sexta-feira, 27 de maio de 2022

Bolsonaro diz que não vai à Cúpula das Américas ‘ser moldura’ de foto

Segundo ele, uma das condições para ir ao evento foi ter uma reunião bilateral com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden

Afonso Marangoni

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse nesta sexta-feira, 27, que, antes de confirmar se participaria da Cúpula das Américas, conversou com um enviado especial do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, sobre qual seria o tratamento dispensado ao chefe de Estado brasileiro. “Não iria jamais lá para ser moldura de uma fotografia”, afirmou.

Foto: Alan Santos/PR

Segundo o presidente, uma das condições foi uma reunião bilateral com o democrata. “Tem uma audiência bilateral de pelo menos 30 minutos com ele? Tive três horas com o Putin. A resposta foi sim, então iremos falar da posição do Brasil, falar do que havia tratado com o presidente Donald Trump para continuarmos esta política. É para o bem dos nossos povos.”

Em evento da igreja Assembleia de Deus, em Goiânia, Bolsonaro ainda afirmou ser um dos chefes de Estado do Brasil que mais “respeitam e admiram” o povo dos Estados Unidos. Ele também destacou a importância da Floresta Amazônica para o planeta.

“Nós fizemos há pouco dias um encontro com o Elon Musk, um homem que raramente sai do seu país, Estados Unidos, e raramente encontra com um chefe de Estado, que veio se encontrar conosco, conversamos por quase duas horas, ouvimos a proposta dele, que não é nenhuma proposta para auferir lucros em nosso país”, afirmou.

Segundo o presidente, o que o bilionário quer em relação à Amazônia é levar internet para todos. “Quer também disponibilizar sua rede de satélites para que tire fotografias de verdade da região, para mostrar se lá pega fogo ou não, nós sabemos que não pega, floresta úmida não pega fogo.”

“O Brasil tem que deixar de ser atacado o tempo todo, interna e externamente, por pessoas que querem apenas, no momento, tirar o governo daqui, como se o outro que esteve à frente do Executivo por oito anos e mandou em mais seis fosse realmente a solução para a nossa pátria”, finalizou.

Título e Texto: Afonso Marangoni, Revista Oeste, 27-5-2022, 16h40

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-