quinta-feira, 29 de outubro de 2020

[Diário de uma caminhada] Psicólogos, psicoterapeutas e psiquiatras


Gabriel Mithá Ribeiro

Psicólogos, psicoterapeutas e psiquiatras de pouco nos servem se os avanços na solução dos problemas da saúde mental individual forem simultâneos do agravamento de manifestações sociais como a má educação e demais atitudes e comportamentos socialmente problemáticos ou mesmo reprováveis. Nas famílias, escolas, hospitais, na rua, por aí adiante, as evidências do quotidiano apontam justamente nesse sentido. 

O que é que está a falhar no conhecimento da mente humana? Trata-se a mente individual e, por intermédio dela, minimizam-se os problemas da mente coletiva? Ou é o inverso? Não está em causa uma mega utopia de desculpabilização do indivíduo e de culpabilização do coletivo? 

O que sei é que temos um problema seriíssimo entre mãos e, insistindo na mesma receita, o futuro não deve ser risonho. 

Gabriel Mithá Ribeiro, 29-10-2020 

Anteriores:
Karl Marx, o Vigarista
O conto do vigário chinês
O conservadorismo segundo Roger Scruton
José Pacheco Pereira – A cabeça apodrecida do regime

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-