quarta-feira, 24 de junho de 2020

A manchete dos jornalistas de velório já está na gaveta

Augusto Nunes: “Quando a covid-19 for neutralizada, nenhum jornal brasileiro vai avisar na primeira página que a pandemia acabou”

Cristyan Costa

Apesar da desaceleração da pandemia de coronavírus em várias partes do Brasil, reabertura lenta, segura e gradual da economia em Estados e municípios, há quem prefira ignorar os fatos.

Além disso, dificilmente os leitores encontrarão nas manchetes as boas notícias relacionadas ao vírus chinês, o que dificulta ver a luz no fim do túnel.

Esta, portanto, é a reflexão do colunista Augusto Nunes. “Quando a covid-19 for neutralizada, nenhum jornal brasileiro avisará na primeira página que a pandemia acabou”, afirmou. “Os devotos do jornalismo funerário já têm a manchete guardada numa gaveta: CORONAVIRUS PREPARA A SEGUNDA ONDA”.
Título e Texto: Cristyan Costa, revista Oeste, 24-6-2020, 11h15

3 comentários:

  1. Perdi meu tempo lendo esse texto sem qualquer profundidade.

    ResponderExcluir
  2. Somente 3, Augusto Nunes, Alexandre Garcia e Osmar Terra compartilham a mesma opinião.
    Agora com óculos novos. posso escrever sem caixa alta e menos erros.
    fui...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que também o Caio Coppolla, o Guilherme Fiuza, o J. R. Guzzo, a Ana Paula Henkel...

      Excluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-