domingo, 22 de janeiro de 2012

[Varig/Aerus] "Termine com o nosso sofrimento, Mestre!"

José Jordão
Oh, Senhor, não me abandone e a minha família!


Trabalhei décadas na Varig, depois me aposentei pelo Aerus, Plano l.
Hoje, eu e a minha esposa somos idosos e estamos cansados. Estamos muito tristes. Em nossa mesa quase não há nada para comer. Os remédios são poucos, não temos mais forças para pegarmos ônibus e irmos ao SUS nos consultar. Aquela espera é humilhante. Ficamos horas para sermos atendidos.
Sinto vergonha de mim e sinto pela minha velha amiga e companheira por não poder lhe dar conforto no final de nossas vidas.
Que tristeza, meu Deus!
Tivemos que alugar o quarto dos nossos filhos para termos algum dinheirinho a mais no final do mês. Dividir o nosso teto com estranhos, quando ali fomos tão felizes, a nossa família.
Sempre fomos humildes, hoje, nos sentimos desgraçados.
Ainda não estamos entendendo direito o que aconteceu conosco.
Fiz tudo direitinho na vida, como meus pais me ensinaram.
Existem culpados pela nossa situação? Quem são eles? Onde estão?
Nossos dias são cinzentos quando há sol e céu azul lá fora.
Senhor, lhe peço do fundo de minha alma, venha nos libertar deste suplício sem fim.
Não temos mais esperanças de nada. Termine com o nosso sofrimento, Mestre.
Por favor, entenda a nossa situação. Não existe respeito algum pelos idosos em qualquer lugar que se vá. Nos ônibus nem oferecem lugar para minha esposa se sentar.
Por que viver mais tempo, Mestre?

Nossa porta está aberta para vós. Se somos dignos de Vossa Companhia, estamos prontos para seguirmos Consigo.
Perdoe-nos pelo desatino das palavras pois não temos mais forças nem para chorarmos pelas nossas tristezas.
Amém.
José Jordão

Obs: o escrito acima é ficção, mas nem tanto... Temos conhecimento de muitos, mas muitos colegas que se encontram nessa situação. Muitas reviravoltas ainda irão acontecer em nossas vidas, e estaremos igualmente vivendo o drama desses dois velhinhos aqui retratados. Que Deus tenha piedade de todos nós!
Jordão
Copacabana, 20-01-2012, foto: Dayse Mattos
Edição: JP

Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-