sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Varig/Aerus: para onde deve ir o dinheiro? (Parte V)


No dia 23 de outubro de 2017 publicamos o post “A Varig ganhou uma indenização bilionária. Para onde deve ir o dinheiro?”. Era, e ainda é, nosso objetivo estimular o debate e a troca de informações e opiniões sobre o momentum dos ex-Trabalhadores da Varig. Por isso e para isso, a seção de comentários dessa postagem se transformou num Fórum de Debate, alcançando a marca de 367 comentários/participações.

Esse elevado número de participações retarda a visualização da lista dos comentários. Daí termos pensado em publicar outra postagem com o intuito de, através da seção de comentários, dar continuidade ao Fórum.

É claro que, a qualquer momento, quem quiser e precisar pode acessar a primeira parte deste Fórum aqui.

A segunda parte aqui. Que conta com 273 comentários.

A terceira continuação aqui. Que contou com 338 comentários.

A quarta parte aqui. Contou com 181 comentários.

Muito obrigado.


Anteriores:

68 comentários:

  1. Eu gostaria de dar uma sugestão aos pensionistas do AERUS.
    Poderíamos contribuir com a união através de recolher uma porcentagem de nossas pensões, tal e qual se faz necessárias me fundos que estão no negativos de 10%.
    Dos 34 milhões mensais poderíamos devolver em forma de restabelecimento de poupança 8% dos proventos.
    Com isso daria 1 ano de pensões recolhidas no final de 10 anos.
    Isentaríamos desse montante os maiores de 80 anos.
    Se a lei de isenção do IR para maiores de 60 anos dor aprovada poderíamos doar a esse fundo mais 10% ao ano.
    Isso daria mais ou menos doar um salário por ano ao fundo.
    É uma ideia solidária.
    Não sou um daqueles ofendidos nas redes sociais de ganhar 12000 por mês.
    Sou um que saiu no plano 1 com 70%. Acho uma boa solução para capitalizar o AERUS.
    Podem reclamar eu deixo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem administraria esse Fundo?

      Excluir
    2. Poderia ser a própria união, o AERUS ou a APRUS, exceto sindicatos e afins.

      Excluir
  2. Rochinha, cai na Real, não viaja! Não temos união para uma Associação Legítima , que defendo os Beneficiários com todos esforços, por um valor irrisório de 30,00 R$, e além de não termos mais temo para investimentos, e ainda colocar a Raposa para tomar conta do galinheiro. Pense em outra solução. Valeu a tentativa!

    ResponderExcluir
  3. Para onde vai o dinheiro? O dinheiro é nosso, do Aerus, mas pelo andar da carruagem seremos usurpados, mais uma vez. “É o fim da Picada”. É.......,,

    ResponderExcluir
  4. Volkart,
    VOCÊ ACREDITA EM DEUS, EU NÃO.
    VOCÊ ACREDITA EM DEMO, EU NÃO.
    VOCÊ CRÊ EM SOCIEDADE, EU NÃO CREIO A SOCIEDADE É REAL.
    BANCO É UMA SOCIEDADE.
    CASAMENTO É UMA SOCIEDADE.
    TENS FILHOS, OUTRA SOCIEDADE.
    O EMPREGO É UMA SOCIEDADE.
    O AERUS, A APRUS, OS SINDICATOS TODOS SÃO SOCIEDADES.
    QUER VOCÊ QUEIRA OU NÃO QUANDO VOTAS TORNA-SE SÓCIO DOS GOVERNOS.
    RECEBEMOS DO INSS OUTRA AÇÃO SOCIETÁRIA.
    Você lê notícias, todos fundos de pensão com 10% de prejuízo fazem recolhimentos dos pensionistas.
    Dizer que nós não temos tempo para investimentos é uma hipocrisia, não é investimento é salvar para quem for mais longevo ou para os que forem do plano 1 deixarem para suas viúvas.
    O imediatismo, o niilismo, fazem as pessoas pensarem somente no seu problema.

    Sou solidário a que possamos nos unir para mostrar união de propostas.
    Recebo pouco estou disposto a retornar 10% para o fundo perdido.
    Por lei a união jamais poderia congelar preços de concessões.
    A PREVIC jamais devia ter negociado 21 vezes com o caloteiro, com certeza recebeu propina.

    ResponderExcluir
  5. POR QUE?
    Ninguém comenta que foi o LIQUIDANTE LUIS GUSTAVO DA CUNHA BARBOSA QUEM PEDIU PARA AGU DECLARAR A QUITAÇÃO DA TUTELA CAUTELAR?
    ME PARECE MEDO, SENDO QUE PODÍAMOS PEDIR SUA TROCA POR NÃO ATENDER NOSSAS NECESSIDADES, ELE PREVARICA EM SUA FUNÇÃO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Art.3º As reservas técnicas, provisões e fundos de cada plano de benefícios e os exigíveis a qualquer título
      deverão atender permanentemente à cobertura integral dos compromissos assumidos pelo plano de benefícios,
      ressalvadas excepcionalidades definidas pelo órgão regulador e fiscalizador.

      Art. 63. Os administradores de entidade, os procuradores com poderes de gestão, os membros de conselhos
      estatutários, o interventor e o liquidante responderão civilmente pelos danos ou prejuízos que causarem, por
      ação ou omissão, às entidades de previdência complementar.
      Parágrafo único. São também responsáveis, na forma do caput, os administradores dos patrocinadores
      ou instituidores, os atuários, os auditores independentes, os avaliadores de gestão e outros profissionais que
      prestem serviços técnicos à entidade, diretamente ou por intermédio de pessoa jurídica contratada.

      Excluir
  6. No Facebook de Thomaz Raposo, presidente da Aprus:
    Para informação de todos ontem recebi uma ligação do Dr. Renato substituto do Ministro da AGU André Mendonça e tratando de diversos assuntos fui informado por ele de que já tinha encaminhado uma medida executória de urgência para o Tesouro mandando pagar o que nos deve.
    O AERUS somente emitirá aviso sobre o fato com o dinheiro em caixa.
    Já comuniquei o fato a outros comunicadores, assim vencemos Graças ao bom DEUS.
    Thomaz Raposo APRUS

    ResponderExcluir
  7. Acredito que na próxima semana os aposentados e pensionistas do Aerus voltem a receber os seus benefícios mensais.
    Por quanto tempo, não sei. Saberei, saberemos, no próximo dia 28.

    ResponderExcluir
  8. Detalhamento do documento de Empenho

    ORIGEM DOS DADOS

    Nº do documento 2019NE000278
    Data 11/10/2019
    Descrição NOTA DE EMPENHO (NE)

    Fase EMPENHO
    Espécie/tipo de documento REFORÇO
    Valor do documento R$ 50.862.852,11

    Observação do documento REFORCO
    DADOS DO FAVORECIDO
    CPF/CNPJ/Outros 27.901.719/0001-50
    Nome INSTITUTO AERUS DE SEGURIDADE SOCIAL EM LIQUIDAÇÃO EXTRAJUDICIAL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Detalhamento do documento de Pagamento

      Nº do documento 2019OB802025
      Data 11/10/2019
      Descrição ORDEM BANCÁRIA (OB)👈👈
      Fase PAGAMENTO👈👈

      Tipo de documento OBC/OBB PARA TERCEIROS EM OUTROS BANCOS
      Valor do documentoR$ 50.862.852,11

      Observação do documento PAGAMENTO AO INSTITUTO AERUS REFERENTE A ANTECIPACAO DE TUTELA RECURSAL DOS PLANOS VARIG E TRANSBRASIL, DO MES DE SETEMBRO/2019, + A DIFERENCA DA FOLHA DE AGOSTO/2019, RELATIVO CARTA LIQ. 034/2019, DE 02/10/2019, CONFORME DECISAO EXARADA PELO DESEMBARGADOR FEDERAL DANIEL PAES RIBEIRO DO TRF DA 1ª REGIAO, NOS AUTOS DA ACAO CIVIL PUBLICA Nº. 0010295-77.2004.4.01.3400. PROC. SEI 00745.004319/2019-19

      DADOS DO FAVORECIDO
      CPF/CNPJ/Outros 27.901.719/0001-50
      Nome INSTITUTO AERUS DE SEGURIDADE SOCIAL EM LIQUIDACAO EXTRAJUDICIAL

      Excluir
  9. Bom dia, neste belo domingo no Rio de Janeiro, pouquíssimas nuvens e muito calor, tenho por hábito preparar o café para mim e minha mulher e somente pós isto me deter nas informações existentes na mídia não televisada, por motivos óbvios e enquanto a escuto, leio a s mensagens que me encaminham diariamente.

    Eis que hoje recebi uma mensagem da Sra. Graziella, que omitiu que se não fosse a ação tomada pela APRUS não teríamos uma data senão por ocasião do término do julgamento, que realmente somente foi marcado após a ação de incidência de reclamação feita e aceita pelo desembargador.

    Esclareço que na ação foram montadas todos as ocorrências, decisões de das instancias, impugnado o valor comentado pela AGU, com base em informação invalida da nota técnica 57 da diretoria de fiscalização da PREVIC, apontamentos de documentações do AERUS de reais valores homologados em juízo e transitada em julgado e inclusive a famosa defasagem tarifária também homologada em juízo, porém assediada por outros interesses estranhos, com os quais não concordamos , mas ansiosamente ambicionados pela “pretensa falência da VARIG” e “outros interessados”.

    Mas chegando na fala da Sra Graziella peço que a escutem outra vez, pois se demonstra surpresa com a comunicação do Dr. Renato que não é um assessor do Ministro André Mendonça e sim seu substituto desde que assumiram seus postos, no mesmos dia foi liberado o empenho que seguindo um trajeto de urgência tem grandes possibilidade de estar na conta do AERUS na segunda feira, vamos aguardar segunda feira, assim a tentativa de clima de desconfiança e tensão que é hábito da Sra Graziela criar quanto a isto não se preocupem, a minha palavra sempre foi uma só acreditem e tenham .

    Outro ponto que merece ser comentado e esclarecido foi a mensagem de que não tinham sido eles que haviam solicitado a análise do mérito que naturalmente deveria ser melhor analisado visto que o entendimento do que atendia a VARIG e TRANSBRASIL já havia sido aceito até razão da antecipação de tutela mas existiam outros fatos que iriam requerer uma melhor analise para que o mérito seja aprovado.

    A razão é simples o SNA e escritório de advocacia buscaram o mesmo tipo de atendimento para os outros fundos pertencentes na época ao grupo VARIG, se esquecendo que a liquidação da VARIG real ocorreu em 2006 enquanto todos os outros fundos sobreviviam regularmente nos seus pagamento de benefícios, somente entrando em crise em 2009 enfim tempos diferentes, dívidas da VARIG para com estes fundos diferentes, enfim uma situação distorcida dos casos VARIG e TRANSBRASIL, existe assim uma preocupação por parte dela em dizer não fomos eles que solicitaram a análise do mérito, mas para mim não tenho receio do resultado que somente só pode ser um, resultante dentre outros estudos dos dados, já muito bem apresentado, em nossa ação de incidência de reclamação hoje anexada ao processo.

    As famosas dúvidas, mentiras de assessores e provocação de instabilidade emocional devem ser ignoradas pois são apenas o que considero mania, pequeno terrorismo e “melancias” das quais nunca fiz questão, outros interesses junto a área de falência deixarão de existir, mas buscarei com que sejam honradas pelo governo.

    BOM DOMIGO
    SEMANA NOVA E PROMISSORA
    MAIS TRABALHOS QUE AINDA FALTAM A SEREM FEITOS, POIS OS 99,99 QUE FORAM FALADOS NÃO SÃO VERDADEIROS, POIS AINDA FALTA OS QUASE CINCO MIL ATIVOS INJUSTIÇADOS QUE NADA RECEBERAM E SÃO O MEU TRABALHO DESTA SEMANA.
    Thomaz Raposo APRUS

    ResponderExcluir
  10. Grande Sr Thomaz!!! Explicações necessárias principalmente para alguns. A realidade sobre esta mensageira petista, já sabemos, pura demagogia barata, que ilude um grupinho de “ingênuos” e uma Comissão RS, levaram um “nó tático” e não sabem o que dizer, sem terem a humildade de reconhecer a importância da Aprus, que vergonha. Acredito sim no Escritório Castagna Maia, e espero que tenha um grande desempenho no dia 28/10, fato que não tem mérito nenhum a esta mensageira, não pertence mais ao SNA e ao Aerus nunca pertenceu. Vamos em frente! Sempre fortes, poucos mas fortes ante a realidade, legitimidade e confiança. Um Abs.

    ResponderExcluir
  11. Tenho uma dúvida: será que aqueles que se apressaram, mui alegremente, em culpar o presidente Bolsonaro pela decisão do funcionário da AGU, também se apressarão a lhe agradecer pela ORDEM BANCÁRIA?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NÃO VÃO!
      PORQUE O FANÁTICO ACREDITA NO ETÉREO, E CULPA OS SUJEITOS EM EVIDÊNCIA.
      PARA ELES O LADRÃO DE 9 DEDOS CORRUPTO ERA SANTO E SALVADOR DA PÁTRIA.
      QUANDO VEEM ALGUÉM SURRUPIANDO SEUS PENSAMENTOS POLITICAMENTE CORRETOS E JOGANDO-OS NO LIXO, VANDALIZAM.
      HUMANOS PREJUDICAM HUMANOS, OUTROS HUMANOS PROTEGEM HUMANOS.
      MUITOS HUMANOS MORRERAM DEFENDENDO LIBERDADES, SEM AJUDA DIVINA, APENAS PARA DEFENDEREM INTERESSE DOS OUTROS.
      PARA MIM FOI UM FIASCO TOTAL ATACAREM O PRESIDENTE, BAJULAREM SANTOS EM ANDORES DE BARRO.
      E TEREM QUE AGRADECER A UM HUMANO QUE PRESIDE UMA ASSOCIAÇÃO DE HUMANOS, QUE TEVE A AUDÁCIA DE DESAFIAR O SISTEMA JUNTO A UM TRIBUNAL DE HUMANOS.
      OUTRO HUMANO DEFERIU SEU PEDIDO.
      MANDARAM CARTAS E EMAILS A QUEM DEFENDIA DIREITOS.
      CANALHAS SÃO OS QUE CHAMARAM BOLSONARO DE CANALHA.
      O IMBECIL SEMPRE BOTA FORA A FIGURINHA PREMIADA.
      ELLE ESTÁ PRESO BABACAS.

      Excluir
  12. Lembrando que a decisão do Desembargador Daniel Paes Ribeiro (Relator) será julgada pela sexta-turma no próximo dia 28 de outubro!

    ResponderExcluir
  13. Bom dia a todos
    Chequei minha c/c no Itaú neste instante, AERUS JÁ DEPOSITOU!
    Vilmar Mota

    ResponderExcluir
  14. Muito obrigado!
    Colegas e amigos aeroviários e aeronautas:
    Estou muito feliz e quero agradecer a cada um de vocês por este momento tão especial, em meu nome, e em nome da minha família.
    Como cristão que sou, eu creio que tudo acontece para honra e glória de Nosso Senhor Jesus Cristo.
    AMÉM!
    Vilmar Mota

    ResponderExcluir
  15. Áudio de Graziella Baggio, 18-10-2019:
    https://youtu.be/H8obnt5YpDw

    ResponderExcluir
  16. Presidente do SNA, Cmte Dutra fala sobre a reunião na AGU segunda-feira (21) sobre o Aerus:
    https://youtu.be/9mWr2Gc955o

    ResponderExcluir
  17. Caros participantes do AERUS da VARIG e TRANSBRASIL, aposentados, pensionista e não assistidos “ativos”, em razão da proximidade do dia 28 de outubro, próximo dia do julgamento da análise do mérito a ser feita pela sexta turma do STF, gostaria de externar nossos pensamentos a respeito no sentido de entendermos o que foi construído pelo nosso advogado, Dr. OTAVIO Neves, e pelo nosso grupo de trabalho já conhecido, Elnio Borges e Thomaz Raposo.
    Todas as decisões importantes do processo foram encadeadas de forma a uma melhor visualização pelo desembargador, relembrando assim questionamentos e suas decisões a respeito.
    O grupo decidiu fazer uma demonstração dos fatos com documentos gerados pelo AERUS, Recuperação Judicial, demonstração da forma como tratamos as informações e apontando também as falhas existentes na petição da AGU em razão de falsa informação prestada pela PREVIC através de uma nota de número 57 da diretoria de fiscalização, indicando, com isto, mais uma falha daquela autarquia na fiscalização dos dados que já deveriam ser do seu conhecimento.
    Em razão da petição da APRUS ser uma peça de excelente qualidade e teor inquestionável, obtivemos um parecer favorável, permitindo uma análise mais rápida com a facilitação dos trabalhos a serem feitos pelos desembargadores.
    Nos permitimos dizer que aguardamos a análise do mérito com a ansiedade natural, mas com a certeza de que cumprimos no nosso estatuto na defesa dos nossos interesses, lembrando ainda que lá constam e foram comentadas por nós os sofrimentos que os não assistidos passam até o dia de hoje e que podem ser solucionados com facilidade.
    Como somente temos algumas cabeças, informamos que em paralelo já comecei a solicitar ao AERUS informações dos diversos planos e suas situações existentes para verificar possíveis soluções, e peço que procurem entender que os planos VARIG e TRANSBRASIL deram a possiblidade das soluções que virão.
    Aguardemos assim que sob a proteção do SENHOR e de São Judas Tadeu o dia 28 represente para todos a paz que tanto desejamos em nossas vidas.
    Thomaz Raposo APRUS

    ResponderExcluir
  18. Áudio Graziella Baggio - 24/10/2019
    https://youtu.be/RBU1UCqIqdE

    Áudio Dr. Lauro Thaddeu (Escritório Castagna Maia, patrono da ação)
    https://www.youtube.com/watch?v=lKNT0q2YPgM

    ResponderExcluir
  19. Só gostaria de externar um pensamento que considero lógico, se os desembargadores chegassem a conclusão de deveriam periciar ou tomar conhecimento se estavam corretos na sua decisão ante as colocações da AGU, imaginem o tempo que seria necessário para tramitação do processo, perícia e conclusão somando-se a isto o recesso judiciário.
    Já imaginaram quando iríamos voltar a receber?

    Esta análise do mérito só está podendo ser feita pelo conteúdo da petição de reclamação da APRUS.

    Sendo assim e dado a informações recebidas que Graziella e suas "comissões ", carecem de recursos para "trabalhar" nas "soluções " para o AERUS, visto a inexistência destes recursos por parte do SNA e FENTAC, pergunto quais seriam estes valorosos serviços dado aos resultados já apresentados?
    Thomaz Raposo

    ResponderExcluir
  20. DINHEIRO!
    Prezados, que o dinheiro fácil dos Sindicatos iria acabar, já sabíamos . Agora, solicitam dinheiro de velhinhos e velhinhas “ingênuos” do Aerus para a Fentac(PT) para poderem custear suas despesas com o trabalho que é “imprescindível” da mensageira, pergunto que trabalho é este? Publicar vídeos para acalmar Pessoas carentes e ingênuas que se deixam envolver com demagogias e o óbvio? Viajar para Brasília com intuitos políticos? Sinceramente é muita “Cara de pau” !
    Se não tivéssemos uma Associação com representatividade legítima a nos defender, pois já provou isto, eu poderia entender mas não é o caso. Vamos em frente! O Julgamento está próximo, com Fé e com Deus, aguardaremos o resultado.
    Um abraço a Todos!
    Heitor Rudolfo Volkart

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não me pediram ainda, mas vou avisando que não posso contribuir para pessoa física, isto é, que não tem CNPJ e não está apta a comprovar o uso correto da verba coletada. Para ajudar a campanha do AERUS eu contribuo mensalmente para a APRUS, que precisa da colaboração de todos para contratar advogado, emitir documentos e despesas de viagemns!
      Abraço,
      Alberto Cavalcanti

      Excluir
  21. PREZADOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS DO AERUS

    VAMOS TENTAR ESCLARECER O ASSUNTO CAIXINHAS

    AS COMISSÕES DO PR E RS TEM CAIXINHA DESDE 2006, AS DO RJ E SP ESTÃO SE ORGANIZANDO AGORA.

    TODAS AS COMISSÕES SEMPRE TIVERAM O APOIO DA FENTAC - Federação Nacional Trabalhadores na Aviação Civil e seus sindicatos associados, QUANTO AO AERUS.

    COM O ADVENTO DA NOVA LEI TRABALHISTA, QUE ACABOU COM A CONTRIBUIÇÃO SINDICAL, QUE ERA A MAIOR FONTE DE RENDA DA FENTAC E SEUS SINDICATOS ASSOCIADOS, OS MESMOS NÃO TEM MAIS COMO NOS DAR APOIO FINANCEIRO, SOMENTE POLÍTICO.

    AS COMISSÕES SEMPRE TIVERAM DESPESAS NA BUSCA DE UMA SOLUÇÃO DO AERUS PARA TODOS.
    POR EXEMPLO, NO DIA 21,22 E 23/OUT, ESTIVEMOS EM BRASÍLIA EM REUNIÕES COM O ESCRITÓRIO CASTAGNA MAIA, AGU - ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO, ENTREGANDO MATERIAL AOS DESEMBARGADORES QUE VÃO JULGAR A ACP-AÇÃO CIVIL PÚBLICA, NO CONGRESSO NACIONAL BUSCANDO APOIO DE DEPUTADOS E SENADORES.
    NO PRÓXIMO DIA 28/OUT A COMISSÃO RS ESTARÁ PRESENTE COM 8 APOSENTADOS AERUS SENDO 1 REPRESENTANDO O SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS DE POA NO TRF1
    - TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL, ACOMPANHANDO O JULGAMENTO DO MÉRITO NA NOSSA AÇÃO CIVIL PÚBLICA.

    DESSA FORMA SOLICITAMOS, QUE NOS AJUDEM A MANTER A COMISSÃO RS FAZENDO SEU TRABALHO, COLABORANDO COM A NOSSA CAIXINHA.

    NÃO VAMOS ESTIPULAR VALORES, CADA UM QUE PONHA A MÃO NA CONSCIENCIA E NO BOLSO E DECIDA QUANTO DAR.

    SÃO DUAS AS FORMAS DE PARTICIPAR:
    1. DEPÓSITO NO BANCO ITAÚ
    AG. 6319 CONTA 03238-6
    SEMPRE QUE POSSÍVEL ENVIAR CÓPIA DO COMPROVANTE PARA eniomocellin@terra.com.br
    TITULARES: Enio Mocellin e Ary Guidolin

    2. DEPÓSITO NO SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS DE PORTO ALEGRE.
    ENTREGAR DINHEIRO EM ENVELOPE IDENTIFICADO QUE SERÁ RECOLHIDO PELO NOSSO FINANCEIRO.

    A NOSSA CONTABILIDADE ESTA ABERTA A QUEM QUISER ESCLARECIMENTOS.

    ANTECIPADAMENTE AGRADECEMOS A SUA PARTICIPAÇÃO

    A LUTA CONTINUA, NÓS NÃO VAMOS DESISTIR NUNCA.

    COMISSÃO DOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS DO AERUS RS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A QUEM PERTENCE ESSA CONTA?
      QUAL CNPJ OU CPF?
      QUEM DARÁ O RECIBO?

      Excluir
  22. Os três desembargadores votaram favoravelmente à Ação Civil Pública.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ACORDO ENTENDIMENTO DAS PARTES QUE ASSISTI NO JULGAMENTO (SAIU DO AR ALGUM TEMPO!)

      FICA TUDO IGUAL AO SENTENCIADO PELO DR JAMIL, E SEM AMPLIAÇÃO NO MÉRITO DO DR. DANIEL.

      E AS SENTENÇAS DO DR JAMIL E SEM RETIRADA DE NADA, E SEM ACRESCENTAR MANTENDO A LIMINAR

      E A MULTA PELO NÃO CUMPRIMENTO.

      POR FAVOR CORRIJAM-ME QUEM TEVE ENTENDIMENTO DIFERENTE!
      PAIZOTE MARQUES

      Excluir
  23. Ufa! Deu tudo certo!
    Foi 3x0
    No meu entendimento se manteve a decisão do Dr. Jamil.
    Manteve a Tutela.
    Agora vamos esperar o Dr. Lauro com um áudio.

    Rejane Montresor, no Facebook "Sobreviventes Aerus".

    ResponderExcluir
  24. O presidente do SNA, comandante Ondino Dutra, fala sobre o julgamento do mérito da ação em que o TRF-1 manteve nesta segunda-feira (28), por 3 votos a 0, a decisão de primeira instância que condenou a União por atos ilegais promovidos dentro do fundo de pensão Aerus.
    https://youtu.be/4iDnh1twyv0

    ResponderExcluir
  25. O Site falhou várias vezes, mas se conseguiu pegar importante.
    Rejane Montresor
    Julgamento do Mérito Ação Civil Pública

    ResponderExcluir
  26. Reunião de Ativos e Aposentados AERUS VARIG E TRANSBRASIL Julgamento da ACP pelo TRF 1
    Reunião de Ativos e Aposentados AERUS VARIG E TRANSBRASIL
    Julgamento da ACP pelo TRF 1. No auditório do Prédio onde ficava o AERUS. Praia do Flamengo 66, alugado pela APRUS.
    28 de outubro de 2019.
    Clips filmados e fotografias pelo fotógrafo Paulo Resende. Comissário aposentado VARIG Paulo Resende.
    Câmera Fotográfica Digital CANON EOS Rebel.
    Som original e duas músicas dos arquivos do próprio Youtube.

    ResponderExcluir
  27. A vida é interessante, pois sete horas antes do julgamento fiz a postagem abaixo, com a segurança de que mesmo na justiça, dá para se antever o que irá ocorrer.
    Continuo preocupado com os fatos existentes, pois o SNA, Graziella e advogados realmente apareceram no final, durante o julgamento e seu resultado, mas deixaram de aparecer da forma devida, após aquela petição da AGU, inclusive não impugnando os valores apresentados pela AGU o que geraria a solicitação de uma perícia, como de fato ocorreu.
    Em seguida vem uma mensagem de "comissões " solicitando recursos, visto que a FENTAC nem o SNA tinham mais dinheiro para o caso VARIG "Como ficaremos, quem vai assumir as despesas antes pagas pelo SNA".

    Observei as falas da Graziella e do seu advogado emocionados com a Vitória, que na realidade foram do Dr. CASTAGNA MAIA e se não fosse a intervenção da APRUS, teríamos grande possibilidade de somente voltarmos a receber após a comentada perícia de verificação de valores e cumprindo a lei, isto é valores atuariais ou na ano de 2020.

    Observem que a verdade não custa nada, reconheci o trabalho do saudoso Castagna Maia e em nenhum momento eles lembraram da APRUS que possibilitou o julgamento do mérito e continuará vigilante ante as "intenções " de administração dos nossos problemas, conforme já afirmei partiremos agora para a solução dos não assistidos.
    Abaixo minha premonição;

    Caros colegas de infortúnio, deveremos hoje ter a visão que tanto precisamos de futuro tranquilo, pois o que mais precisamos é conhecer nosso destino final e ele se está chegando, não fiquem ansiosos, acreditem.
    Não tenho preocupação, Observem que mais uma vez a PREVIC falhou com a nota de número 57 onde informa falsos valores de dívida " ela não podia tecnicamente informar a AGU, somente o AERUS pode dar informações sobre o AERUS" ENFIM mais uma vez prejudicou a todos.
    A AGU por sua vez não procedeu da forma devida, pois tendo informações antigas e atuais partiu para uma aventura contrariando a lei não obedecendo uma ordem judicial.
    O julgamento do desembargador embasou os dos juizes anteriores e foram aceitos pelos demais, a petição da APRUS recebeu o nome de uma bela peça, pois esclarece, documenta, comenta de forma clara a petição da AGU, famílias de aposentados, pensionistas e situação claríssima e crítica dos não assistidos ativos.
    Eu tenho FÉ, o dia escolhido foi muito bom.
    Thomaz Raposo APRUS

    ResponderExcluir
  28. MOVIMENTAÇÃO
    DATA : 29/10/2019 15:46:00
    COD : 240200
    DESCRIÇÃO : PROCESSO REQUISITADO COMPLEMENTO: DO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL DANIEL PAES RIBEIRO PARA JUNTADA DE PETIÇÃO.. DO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL DANIEL PAES RIBEIRO PARA JUNTADA DE PETIÇÃO.
    MOVIMENTAÇÃO
    DATA : 28/10/2019 14:00:00
    COD : 172154
    DESCRIÇÃO : A TURMA, À UNANIMIDADE, DEU PARCIAL PROVIMENTO À APELAÇÃO COMPLEMENTO: dos autores e negou provimento aos demais recursos. dos autores e negou provimento aos demais recursos

    ResponderExcluir
  29. Áudio Graziella e Dr. Lauro - 29/10/2019
    https://youtu.be/-Tb4cVQow5c

    ResponderExcluir
  30. Áudio Graziella Baggio - 30/10/2019, 16h10
    https://youtu.be/5fg2bzLRmF8

    ResponderExcluir
  31. ---------- Forwarded message ---------
    De: Jose
    Date: qua, 30 de out de 2019 às 18:49
    Subject: Áudio Graziella Baggio - 30/10/2019
    To:

    https://www.youtube.com/watch?v=5fg2bzLRmF8

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado amigo ex- colega de VARIG Paulo Resende,
      Espero que esteja com saúde e bem com a vida.
      Agradeço e peço encarecidamente que NÃO me envie ou repasse qualquer vídeo, áudio, declaração ou seja lá o que for deste “ ser abjeto”, que nunca foi da VARIG nem da Transbrasil, e cuja atuação no SNA e FENTAC fez com que a VARIG não fosse recuperada e colocasse todos os seus trabalhadores na situação que se encontram.
      O voto deste ser, atendendo aos interesses dos seus patrões de Brasília, e contrariando interesse dos trabalhadores e da decisão de assembleia, fez com que os Direitos dos funcionários da VARIG fossem jogados fora durante a entrega da empresa.
      Esta senhora cansou de se gabar e mostrar fotos com o condenado Lula, de frequentar a festa e dançar a quadrilha quando este ocupava vergonhosamente a presidência da República.
      Lembro ainda que você chegou a ser processado pela mesma.
      Em assim sendo nos poupe de tudo que vier desta criatura nojenta.
      Não nos esquecemos do passado nem da nossa História!
      Um abraço fraterno e fique com Deus.
      Marcelo Lins

      Excluir
    2. APOIADO !!! COBERTO DE RAZÃO.....
      Luiz Sotomayor

      Excluir
    3. As palavras do Marcelo Duarte são também as minhas.
      Ass.: Oscar Bürgel

      Excluir
    4. Cada um sabe a escada que sobe, na minha idade passo longe delas.

      Excluir
    5. Eu também!
      Acho injusto estar cobrando do Resende.
      Quem não gostar, que delete.
      A comunicação é livre e os grupos são muito grandes.
      Lembro que a maioria são aposentados e dependendo muito das informações sobre o AERUS.
      Falar dela , do Lula, do Dirceu e qualquer outro é tudo o mesmo.
      A maioria da categoria aposentados esperam soluções e parece que não foi ninguém da ativa é que colaborou nas conquistas atuais.
      Então vamos poupar quem divulga. Os jornais tabloides estão acabando, mas o virtual cresce cada vez mais e não temos como deixar de ver o que aparece nas telinhas.
      Abraços a todos
      Antenor Cirtoli

      Excluir
  32. COMUNICADO Nº 016/2019
    Assunto: Antecipação de Tutela Recursal (Decisão proferida pelo Desembargador Federal Daniel Paes Ribeiro do TRF – 1ª Região, nos autos da Apelação em Ação Civil Pública nº 0010295- 77.2004.4.01.3400)

    Prezados (as) participantes aposentados (as) e pensionistas,

    Referente ao processo em evidência, informamos que recebemos da União Federal o valor necessário ao pagamento da Tutela Antecipada União do mês de OUTUBRO DE 2019, relativo aos planos VARIG e TRANSBRASIL.

    O crédito está previsto para o dia 04/11/2019 e os contracheques estarão liberados em breve no site do Aerus na área restrita (AUTO ATENDIMENTO).

    Atenciosamente,
    Luis Gustavo da Cunha Barbosa
    Liquidante
    Portaria Previc nº. 1.181, de 20/12/2017, DOU de 22/12/2017

    ResponderExcluir
  33. Impressionante mesmo, nas enormes bobagens da vida, os que se deixam levar por elas ou por uma ideologia idiota, que só nos trouxe dor e prejuízo, a variguianos e inúmeras empresas que estavam vinculadas a nossa VARIG.

    Isto ocorreu por interesses de Dirceu e Lula, Dirceu com a TAM e LULA com a GOL, ambos destruíram a aviação nacional com suas ambições desmedidas e auxiliados pelos sindicatos, que a tudo viabilizaram através de agentes conhecidos, que hoje ainda procuram aparecer como grandes salvadores do "sofrido grupo de não assistidos e credores da VARIG.

    Impressionante ainda são as falas que procuram enganar e que dominam os ambientes mais fracos.

    Imaginem a desfaçatez de dizer que vai procurar alterar a data dos nossos pagamentos que todos sabem já a anos que ocorre no segundo dia útil de cada mês, exceção sempre feita quando ocorre do segundo dia útil ocorrer em um segunda feira ou feriado pois então estará disponível no dia seguinte ao depósito do AERUS no ITAU para o devido deposito.

    Outro rumor e de negociações junto a GUEDES E AGU, não confiamos em qualquer acordo feito pelos sindicatos e está senhora, pois sempre existem interesses estranhos a nossa população e entendam de uma vez que o mérito só foi julgado com a intervenção da APRUS no processo, pois caso assim não fosse, uma perícia seria determinada e somente iríamos voltar a receber no ano de 2020.

    ACORDOS SOBRE ESTE COMANDO NÃO SERÃO ACEITOS COMO JÁ NÃO FORAM NO PASSADO.

    Falar foi sempre fácil fazer e enfrentar tecnicamente o problema é difícil, mas não para a APRUS que é determinada nos seus objetivos, conforme afirmei, os não assistidos me aguardem, forte abraço nos que merecem. Boa tarde.
    Thomaz Raposo APRUS

    ResponderExcluir
  34. Processo de falência disponível eletronicamente e decisão autorizando o 3º rateio

    Informamos que o processo de falência das Massas Falidas de S.A (Viação Aérea Rio-Grandense) e Outras (número 0260447-16.2010.8.19.0001) está disponível de forma eletrônica desde o dia 31/10/2019.

    Desta forma, a petição requerendo a autorização para realização do 3º rateio foi juntada em 04/11/2019, com a decisão que autoriza sua efetivação, cuja publicação no Diário Oficial ocorreu na data de 06/11/2019.

    O próximo passo é o encaminhamento para manifestação do Ministério Público e a abertura de prazo para eventual entrada de recurso por qualquer interessado.

    Tão logo sejam cumpridas estas etapas e, caso não haja recursos, daremos início ao pagamento do 3º rateio.
    <a href="http://sanordesteriosul.com.br/index.php/2019/11/06/processo-de-falencia-disponivel-eletronicamente-e-decisao-autorizando-o-3o-rateio Massas falidas </a>, 6-11-2019

    ResponderExcluir
  35. Áudio de Graziella Baggio, 8-11-2019:
    https://youtu.be/fEIhQE5efbY

    ResponderExcluir
  36. Este acordão é o complemento da ação ACP, que foi julgado no dia 28 passado.
    Acordão é o nome dado à sentença, ou seja, é a decisão final proferida sobre um processo por tribunal superior, que funciona como paradigma para solucionar casos análogos.
    Neste caso como se confirmou a sentença de 1ª instância, não deve trazer novidades, salvo a determinação de correção dos valores que deixaram de ser aplicados no mercado financeiro pelo Aerus.
    Porem não creio que estes valores sejam importantes no momento, pois dependem de cálculos a serem feitos por arbitramento. E salvo engano, estes valores ainda dependem , inclusive de inclusão em orçamento, talvez do ano que vem!
    À rigor a sentença não mudou!
    Para os ativos, serão inclusos quando do trânsito em julgado, e para assistidos, acredito que também.
    Pelo menos o desembargador não, mencionou qualquer alteração, salvo a continuação dos pagamentos, como hoje efetuados.
    Ontem alguém perguntava aqui sobre, ”retroativos”, eu desconheço este assunto,pelo menos para este momento do acordão.
    Então não devemos ter novidades, a não ser, novos recursos de ambas as partes, vida esclarecer, sem alterações mais no mérito.
    E quanto a mudança de datas para o dia 18, é um fato corriqueiro, acontece frequentemente no fechamento de qualquer jornal!
    Paizote Marques

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Solicito informar qual a base para que acredite que os ativos só receberão após o trânsito em julgado.
      Thomaz Raposo

      Excluir
    2. THOMAZ

      Tentarei responder a tua pergunta!
      A base, é a analise do acordão e demais sentenças proferidas, durante o processo, mesmo quando em choque com a legislação.
      O que neste este caso, demandaria nova ação!
      Para um entendimento, do acordão, ( copio!) faz-se necessário um esforço nos fatos, para uma melhor compreensão da questão.
      Primeiro analisemos os pedidos dos autores, por etapas;
      Conforme consta no relatório como peticionado
      “mantenham os planos de benefícios na exata forma como em funcionamento, mantendo o pessoal ativo e aposentado da Transbrasil vinculados aos planos da entidade da maneira como hoje se encontram e de acordo com suas regras” (fl. 56 – I vol.).
      Entendo que não foi pedido nenhuma alteração no “status quo” mantendo e fixando todos na situação vigente a época.
      § 1o Os benefícios serão considerados direito adquirido do participante quando implementadas todas as condições estabelecidas para elegibilidade consignadas no regulamento do respectivo plano.
      DO, COMO SERIA O CASO TEMOS APENAS UMA EXPECTATIVA DE DIREITO.
      LEI COMPLEMENTAR Nº 109, DE 29 DE MAIO DE 2001§ 3o Os participantes que já estiverem recebendo benefícios, ou que já tiverem adquirido este direito antes de decretada a liquidação extrajudicial, terão preferência sobre os demais participantes.

      Passamos então a analisar itens julgados procedentes;
      ANTECIPAÇÃO DE Liminar
      Reza a sentença;
      (...) mantenham os pagamentos de complementação de aposentadorias, pensões e auxílios-doença na exata forma como ocorriam às vésperas da liquidação dos denominados Planos Varig e Transbrasil, a partir de aportes mensais da União ao Aerus nos valores necessários ao pagamento das complementações de aposentadoria, pensão e auxílios-doença, mantendo em dia tais pagamentos.
      Como os ativos apesar da expectativa de direito, foram comtemplados apenas a uma indenização futura, vide;
      Nesse sentido, determina a Lei Complementar n° 109, de 2001, que “as alterações processadas nos regulamentos dos planos aplicam-se a todos os participantes das entidades fechadas, a partir de sua aprovação pelo órgão regular e fiscalizador, observado o direito acumulado de cada participante” (art. 17), dispondo o parágrafo único desse artigo que “Ao participante que tenha cumprido os requisitos para obtenção dos benefícios previstos no plano é assegurada a aplicação das disposições regulamentares vigentes quando se tornou elegível a um beneficio de aposentadoria.”.
      Logicamente á época da liquidação do plano, após nada pode ser alterado.

      Excluir
    3. LEI Nº 9.494, DE 10 DE SETEMBRO DE 1997. Art. 2o-B. A sentença que tenha por objeto a liberação de recurso, inclusão em folha de pagamento, reclassificação, equiparação, concessão de aumento ou extensão de vantagens a servidores da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, inclusive de suas autarquias e fundações, somente poderá ser executada após seu trânsito em julgado.
      (Lei n. 9.494/97, é vedada a execução provisória contra o Poder Público. Na hipótese – processo judicial em que se busca a responsabilidade da União por supostos prejuízos causada ao fundo AERUS -, não se pode admitir que decisão judicial proferida em mero juízo de cognição sumária determine o imediato dispêndio de recursos financeiros pela União, sem o anterior trânsito em julgado de decisão que expressamente reconheça a sua responsabilidade (art. 37, § 6º, da Constituição da República).
      Salvo em caso de (interpretação judicial ) de que haja “Periculum in, mora”,
      PS; CONFORME INTERPRETAÇÃO DOS JUIZES CASO DOS ASSISTIDOS!
      Observe-se que os pedidos formulados contra a União têm como beneficiário, sempre, o Instituto Aerus de Seguridade Social. E não as pessoas físicas!
      No caso a falência das patrocinadoras não impõe a liquidação dos planos, mas sim, a distribuição de seus ativos aos participantes e beneficiários, conforme previsto na Cláusula IX do Regulamento do Plano de Benefícios, verbis (fls. 479-480 – Vol.
      Obs.; DEDUZ-SE, QUE O DIREITO ASSISTIRIA AOS ATIVOS, QUE DESDE QUE EXISTAM RECURSOS LIQUIDOS EM CAIXA, COMPETENTEMENTE APURADOS!
      O descumprimento de obrigação contida nos convênios de adesão demandaria ação própria contra as patrocinadoras, que a tanto se obrigaram nos termos dos respectivos convênios de adesão.
      Os autores/apelantes argumentam que, tendo sido a União condenada por não cumprir o seu poder-dever de fiscalizar o Fundo Aerus, cuja “reparação consistirá em montante individual e nos estritos limites das contribuições que deveriam ser vertidas e não o foram pelas referidas companhias, tanto da parcela da patrocinadora quanto da parcela dos participantes, inclusive a chamada Terceira Fonte até sua extinção, devidamente corrigida e adicionada de juros, nos termos da lei civil, conforme se apurar em liquidação de sentença por arbitramento”, deverá ser condenada a assegurar ”a chamada rentabilidade mínima, ou mínimo atuarial” (fl. 4.746).
      Ora, reconhecida a omissão da União no seu poder-dever de fiscalizar o Fundo Aerus, pelo que foi condenada a reparar os danos, consistentes “em montante individual e nos estritos limites das contribuições que deveriam ser vertidas e não o foram”, deverá ser condenada, também, a garantir a rentabilidade mínima, ou mínimo atuarial, desses recursos. Temos que, a indenização deferida, como único item procedente na sua integralidade da ACP, terá seus efeitos concluídos, fazendo a justiça esperada, e que a todos contemplará , quando não couberem mais recursos , pendente de arbitramento execução no devido tempo do processo.
      .
      A justiça não é necessariamente justa!
      POR APARENTE LÓGICA A SENTENÇA POR ABITRAMENTO CITADA ACIMA, SOMENTE SE DARÁ APÓS TRÂNSITO EM JULGADO,

      Fontes; Sentenças de primeira instância, acordão do TRF1, e CPC.
      Paizote Marques
      27-11-2019

      Excluir
  37. EMENTA DO ACORDÃO

    1. Não se conhece dos agravos retidos interpostos nestes autos, uma vez que não foi requerida sua apreciação, como preliminar de apelação, conforme disciplina processual vigente à época de sua interposição.

    2. Considerando -se a existência de pedido de condenação diretamente direcionado à União, notadamente a questão da responsabilidade pelos atos a ela atribuídos, seja a omissão no poder-dever de fiscalização e proteção dos participantes dos planos de previdência complementar, seja quanto à extinção da terceira fonte, não há que se falar em sua ilegitimidade passiva para figurar no presente feito.

    3. Diante dos pedidos formulados, verifica-se que não houve julgamento extra ou ultra petita, uma vez que o comando sentencial encontra-se diretamente vinculado aos pedidos formulados na petição inicial.

    4. A preliminar de perda do objeto da lide não foi objeto de arguição em primeiro grau, em sede de contestação, pelo que não foi analisada na sentença, razão pela qual não deve ser conhecida, pena de supressão de instância, bem como diante da variação da tese processual defendida pela União.

    5. O pedido direcionado contra a União, especificamente, para “pagar ao Instituto Aerus de Seguridade Social”, os valores que, no entender dos autores, deixaram de ser aportados ao aludido fundo por culpa (lato sensu) da União, razão pela qual incide o Decreto n. 20.910/1932, consoante o qual prescreve em cinco anos toda e qualquer ação contra a Fazenda Pública. O ato praticado pelo D A C e que anima a pretensão deduzida nesta ação foi materializado pelo Ofício n. 017/D G A C/00034, de 30 de janeiro de 1991, pelo qual se comunicou que a extinção da contribuição efetivar-se-ia no prazo de 90 dias, contados daquela comunicação. Esse ofício chegou ao conhecimento do A E R U S pelo menos na primeira quinzena de fevereiro seguinte, pois no dia 14 daquele mês a entidade remeteu carta ao D A C ponderando acerca do que havia sido decidido pelo órgão. Tem-se, à míngua de prova em contrário, que o efeito decorrente do referido ato materializado no ofício operou-se a partir de maio de 1991, ou seja, aí ocorreu a pretensa lesão ao direito dos Autores, da qual nasce o direito de ação.

    6. Com relação ao pedido de extensão do benefício a todos os participantes do fundo, não há como acolher a pretensão deduzida empregados.

    7. Reconhecida a omissão da União no seu poder-dever de fiscalizar o Fundo Aerus, pelo que foi condenada a reparar os danos, consistentes “em montante individual e nos estritos limites das contribuições que deveriam ser vertidas e não o foram”, deverá ser condenada, também, a garantir a rentabilidade mínima, ou mínimo atuarial, desses recursos.

    8. Não assiste razão à parte apelante no que tange à pretensão de majorar os honorários de sucumbência, considerando-se o percentual que foi arbitrado, diante das disposições constantes do art. 20 do Código de Processo Civil de 1973, então vigente.

    9. Apelação dos autores parcialmente provida. Demais recursos, desprovidos.

    A C Ó R D Ã O
    Decide a 6ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, por unanimidade, dar parcial provimento à apelação dos autores e negar provimento aos demais recursos.
    Brasília, 28 de outubro de 2019.
    Des. Federal DANIEL PAES RIBEIRO
    Relator

    ResponderExcluir
  38. ACORDÃO
    https://arquivo.trf1.jus.br/…/…/00102957720044013400_2-2.doc

    ResponderExcluir
  39. JIM
    BOA TARDE, APENAS PARA INFORMAR OUE O LINK PUBLICADO,
    PARA A INTEGRA DO ACORDÃO ,ESTA QUEBRADO .
    ACORDÃO

    https://arquivo.trf1.jus.br/PesquisaMenuArquivo.asp?p1=200434000103192&pA=200434000103192&pN=102957720044013400

    Paizote Marques

    ResponderExcluir
  40. Comunicação e mensagem da APRUS e seu presidente

    Caros amigos, caros associados da APRUS, caros participantes do fundo AERUS e funcionários do AERUS, enfim aos que me conhecem por escrita, pessoalmente ou por ouvir falar, nossa luta com respeito aos ativos ou chamados de não assistidos, após a decisão ocorrida no dia 28/11, está quase por acabar.

    A verdade sempre aparece, no dia 18 passado recebi uma mensagem com a falada da Sra. Graziella lamentando o que ocorria com o fundo AEROS da VASP em razão de uma perícia solicitada pelo Juiz, há bastante tempo mas sem que esta efetivamente fosse realizada o que impedia o recebimento das pensões de muitos assistidos e pensionistas, sem falar no chamados ativo não assistidos.

    O comentário acima não me surpreendeu, pois foi o resultado da efetiva e vitoriosa ação de reclamação, que a APRUS assumiu no sentido de defender os interesses da VARIG ou seja a continuidade dos nossos pagamentos, demonstrando com números fornecidos pelo AERUS e homologados na justiça da realidade dos fatos e a solicitação de impugnação dos dados constantes na petição da AGU e graças ao nosso advogado Otavio Neves e a razoabilidade das suas colocações o desembargador decidiu analisar o mérito da ação e liberar nossos pagamentos de aposentadoria.

    Com a análise do mérito tudo mudou e a APRUS, estará em reunião nos próximos dias junto ao AERUS buscando a solução final para os não assistidos e acredito, confio com muita fé, que tudo se resolverá.

    Informo também particularmente que meus trabalhos foram executados debaixo de forte emoção, pois minha companheira há trinta e nove anos, resolveu atender o chamado do SENHOR e está de partida nestes dias tendo sido a razão do meu silêncio, desde a decisão de mérito e nesta ação eu infelizmente a perdi, pois o SENHOR a requisitou para tarefas mais importantes que não me cabe discutir.

    Continuem com FÉ
    Thomaz Raposo de Almeida Filho
    Senhora Maria de Lourdes Marques Raposo de Almeida Assessora
    Diretor Presidente APRUS

    ResponderExcluir
  41. Meus sentidos pêsames a Thomaz Raposo (presidente da Aprus) pelo passamento de sua esposa.

    ResponderExcluir
  42. Paizote Marques
    10 h

    Após o segundo telefonema. pedindo esclarecimento.
    comunico que, sim, fui "gentilmente" expulso da pagina da Rejane Montresor , e para que não surjam boatos que tentem botar lenha na "fogueira" ,publico aqui minha ultima postagem lá.E originou o lamentável equivoco.Antes alerto não quero nem preciso de solidariedade, apenas para que saibam que independente disto, a pagina continua merecendo meu respeito.

    Ultima postagem antes da expulsão.
    Rejane Montresor Eu não concordo com algumas atitudes! Esta por exemplo de não aceitar o contraditório. Temos que aprender a viver com pessoas que pensam diferente e principalmente respeitar, sem mostrar a porta da rua, como primeira medida para eliminar quem discorda da gente.Pessoas não podem ser descartadas, quando não querem ser subservientes. Acho muito primário isto de só conseguir conviver com quem reza pela mesma cartilha. Não amiga não vou me retirar,prestei e presto um serviço bom ,sem ´prejudicar ninguém ,e sim fui convidado , quando participava da pagina da Clara, inclusive nomeado moderador , não quis mais por não saber dizer sim sempre e somente aplaudir. Faça o que sua consciência determinar! Mas eu esperava e espero muito mais de vc! Estou me decepcionando com esta atitude ditatorial e indelicada de hoje, quem sempre disse pregar a paz. E quer saber ...um beijo no teu coração, pois esta não é a mulher , e principalmente a franciscana,que aprendi a admirar.E não costumo me enganar com as pessoas.Para mim vc continua do bem, só esta confusa ou iludida com tantos elogios diários. Eu só consigo ser amigo de quem me elogia mas também me diz verdades.Mesmo que me expulse não fará de mim um inimigo! Boa noite...infelizmente...só hoje sem paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Postei como informação do mood de alguns grupos e pessoas bastante ativas nesta questão Aerus/Varig,não tenho a mínima ideia do que se passou, passa, ou porquê.

      Excluir
    2. Primeiro, vi aqui:
      https://www.facebook.com/groups/SobreviventesDoAerus/

      Depois, para confirmar, aqui:
      https://www.facebook.com/groups/aerus.sna/

      Excluir
    3. Gente, este episódio, entrevero (as you like) me lembrou o tal de Antagonista. Explico: para quem ainda não sabe, sou Editor deste blogue/revista virtual. Ao receber a notificação do relatado acima eu poderia, como faz o Antagonista, postar:
      “Paizote foi expulso da página ‘Sobreviventes Aerus’”. Mas o nosso blogue não é o Antagonista!

      Espero e desejo que este meu comentário sirva de ponto de reflexão para os nossos generosos leitores perceberem, olhando à(em) volta como (não) caminha a mídia brasileira, e como essa mesma mídia anda JULGANDO e CONDENANDO pessoas que, por qualquer razão, lhe interessa silenciar/excluir.

      Think about!

      Excluir
  43. SNA apresenta recurso para esclarecimento de acórdão na ação do Aerus

    Após fazer uma análise mais profunda, juntamente com o escritório de advocacia Castagna Maia, o SNA e a AAPT decidiram apresentar recurso de embargos de declaração sobre o acórdão do julgamento da ação civil pública no qual o Tribunal Regional Federal da 1ª Região ampliou a condenação que havia sido imposta à União em primeira instância por atos ilegais no fundo de pensão Aerus.

    Esse recurso servirá para que alguns pontos do acórdão publicado sejam esclarecidos pelo TRF-1. Ainda não há uma data marcada para o julgamento destes embargos, que serão analisados pela mesma turma de desembargadores que julgou o mérito da ação movida pelo SNA e pela AAPT (Associação dos Aposentados e Pensionistas da Transbrasil).

    Lembramos que a União ainda não foi intimada da decisão do TRF-1 e que, muito provavelmente, ainda irá recorrer de sua condenação.

    Destacamos ainda que está mantida a antecipação de tutela que, desde 19 de setembro de 2014, garantiu o restabelecimento do pagamento dos assistidos, na exata forma como ocorria em 2006.

    A tutela antecipada beneficia por ora apenas os assistidos, mas a ação abrange todos os participantes do Aerus, assistidos e ativos —o SNA espera que em breve todos possam ser beneficiados.

    Fiquem atento aos meios de comunicação do SNA para o desenrolar da tramitação da ação.

    O SNA fica à disposição para esclarecimentos de dúvidas e para quaisquer outras orientações pelo e-mail juridico@aeronautas.org.br ou pelo Whatsapp 11 95375-0095 (somente para associados).

    ResponderExcluir
  44. Áudio Graziella Baggio - 06/12/2019
    https://youtu.be/x8snxX8byLI

    ResponderExcluir

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-