domingo, 31 de agosto de 2014

A crise é mundial, diz Saci Pererê!

Rodrigo Constantino
Quando há um problema que ajudamos a criar, existem duas posturas distintas: assumir a responsabilidade para resolvê-lo; ou enfiar a cabeça na areia feito um avestruz e sair culpando os outros com uma metralhadora giratória. A primeira é aquela das pessoas com dignidade, caráter e coragem, não por acaso as vencedoras na vida; a segunda é a dos covardes, mentirosos, frouxos, não por acaso a dos perdedores.

O PT, obviamente, adota sempre a segunda postura. Diante de uma recessão antecipada pelos economistas sérios e causada pelos constantes equívocos do governo, o que fazem Dilma e Mantega? Culpam as estrelas, a Copa, a seca, o resto do mundo, e mentem para os ignorantes, afirmando que tudo será melhor daqui para a frente, quando as eleições já tiverem passado.

Repetir que a crise é mundial e que por isso estamos em recessão é tão ridículo que só mesmo um perfeito alienado poderia acreditar. É como crer que Saci Pererê existe de fato. O problema, como sabemos, é que existem muitos eleitores alienados. Pois bem: vejamos a grande crise internacional que seria a responsável pela nossa recessão:


O Brasil só está melhor do que a Ucrânia, país praticamente em guerra civil com os separatistas bancados pela Rússia. Parabéns, PT! Até mesmo a Grécia consegue “crescer” mais do que a gente! É o resultado de uma ideologia fracassada, de um modelo intervencionista, repleto de truques rudimentares, de empulhação, de embuste, de arrogância.

Os mesmos de sempre vão apontar para bodes expiatórios agora, ou fingir que não aplaudiam antes as medidas adotadas por Dilma. É sempre assim: aprendemos com a história que não se aprende muito com ela. O que dizer de um país em que gente como Maria de Conceição Tavares e Luiz Gonzaga Belluzzo ainda é ouvida pela imprensa para dar sua inestimável visão econômica, sempre errada?

Como disse Elena Laudau: “Nos últimos três anos, o Brasil cresceu 1,8% por ano em média. Muito menor que a América Latina. Não é uma questão pontual. [...] O Brasil perde de todo mundo. Não é por culpa de uma crise internacional. É erro na política econômica. Quando as commodities nos ajudaram a crescer, diziam que era a política econômica. Agora, dizem que é crise externa”.

O Brasil caminha ladeira abaixo, e temos no volante uma “presidenta” que acelera cada vez mais… rumo ao fundo do poço! Tirar o PT do poder é a grande prioridade. Ninguém pode ser pior do que Dilma…
Título, Imagem e Texto: Rodrigo Constantino, 30-08-2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-