quarta-feira, 14 de outubro de 2020

Comentarista lamenta chegada do ‘ódio ideológico’ às transmissões esportivas

Jornalista e comentarista esportivo da TV Brasil, Marcio Guedes reclama de críticas sofridas durante exibição de Brasil X Peru 

Neymar, foto: Lucas Figueiredo/CBF

Anderson Scardoelli

A TV Brasil entrou em acordo em cima da hora e levou ao ar pela televisão aberta do país a partida da seleção brasileira de futebol contra o Peru na noite de ontem. Válido pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2022, o confronto foi responsável pela maior audiência da história da emissora pública, conforme Oeste noticiou. Mas nem tudo foi motivo de comemoração pelo evento esportivo. Escalado para comentar o jogo, o jornalista Marcio Guedes reclamou da presença da patrulha ideológica. 

De acordo com Guedes, o seu companheiro de transmissão, o locutor esportivo André Marques, foi o principal alvo das críticas. “Lamento o patrulhamento irracional e o fanatismo ideológico dos que criticaram o narrador André Marques porque ele leu um texto de agradecimento aos dirigentes da EBC e ao presidente Bolsonaro”, afirmou o comentarista em postagem na manhã de hoje em seu perfil no Facebook. Por ter citado um fato sobre o mandatário do país, ele também foi atacado, avisou. “Falei que ele [Jair Bolsonaro] torcia pelo Palmeiras e Botafogo”, prosseguiu. 

“É impressionante o que o ódio ideológico faz para as pessoas insistirem em controlar não só a opinião, mas, no caso, a simples informação”, seguiu na observação o jornalista que, conforme divulga nas redes sociais, tem mais de 50 anos de carreira. “Será que pensam já estar em Cuba ou na Venezuela?”, questionou Guedes, ao citar dois países que há décadas são controlados por regimes de esquerda. 

Além das reclamações

Marcio Guedes, no entanto, registrou que nem só de ódio ideológico, patrulha e críticas vive o meio esportivo. Ele fez questão de agradecer publicamente a um jornalista da TV Globo pela audiência e consideração. “Gostaria de agradecer muito ao companheiro da Globo Tino Marcos, que mandou uma mensagem generosa, lembrando nossos tempos por lá. Valeu mesmo, Tino. Grande figura humana e excelente profissional”, confidenciou o comentarista esportivo da TV Brasil. 

Título e Texto: Anderson Scardoelli, revista Oeste, 14-10-2020, 14h07

Relacionados:
Entenda como a liberdade invadiu eventos esportivos
“Perto de perder validade, MP do Mandante pauta projeto”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-