segunda-feira, 27 de agosto de 2012

O Brasil é independente há 190 anos

Caro Otacílio,
Eu só acho o seguinte:
Penso na diferença entre “povoar” e “colonizar”, sei lá por quê…
A Austrália, segundo a Wikipédia, foi inicialmente colonizada por meio do transporte de presos para a colônia de Nova Gales do Sul, e hoje, tecnologicamente avançada e industrializada, é um próspero país multicultural.
Não sei se o Brasil foi colonizado por “portugueses assassinos, ladrões e escravocratas, negros africanos analfabetos e brutalizados pela escravidão e índios selvagens preguiçosos.”
Tinha índios, só índios, quando foi descoberto, ou invadido, dominado, como preferir… portanto, os brasileiros 'legítimos' foram dizimados, certo? Por portugueses? Não sei, me confundo com os “bandeirantes”, lindo monumento na cidade de São Paulo, a maior cidade do Brasil – e da América Latina.
Em 1699, expedições militares à Amazônia conquistaram fortalezas inglesas e neerlandesas. Isso quer dizer que ingleses e holandeses (e franceses) também andaram no e cobiçaram o território brasileiro.
Entretanto, na segunda metade do século XIX o Brasil recebeu cerca de cinco milhões de pessoas (colonos) de mais de 60 países. Vieram de Portugal, Itália, Espanha, Alemanha, Japão e Oriente Médio. Tem suíços em Nova Friburgo, Pomeranos em Pomerode, Santa Catarina, muitos também no Rio Grande do Sul…
Antes, durante e depois da 2ª Guerra imigrou muita gente…
Final de 1975, início de 1976 chegou muita gente de Angola, Moçambique…
A atual presidente da República Federativa do Brasil é descendente de búlgaros. O Sr. José Dirceu, com o seu sotaque paulista, parece que é “oriundi”… O ministro do STF, Lewandowsky, acho que é um sobrenome polonês…
E o país é independente desde 7 de setembro de 1822, há 190 anos, é tempo para cacete!
Enfim, o que quero significar com este pretensioso arrazoado? Simplesmente isto: é dos BRASILEIROS, brancos, pardos, índios, mamelucos, negros, amarelos… única e exclusivamente, a culpa e responsabilidade pelo estado atual do país, no que tem de bom e no que tem de ruim.
A responsabilização apontada aos “colonos” e/ou quaisquer outros alienígenas, mesmo que parcial, pelo atual estado da Nação, serve à atual nomenklatura como serviu também à nomenklatura militar.

Grande abraço./-
JP

Um comentário:

  1. De Otacílio Guimarães, via e-mail:
    Discordo, caro amigo!

    Independente há 190 anos? Isto deve ser uma piada. O Brasil nunca foi independente. Para que um país seja independente são necessárias duas coisas fundamentais: poder econômico e militar. O Brasil nunca teve nenhum dos dois.

    Atualmente 70% do PIB brasileiro é produziodo pelo capital externo. Onde está a independência? Um país que tem uma dívida pública de 72% do seu PIB e sua população está endividade em um terço desse mesmo PIB não pode se considerar um país independente, mas sim, altamente dependente.

    Eu gosto de lidar com números, e se você quiser vou lhe provar com números que o Brasil está completamente falido.

    Sabe, amigo, onde os portugueses puseram suas botas sujas só ficou merda pelo caminho. É o contrário dos ingleses. Veja como estão hoje as ex-colônias inglesas e os territórios que foram explorados por Portugal, porque Portugal nunca colonizou nada, apenas explorou.

    Ademais, um país que está na situação do Brasil atual, não pode ser considerado um país independente, mas sim, um país indigente.

    Otacílio

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-