quinta-feira, 28 de agosto de 2014

A Petrobras está falida

Fernando Batalha
Quando a situação econômico-financeira de uma empresa deteriora de tal forma como ocorre com a Petrobras, não adianta mais olhar o passado. Como escreveu Roberto Campos em sua magistral obra, LANTERNA DE POPA, a experiência do passado é um farol que ilumina para trás. É preciso encarar a realidade: corrupção. Proteger a Petrobras, nas atuais circunstâncias, não é louvando seu passado, é erradicando o câncer da corrupção que mina os recursos da empresa transferindo-os para os paulos robertos, cerverós, youssef, andré vargas et caterva.  

As duas CPIs instaladas no Congresso Nacional estão sendo manipuladas pelo governo sob o sofisma de que É PRECISO PROTEGER A PETROBRAS (Revista VEJA de 6 de agosto: A GRANDE FARSA). Sim, é preciso protegê-la, mas encobrir os crimes praticados e manter o mesmo esquema de corrupção na empresa agravará ainda mais sua situação patrimonial e financeira, extremamente preocupante, em parte causada por controles internos ineficazes pois inaplicados facilitando a ação dos fraudadores. Que o digam o digno e operante juiz da 1ª Vara Federal de Curitiba, que jurisdiciona o processo de apuração das responsabilidades dos envolvidos nas fraudes praticadas pela administração da Petrobras, como também o TCU e a CGU.    

Qualquer aluno de Ciências Contábeis, cursando as disciplinas AUDITORIA INTERNA E AUDITORIA INDEPENDENTE DE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS, perceberá o óbvio ululante, não sendo necessário ser sábio para isso. Basta levantar os indicadores e aplicar testes de observância e testes substantivos para que essa evidência salte aos olhos.  


O debate ontem à noite, entre os presidenciáveis, acendeu para mim uma luz que estava apagada no fim do túnel: encerrar-se-á, com a eleição presidencial, o ciclo maligno do PT, seja eleito Aécio, Marina ou, até mesmo, embora com menor chance, qualquer dos demais candidatos, pois Dilma é carta fora do baralho da sucessão.  
Título e Texto: Fernando Batalha, 28-08-2014



Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-