta senhora já deve estar "a caminho dos trabalhos burocráticos". É muita denúncia!Também viajo, uso o aeroporto internacional Rio, mas nunca tive o desprazer de encontrá-la. Perdi a chance...vai sumir, por uns tempos.

    ResponderExcluir
  49. ELA É UMA CIDADÃ BRASILEIRA IGUAL A TODO MUNDO LEVA ELA PARA A JUSTIÇA......SIMPLES....

    ResponderExcluir
  50. Graças a Deus viajei durante anos passei ate com coisas a que eu deveria passar e nunca tive esse constrangimento deve ter sido sorte mais se ela faz isso com migo eu uria preza porque eu meteria a mão na cara dela voce faz muito bem processo em sima dessa ridícula babaca.

    ResponderExcluir
  51. Infelizmente o brasileiro é em média um povo mole, egoista e preguiçoso. Só pensa em sua vida particular. O cidadão brasileiro não é respeitado porque não se dá o respeito. Tratam o cidadão de bem como se fosse bandido. Se todos fizessem igual a essa pessoa que foi destratada pela fiscal isso não ocorreria. Eu gostaria de dar os parabéns a essa cidadã que fez o seu papel denunciando essa fiscal idiota.

    ResponderExcluir
  52. Pra mim ficou parecendo que a passageira ficou putinha por ter tido a muamba taxada e agora vem com essa lenga-lenga da avó idosa esperando. Sim, leva tempo pesquisar os preços estimados dos produtos e calcular o valor das taxas, se não quer fazer sua vózinha ficar esperando, já deixa tudo declarado e não tenta fazer a louca e passar batido no nada a declarar.
    Se eu fosse a servidora eu iria processar essa muambeirá por ter me achincalhado assim nas redes sociais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entre a passageira "putinha" que deu a cara, até para ser "processada", e um ou uma covarde anônimo/a, fico com a primeira! Apoiando-a no que me for possível.

      Excluir
    2. Hihihihiihihihihihiihihihihi

      Excluir
    3. Você é uma pessoa sem noção. Veja: aquilo que deve ser tacafo por nossas leis medievais que seja! Mas NADA ABsOLUTAMENTE NADA JUSTIFICA TRATAR ESSA MULHER OU QUALQUER PASSAGEIRO DA GIRMA DESCRITA E AQUI TANTAS VEZES DENUNCIADA!NEM SE FOSSE UMA CRIMINOSA. Faça seu trabalho com dignidade!

      Excluir
  53. Como já disse anteriormente, a esta altura do campeonato, a denúncia de Mariana Cavalcante já deve ter sido lida por quase dois milhões de pessoas!
    Além dos compartilhamentos via Facebook, multiplicados ad infinitum, temos também os repasses via e-mail, etc...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só aqui no blogue já são 283 971 visualizações!

      Excluir
  54. O Brasil poderia ter um sistema mais profissional de taxação. Simples assim. Mesmo que em países de primeiro mundo não tenha (até porque o problema com importação de coisas legais não é na mesma proporção). Digamos... Ok, a viajante com sua avó poderia estar acima dos limites dos 500 dólares? Talvez. A Fiscal deveria ser educada e etc etc ? Claro que sim. É obrigação. Óbviamente, não vivemos na ilha da fantasia, e é MUITO comum pessoas, principalmente em alfândega, cometendo sonegação, fazem-se valer de bravatas como "COMO ASSIM VOCÊ ESTÁ FALANDO ASSIM COMIGO? ORAS, SOU - IDOSO - DEFICIENTE - FILHO DO DEPUTADO X - EMPRESÁRIO Y E CONHEÇO SEU CHEFE" entre outras besteiras corriqueiras.
    O que a justiça deve investigar e analisar é: O que justificou o terrorismo (que convenhamos, devem acabar, pois é comum para vários fiscais... muito comum o relato de "melhor pagar senão a multa vai ser pior")... Porque a mulher levou tanto tempo? Seria necessário mesmo 6 horas para a verificação das bagagens? Foram 6 horas? Como que trazem uma Darf de 1500 reais sem especificar a taxa exata. Se fazem isso, é porque a lei permite. Talvez precisássemos de uma maior profissionalização na taxação, principalmente dos grandes Aeroportos. Alguém trouxe um Ipad 2 wifi, não pode ser taxado como ipad 3 air 4G...mas as leis Brasileiras permitem que taxem assim sem choro. Já que leva 4, 5 horas a verificação mesmo, não é pra existir um mega problema em perder meia hora para o cidadão mostrar num computador com internet o valor do produto que ele comprou.... mas enfim... aqui é Brasil.

    ResponderExcluir
  55. Não acredito que a servidora Maria Lucia Lima Barros volte a trabalhar na alfândega do AIRJ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parecido com este caso, me ocorreu em 2002..mas foi com uma outra Maria(Nazareth), que nunca me esquecerei...Eu grávida de 07 meses, com meu filho de 01 e mio no colo, vindo da Europa e ela me fez abrir todas as malas(eram 02) e simplesmente espalhou todos os meus pertences sobre o balcão me causando um constrangimento, pois havia bastante pessoas no local, e ela abriu até os presentinhos sem nenhum pudor, mesmo eu mostrando as notas do que havia comprado..isso levou mais de 2 horas, nem meu filho chorando aos prantos e nessa altura eu também, a comoveram..A certa altura eu pedi apenas que me desse o rolo da cãmera pq o que importava pra mim estava contido ali, o restante ela podia ficar ..mesmo assim, ela me fez permanecer em pé por longas 2 horas...nisso veio um outro fiscal, olhou minha mala, fechou e me liberou..mas o que senti, foi total impotência diante de tanta arrogância e abuso de poder...o mesmo estava acontecendo com outras pessoas que "caíram" no filtro da Sr Maria Nazareth...até pesquisadora da FioCruz teve que deixar seu laptop com material de pesquisa..um verdadeiro absurdo... Mas tomar que a justiça seja feita, e que estas 2 Marias sejam punidas pelos seus atos.Márcia

      Excluir
    2. Essa é o tipo de mal amada que merece ser agredida pra deixar de ser vagabunda se fosse comigo ela iria estar com a cara mais feia ainda

      Excluir
    3. Também não acredito...

      Excluir
    4. Ontem , quando vi a ese post , entrei no facebook da madame , e estava bonitinh , agora tentei esta sem fotos , informacoes , tem nadinha la,se deu mal .

      Excluir
  56. O BRASIL MOSTRANDO SUA CARA!

    ResponderExcluir
  57. Pergunta: Por que a vítima não declarou os bens? Não percebem que esses R$ 1500,00 de impostos se trata, salvo avaliação contraditória, de sonegação? É dinheiro subtraída das nossas escolas, dos nossos hospitais.... Só no mesmo no Brasil que o sonegado vira vítima e o fiscal réu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Provavelmente o senhor (a) faz parte do grupo de servidores públicos...
      Acredito no ditado "um erro não justifica outro". Se a passageira errou por não declarar, se é que era bem assim... (parece que agora tudo será apurado legalmente), não dá o direito à senhora fiscal em questão se portar da maneira descrita. Acho que as pessoas deveriam se tratar umas às outras com mais profissionalismo e um mínimo de respeito.
      Já passei pela a alfandega do Rio também e é sim fora do normal.

      Excluir
    2. E daí??????? Bastava que a Sra auditora fizesse seu trabalho com dignidade fazendo valer as leis medievais desse país. Mas DESTRATAR DEBOCHAR HUMILHAR QUALQUER PESSOA, ISSO NÃO! !!

      Excluir
  58. Sinceramente, chego a ter uma sensação de morte depois de ler tantos comentários indevidos e histórias com a mencionada auditora.
    Cheguei dos EUA faz 3 semanas. Fui para o GIG e estava simplesmente em pânico ou desespero de passar na alfândega. Era uma sensação de morte.
    Eu tinha 3 malas com 32kg, uma mochila e uma carry on.
    Morei em NY por dois anos e estava retornando ao Brasil. A minha vida estava dentro das malas.
    Peguei a fila de nada a declarar. Na bifurcação, um homem fazia um "sorting" de acordo com a quantidade de malas que a pessoa tinha. Mandava para o rx ou deixava passar. Eu fui sorteado.
    Coloquei todas as minhas coisas no rx, logo após, um agente pediu que eu colocasse as malas na bancada.
    Perguntou se eu tinha eletrônicos. Logo disse que sim e que estava me mudando. Ele pediu comprovações de mudança. Eu apresentei.
    Mesmo assim ele pediu que eu abrisse duas malas. E ele simplesmente constatou que eu estava me mudando e me liberou.
    Ele foi totalmente educado. Inclusive ofereceu ajuda com as malas.
    Fiquei triste por algumas pessoas que estavam sendo revistadas e tiveram que pagar a tal taxa.

    Sinto muito pela sua experiência abusiva por parte da agente e realmente espero que você vença esta ação.
    Não concordo e não acho digno ter tal tratamento. Pessoas como esta agente devem ser severamente punidas.

    Also, obrigado por compartilhar sua história e não deixar mais preparados para tais situações.
    Ronny Duarte

    ResponderExcluir
  59. "Passageira frequente, dona de loja de roupas, simulou que a avó estava passando mal para se evadir, se recusou a apresentar notas fiscais das peças de vestuário, desacatou a auditora foi alertada pela PF que poderia ser presa." Informação que recebi de um colega AFRFB

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E daí????????????? Que a Sra auditora fizesse seu trabalho e taxasse a referida dona de loja. MAS NADA JUSTIGICA DESTRATAR O PASSAGEIRO!

      Excluir
  60. Agente tem até medo! Nos sentimos contrabandistas, criminosos, tal o terror!

    ResponderExcluir
  61. Corrigindo: 'A gente'!

    ResponderExcluir
  62. Infelizmente são muitos os descasos, servidores públicos q atendem o público com desdém, chega serem nojentos, e vai muito além da alfândega, em muitos outros segmentos do serviço público brasileiro, impressionante q esse tipo de gente não tem condições nenhuma de trabalhar com público, atendimento, entre outras coisas, aí faz um concurso, passa, mas não se submete ao respeito do usuário, é um descaso, e como o governo não demite, nós, meros usuários, nos suejitamos a isso, pois denunciem mais, gravem, noticiem, isso tem q acabar, qdo é um funcionário privado, tem q atender muito bem ao público, qdo é no público, a gente tem q torcer pra encontrar alguem, educado, gentil, solícito e q apenas tenha vontade de fazer o seu serviço, serviço esse para o qual foi direcionado, se não dá pra trabalhar com gente, vai trabalhar com animal, nem os animais merecem, mas vá fazer outra coisa, tenha pelo menos a decência de respeitar as pessoas.

    ResponderExcluir
  63. Infelizmente isso acontece com alguns em outros órgãos públicos, que são arrogantes e acham que porque passaram em um concurso são intocáveis e podem cometer todo topo de abusos, esquecendo que são pagos com dinheiro do contribuinte é que deveriam tratar s todos com respeito e profissionalismo. E comum presenciarmos desrespeito em hospitais públicos, INSS, delegacias, nas polícias rodoviárias, detrans, mas também é bom deixar claro que nesses mesmos órgãos encontramos profissionais atenciosos, competentes e prestativos. O que precisa e melhorar a gestão pública de um modo geral, com avaliações, treinamentos e estabelecimentos de regras de condutas em prol da população e não,como em alguns casos, estalecer número é valores de multas como regras de eficiência.

    ResponderExcluir
  64. Minha Tia que sempre faz viagem internacional já havia me falado sobre essa mulher, sobre o modo que ela trata as pessoas, realmente parece que ela escolhe alguém de cada voo para fazer isso

    ResponderExcluir
  65. Nunca passei por este tipo de constrangimento. Sempre que eu vinha de Los Angeles carregava pilhas de CD' S embrulhados. Uma única vez, peguei minhas malas na esteira e ao dar falta das outras bagagens vi que estavam encostadas do lado de fora da esteira por considerarem "suspeitas". Foi quando expliquei de onde eu vinha e quem meu pai era (na época ele era "Comissário de Bordo; da VARIG). Com uma cara feia e contrariada, não tiveram opção senão me liberarem da inspeção.

    ResponderExcluir
  66. Felizmente nunca tive o desprazer de esbarrar com essa senhora, mas já havia lido um texto semelhante descrevendo o horror de um desembarque no Rio, enfim, de qualquer forma me sinto representada e torço que este episódio e a repercussão sirva de exemplo e para esta e outros funcionários pensem antes de usar o poder que lhes é concedido humilhando, sendo arbitrário e covarde com o cidadão.

    ResponderExcluir
  67. Cada vez mais me impressiona a repercussão (e velocidade) desta postagem.
    E já me convenci de que o número de pessoas que leram esta denúncia (não só aqui, é claro!) ultrapassa dois milhões!
    Tudo isso prova que essa denúncia estava atravessada na garganta de milhões de cidadãos brasileiros que desembarcam no AIRJ...

    ResponderExcluir
  68. Isso mesmo, nao devemos ser omissos. Boa sorte.

    ResponderExcluir
  69. Olá, trabalhei como voluntario nas paralimpiadas rio 2016 como assistente do comite paralimpico da Turquia. O time inteiro de tiro foi retido no aéroporto por falta de uma documentação especifica para cada arma.

    Entretanto essa servidora na foto que os mostra foi a mais ignorante de todas. Ela ficava assediando o treinador de tiro.

    Acredito fielmente que caso eu não estivesse ali representando o comite paralimpico e enfrentado essa servidora o time não teria conseguido sair do aeroporto.

    ResponderExcluir
  70. Queridos amigos,
    Gostaria de agradecer pelo apoio e carinho neste momento delicado.
    Como o perfil não é público, muitas pessoas estão encontrando dificuldade de relatar as suas experiências pessoais com a auditora fiscal Maria Lucia.
    Quem estiver disposto a testemunhar no meu caso e contribuir para que a justiça seja feita, pode me mandar um e-mail com o seu relato, além de seu nome completo, CPF e endereço.
    Como são incontáveis situações, vamos organizar! E, por favor, atenham-se aos relatos de constrangimento com relação a essa servidora específica.
    Agradeço mais uma vez pela sua ajuda.
    Meu e-mail é mariana@sacavalcante.com.br.
    Atenciosamente, Mariana
    Observação: Abaladas estamos nós, principalmente a minha avó, que desde o ocorrido não levanta da cama.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem minha solidariedade, embora eu graças a Deus não tenha encontrado esta Senhora nunca! Acredito em tudo que disse e sei o que é ter alguém com esta idade da sua avó, numa cadeira de rodas, cansada de uma viagem, doida para ir para casa e ter que enfrentar 4 horas com uma maluca, invejosa e que acredita fielmente ser a pessoa mais importante deste pais!!!! Encorajo você na sua empreitada e não esmoreça, tem mais gente querendo ver este tipo de servidor aposentado compulsoriamente!!!!

      Excluir
  71. Vejam a verdade desta calúnia! Trata-se de pessoa que gasta milhares de reais em viagens com sua idosa e disposta mãe e mostra a verdadeira face quando tem que pagar tributos!
    Ridículo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem mais gente reclamando!!!! O problema aí não está no fato de pagar tributos, pois R$ 1.500,00 para quem passeia durante 20 dias na India, não vai fazer rombo no orçamento (me poupe), o problema está na postura do servidor público que apesar de estar diante de uma "idosa disposta" como você diz, desrespeitou esta idosa, a neta e outras pessoas que puderam assistir tamanha falta de educação e respeito. Quer cobrar? Cobra, mas não precisa de 4 horas para emitir uma guia de R$ 1.500,00!!!!!!

      Excluir
  72. Maria Louca pelos produtos importados!!!

    ResponderExcluir
  73. Acho sinceramente pelas fotos que vi da Madame no Google, que ela transita na sociedade e tem que trabalhar para isto!!! Deve estar com uma inveja louca de quem está viajando enquanto ela tem que trabalhar, então "vamos atazanar" para meu ego se sentir melhor!!!! Sou "autoridade" e por ter pouco o que fazer neste setor (só olha malas - que coisa mais chata olhar tudo que quero na mala alheia) vai enchendo o saco das pessoas para poder dormir melhor!!!! Tem que ser punida exemplarmente, para entender que está lá para servir o público, como um gari, um escrevente municipal ou outro qualquer cargo dado por concurso publico para "servidor público", como o próprio nome diz! Chega de achar que é melhor só porque tem uma carteira da Receita Federal! Moça, quem paga seu salário, são as pessoas que você desrespeita!!!! Que sirva de exemplo para outros que pensam como ela, a punição que a Receita DEVE dar a esta senhora e que venha a público o que foi feito, pois nós CONTRIBUINTES queremos muito saber se acabou ou não em pizza!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  74. Em uma ocasião quando retornei da Austrália, fui "atendido" por essa servidora. Um pouco marrenta, mas era gostosa. Vida que segue...

    ResponderExcluir
  75. Está senhora é conhecida por todos os tripulantes da aviação como a "LOURA DO BANHEIRO"ela tem o hábito de escolher sempre alguém para taxar coisas pessoais . Eu que nao sou da aviação, ano passado, tive um acidente , quebrei o pé direito e fiz uma cirurgia colocando 10 pinos e 2 chapas de aço cirúrgico 3 semanas antes da viagem. Fui muito bem tratado pelos funcionários da TAP aqui no Brasil e nos Aeroportos de Lisboa e Porto.
    Mas põe estar de cadeira de rodas e muletas canadenses,tive minhas malas revistadas na ida e na volta.Como não tinha nada errado , liberaram minha passagem.
    Será que alguém se disfarçá de cadeirante para fazer algo errado ? Eu estava com o raio X do pé e declaração do médico cirurgião.
    O pior de tudo é o constrangimento e a falta de respeito com uma pessoa em situação "ESPECIAL". VIAJO TODO ANO NAS FÉRIAS E ESSA FOI A ÚNICA VEZ QUE REVISTARAM MINHAS MALAS . Este ano viajei em condições de saúde normal e não passei pelo constrangimento do ano anterior.

    ResponderExcluir
  76. Dê "PODER" a mulher é isso que dá... Nunca sofri abuso de autoridade por autoridades do sexo masculino...

    ResponderExcluir
  77. https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1258159110871290&substory_index=0&id=776776212342918

    ResponderExcluir
  78. Após leitura dos inúmeros comentários a respeito da publicação de nota de repúdio da senhora Mariana Cavalcante contra a fiscal alfandegária em epígrafe, cujo texto foi publicado originalmente através as redes sociais ( Facebook), é possível apresentar algumas considerações a respeito do fato.
    Pelo visto, cerca de meia dúzia de pessoas que viajaram passaram pelo crivo da referida autoridade aduaneira. E todos reclamam do mau tratamento dispensado; apenas a senhora Angélica Rodrigues afirma ter sido bem atendida, e com cordialidade, pela servidora. Contudo, o escrito pela sra. Angélica não esclarece detalhes sobre procedência, horário e data da chegada ao aeroporto, isto é, ou não ficou bem entendido.
    Autoridades são todas muito parecidas em qualquer lugar do mundo. Há aeroportos em que brasileiros são tratados como se fossem “persona non grata” ( Outras nacionalidades latinas também o são...). Trataremos aqui das autoridades aeroportuárias aduaneiras, em especial sobre a aludida servidora. No desempenho das tarefas legais a ela outorgadas pelo governo, nada lhe será contradito se agir rigorosamente dentro da lei, taxando o viajante naquilo que excedeu em valores de compras no exterior. Entretanto, deverá seguir a conduta dentro das regras deontológicas , inerentes a todo funcionário público pago com os impostos de qualquer cidadão ( inclusive com os dele) . Tem a obrigação de agir com cordialidade, presteza, amabilidade e solidariedade, mormente tratando-se de pessoa de idade de regresso ao seu país, independente do que o passageiro esteja trazendo na bagagem . Se excedeu o limite permitido por lei, pagará a sobretaxa ao fisco e ponto final. Outra coisa é o tratamento pessoal dispensado pela autoridade ao cidadão que acabou de chegar.
    Outro ponto a ser considerado é que a agente alfandegária em serviço obedece a ritual administrativo, possui chefia imediata e pode responder a uma Corregedoria , por intermédio da Ouvidoria da fiscalização.
    Assim, se houve excesso praticado pela servidora, extrapolando tanto no cumprimento da fiscalização das malas durante a permanência da sra Mariana e idosa na alfândega, quanto ao atendimento autoridade/cidadão, cabe ação legal impetrada pela reclamante junto ao organismo competente, se assim o desejar. Vale lembrar que muitas dessas autoridades são capazes de distinguir entre cidadãos contribuintes, de acordo com benesses ou favores que porventura tenham outrora recebido, ou venham a receber ...
    Por fim, ao que parece, certos agentes públicos agem de acordo com a “veneta”. Um dia são agradáveis , no outro inaceitáveis ! Isso é lamentável .
    Tenham todos um ótimo dia.

    Sidnei Oliveira
    Assistido AERUS - RJ

    ResponderExcluir
  79. Esse tipo de psicopata precisa é de abraço. Só recebendo amor, passam a agir com amor em seu dia-a-dia. De toda forma, vou acompanhar o processo.

    ResponderExcluir
  80. AHHHH SE FOSSE ALGUM POLITICO ELA COM CERTEZA IRIA FECHAR OS OLHOS E TCHAU.....VERGONHOSO....ESSE TIPO DE PESSOA TINHA QUE SER PROCESSADA E AINDA PAGAR UMA BOA INDENIZAÇÃO A ESSA FAMÍLIA. O JAPONES DA FEDERAL DEVERIA DAR UMA PASSADA NA CASA DELA E QUEM SABE ATÉ NA SUA AGENCIA BANCÁRIA....SERÁ QUE ELA É TÃO CERTINHA ASSIM.KKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  81. Ouvidoria e uma representação é o mínimo que se deve buscar. O post terá grande repercussão, porém os meios administrativos e judiciais, são os caminhos para se de fato for o caso, punir esta servidora.

    ResponderExcluir
  82. Eu grávida de 6 meses vinha com minha comadre e ela nos parou me deixou passar por estar gestante mas minha amiga ficou com minha mala que tinha roupinhas novas do meu enxoval. Ela nos taxou se assim posso falar com R$3.500, absurdo minha amiga pagou o pato por estar com minha bagagem foi horrível pq eu do lado de fora muito tensa com a situação. Ela é desumana...

    ResponderExcluir
  83. tambem ja fui vitima dessa vaca asquerosa no galeao, mas estamos no Brasil, de nada adianta reclamar ainda temos o ranço terceiro mundista. agora so retorno de viagens internacionais por sao paulo, sai um pouco mais caro porem nao sou achacado e roubado nessa tal alfandega, o mais revoltante é que esses desgraçados quando viajam trazem o que querem na quantidade que querem, País de merda!

    ResponderExcluir
  84. O Aeroporto do Galeão é um Lixo, eu mesmo já passei um constrangimento com um Policial Federal, na passagem pelo RX.
    Me levaram preso, algemado, fui parar no centro do Rio de Janeiro, onde foi assassinado um japonês, fui processado por Desacato a Autoridade ... tenho pena de quem é funcionário púbico, pois as coisas boas nunca vem a mostra, só aparece mesmo uma verme dessa fazendo merda ... pela cara deve estar de TPM.

    ResponderExcluir
  85. Essa mulher de péssima qualidade pessoal e de caráter ordinário pensa que é dona do pedaço,e deve contar com a concordância de seus colegas. Ela deve saber que é paga com verba vinda dos contribuintes brasileiros , mas é arrogante e metida a bésta com os cidadãos em geral. Não devemos arrefecer a condenação a ela nas redes sociais e se possível constrange lá pessoalmente assim que possível. Não podemos perdoar esses vagabundos senão nunca consertarem os o Brasil.

    ResponderExcluir
  86. Já passei por ela( Maluzinha) se for a mesma em questão. Tive uma multa aplicada em bens que já tinha comprado.
    Ela queria nota, mas como foi de viagens anteriores não possuía.
    Paguei uma multa elevada, fora do normal.
    Minha revolta foi: Ela buscou duas amigas vindas no mesmo voo, elas sim estavam carregadas de compras. Mas eram amigas de Maluzinha! Não tenho como esquecer!
    Ela foi horrível, se achando acima do bem e do mal.
    Ela já está na hora de receber uma volta por abuso de poder!
    Sucesso!

    ResponderExcluir
  87. olha, eu acho que a comissária ai tem que fazer o seu serviço sim, porém dentro de um limite, sem tocar terror, sem ser prepotente, acredito que os seus superiores saberão conduzir esta situação, lembrando que o funcionário publico é um servidor do povo e não inimigo dele....

    ResponderExcluir
  88. Denunciar para um de seus próprios colegas? Melhor acioná-la judicialmente por abuso de autoridade. Atualmente qualquer funcionário público,atuando em ação fiscalizatória, se acha o "super tira". Normalmente, tais condutas prepotentes escondem recalque, inveja ou complexo de inferioridade.

    ResponderExcluir
  89. Também já sofro abuso de PODER E DESRESPEITO DE UM POLICIAL FEDERAL no Aeroporto que fez uma revista na minha mala, mas se recusou a organizar a bagunça que ele fez. São uns trogloditas me ameaçaram de prisão só porque eu tive a audácia de questionar o procedimento técnico da polícia. Não havia motivo para a revista na mala e eles não quiseram assumir o mico.
    Fiz uma denúncia junto à Corregedoria Geral da União sobre a condita da PF em aeroportos para inspeção de mala e deve ter sido engavetada, mas registrei minha indignação.
    Faça uma denúncia junto à CORREGEDORIA GERAL DA UNIÃO NO NOME DA FISCAL E DÊ SEGUIMENTO AO PROCESSO JUDICIAL.
    Basta de abuso de poder e desrespeito ao cidadão!! Apoiado!!

    ResponderExcluir
  90. Amando esse mundo virtual e redes sociais usadas em prol de melhoramento e conscientização... há muitos fiscais de alfândegas assim no Brasil, já passei por alguns e conheço muitas outras estórias de conhecidos.

    ResponderExcluir
  91. Essa mulher tem que ser humilhada publicamente porque é isso o que ela faz com os passageiros que ela aborda. Ela fez isso comigo também há três semanas atrás e transformou o final da minha viagem num inferno. Ela gosta de constranger. Ela tirou tudo o que estava na minha mala e espalhou pelo balcão. Chegou ao ponto de ir em cima de documentos particulares (exames médicos), dizendo que ela tinha que averiguar tudo. Mas não se enganem: ela age livremente sob os olhos do supervisor dela. Mulher odiosa, cruel, cínica e abusiva.

    ResponderExcluir
  92. OS FISCAIS RECEBEM PARTICIPAÇÃO SOBRE AS DARFS QUE EMITEM, ISSO EXPLICA TUDO!

    ResponderExcluir
  93. Galeão, o pior aeroporto do Brasil! Impressionante o aeroporto internacional da nossa cidade referência do turismo no país ser desse jeito. Instalações sujas (para não dizer porcas) e arcaicas...."taxistas" bandidos na saída e funcionários sem preparo nenhum. Imagino que essa senhora da receita, pelas historias que li sobre ela, é só mais uma funcionária de merda desse aeroporto de merda ! Espero que ela se foda grandão.....funcionário público esquece que é um SERVIDOR e acha que é algo a mais que os outros, por isso que o Rio de Janeiro é essa bandalheira do caralho e está falido.....bando de vagabundo!

    ResponderExcluir
  94. Ontem passou alguma coisa no programa do Wagner Montes, na Record...liguei já no final da reportagem...

    ResponderExcluir
  95. Entra com um processo contra Ela. A Receita pensa que é Deus.

    ResponderExcluir
  96. O cidadão de bem é tratado assim, se fosse um traficante serie uma tratamento diferenciado, e assim que funciona no Brasil cidadão não tem direitos, diretos é para bandidos.

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-