terça-feira, 13 de outubro de 2020

OMS admite que covid-19 ‘estabilizou ou recuou’ no Brasil

Destaque é feito pelo diretor-executivo da entidade

Anderson Scardoelli 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) admite que o Brasil dá sinais de avançar no combate à pandemia do novo coronavírus. Neste início de semana, um executivo da entidade afirmou que os números indicam que o país “estabilizou ou recuou” a quantidade de novos casos da covid-19. 

Diretor-executivo da OMS, Michael Ryan [foto], fez questão, no entanto, de dizer que os números brasileiros em relação à covid-19 “seguem altos”, informa o Estadão Conteúdo. De acordo com painel atualizado diariamente por Oeste, o Brasil registra mais de 150 mil mortes em decorrência da doença. No país, o número de recuperados supera os 4,4 milhões. 

Ao falar sobre o tema, Michael Ryan parabenizou os profissionais de saúde do Brasil pela “luta muito longa” contra a pandemia. Por fim, ele comemorou a queda de casos em toda a América Latina, mas alertou: “o fato de que a doença está desacelerando não significa que ela não vá ganhar força de novo.” 

Título e Texto: Anderson Scardoelli, revista Oeste, 12-10-2020, 15h51

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-