terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Presidente do Tribunal de Justiça de MS defende volta ao trabalho e critica ‘palhaçada midiática fúnebre’

'Deixemos de viver conduzidos como rebanho para o matadouro', observou o magistrado

Artur Piva

Na última sexta-feira, 22, o novo presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), Carlos Eduardo Contar [foto], defendeu o retorno ao trabalho para pôr fim ao que ele classificou de “palhaçada midiática fúnebre”.

“Voltemos nossas forças ao retorno ao trabalho, deixemos de viver conduzidos como rebanho para o matadouro daqueles que veneram a morte, que propagandeiam o quanto pior, melhor”, observou o magistrado em seu discurso de posse. “Desprezemos pois o irresponsável, o covarde e picareta da ocasião que afirma ‘fiquem em casa’, ‘não procurem socorro médico com sintomas leves’, ‘não sobrecarreguem o sistema de saúde'”.

Título e Texto: Artur Piva, revista Oeste, 25-1-2021, 21h41

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-