quarta-feira, 24 de junho de 2020

Haddad perde mais uma para Bolsonaro

Petista quis cassar a chapa vencedora da disputa presidencial em 2018, mas foi derrotado de forma unanime no TSE

Anderson Scardoelli

O petista Fernando Haddad foi novamente derrotado por Jair Bolsonaro. Depois de perder nas urnas no pleito presidencial de dois anos atrás, agora o esquerdista sofreu revés no âmbito do Poder Judiciário. Isso porque o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou na noite desta terça-feira, 23, a ação movida pela coligação encabeçada pelo PT contra a chapa Bolsonaro-Mourão.


Em termos percentuais, a nova derrota sofrida por Haddad foi mais humilhante. Diferentemente do segundo turno das eleições de 2018, quando recebeu 44,9% dos votos válidos, o petista perdeu por zero. Afinal, o TSE decidiu por unanimidade arquivar a ação movida pelo PT. Relator do caso, Og Fernandes foi o primeiro a votar — contra o pedido do Partido dos Trabalhadores — e foi acompanhado pelos outros seis ministros.

Ao proferir seu voto, o relator da ação no TSE explicou que uma chapa eleita democraticamente só pode ser cassada quando há “comprovação inequívoca da gravidade das condutas imputadas como ilegais”. Não foi, contudo, o que ocorreu com a ação impetrada pelo PT, avaliou Fernandes.

A ação
Derrotada nas urnas em 2018, a coligação “O Povo Feliz de Novo” (PT/PCdoB/Pros) foi ao TSE com a intenção de tirar Bolsonaro do poder. Para isso, alegou que a chapa vitoriosa foi responsável por instalar, de forma “indevida e coordenada”, outdoors em 33 cidades espalhadas por 13 Estados brasileiros durante o período pré-eleitoral de 2018.

De acordo com a argumentação petista, tal feito teria “comprometido o equilíbrio do pleito”. Alegação essa que não foi aceita por nenhum ministro do TSE.
Título e Texto: Anderson Scardoelli, revista Oeste, 24-6-2020, 13h40

Um comentário:

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-