quinta-feira, 8 de outubro de 2020

Tivoli Park vai voltar neste sábado

Nesta primeira etapa da reabertura, considerada um ‘’pré-lançamento’’ pela organização, o parque contará com 20 atrações, sendo dois brinquedos originais do parque 

Foto: Allan Fernando

O parque de diversões Tivoli Park, sucesso entre as décadas de 70 e 90, vai voltar. Vai ficar ao lado do estacionamento do Via Parque, o espaço de 50 mil metros quadrados abrigará brinquedos que marcaram gerações – totalmente restaurados e adaptados para os modernos padrões de segurança –, além de atrações inéditas. O público poderá desfrutar do pré-lançamento do parque a partir do dia 10 de outubro.

Responsável pela ideia, o empresário cultural do entretenimento Frederico Reder diz que: “O tamanho da minha admiração pelo Orlando Orfei como empreendedor artístico, como ‘Disney’ brasileiro, tanto no circo quanto para o parque, me trouxe essa necessidade em homenageá-lo no ano em que completaria o seu centenário. Então ele estará sempre presente, seja no parque com os brinquedos que foram herdados ou no Reder Circus, com o figurino do Circo Orlando Orfei”, declara ele, que é fã de Orlando Orfei, o fundador do Tivoli Park da Lagoa Rodrigo de Freitas. 

Nesta primeira etapa da reabertura, considerada um ‘’pré-lançamento’’ pela organização, o parque contará com 20 atrações, sendo dois brinquedos originais do Tivoli Park: o Bicho da Seda, uma espécie de carrossel em alta velocidade com gôndolas para duas pessoas, e o Barco Viking. Ambos estavam em operação em outros parques e estão totalmente adaptados para os padrões atuais de segurança. 

O espaço também contará com a maior pista de bate-bate do Rio, com mais de 200m², e atrações exclusivas como Moveit, Terminator, Kataclisma, e Comic Show, além dos tradicionais Evolution, Kamikase, Taga Disco, Tele Combate e a romântica roda gigante panorâmica. Já os pequenos visitantes poderão aproveitar de forma lúdica brinquedos como Carrossel, Trenzinho, Pistinha, Jumbos Voadores, Aviãozinho (red baron) e as mini montanhas-russas Abelhinha e Ligeirinho. 

No espaço, todos os protocolos de segurança e bem-estar para conter a disseminação do Covid-19 são seguidos. A capacidade máxima permitida obedece às regras da prefeitura, assim como o uso obrigatório de máscara por funcionários e visitantes, medição de temperatura no acesso ao parque e totens de álcool gel espalhados pelo loca. Todos os brinquedos serão higienizados a cada uso e sanitizados semanalmente, seguindo as regras de Prefeitura, Vigilância Sanitária e Bombeiros. 

“Tenho certeza de o meu sonho que é o sonho de todos os cariocas e conto com a colaboração de todos que amam a Cidade Maravilhosa para construir um espaço onde toda a família possa se divertir”, conta Reder. 

Serviço
Endereço: Av. Ayrton Senna, 3.000 – Ao lado do estacionamento do Via Parque – Barra da Tijuca
Valor: acesso gratuito ao parque – cada atração: R$10
Passaporte: R$ 99,00 – meia entrada válida para todos os visitantes durante o mês de outubro 

Título e Texto: Redação, Diário do Rio, 8-10-2020

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-