quarta-feira, 18 de maio de 2022

Reino Unido tem a maior inflação em 40 anos

O índice foi impulsionado pelo aumento nos preços da energia elétrica e do gás

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) — que mede a inflação no Reino Unido — disparou a 9% em ritmo anual em abril, um recorde em 40 anos, segundo dados publicados nesta quarta-feira, 18, pelo EscritórioNacional de Estatísticas (ONS).

Em março, a inflação nos 12 meses anteriores foi de 7%. Em uma base mensal, o IPC subiu 2,5% em abril deste ano. No mesmo mês de 2021, o aumento foi de 0,6%.

“A inflação de abril foi impulsionada por um aumento brusco nos preços da energia elétrica e do gás”, disse Grant Fitzner, economista-chefe do ONS.

A alta no mês passado também foi puxada pela escalada do custo de alimentação e transporte. Fitzner destacou que foram registrados ainda “aumentos acentuados” nos preços dos metais, dos produtos químicos e do petróleo bruto.

Em comunicado, o ministro das Finanças britânico, Rishi Sunak, declarou que “países ao redor do mundo enfrentam uma inflação crescente” e que o índice no Reino Unido é impulsionado pelos preços nos mercados mundiais.

“Não podemos proteger a população por completo dos desafios globais, mas estamos proporcionando um apoio significativo onde podemos, e estamos dispostos a fazer mais”, disse.

Título e Texto: Redação, Revista Oeste, 18-5-2022, 11h30

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-