quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Louçã e os coelhos...



Pois então, se o capital nada faz (filhinhos), só o trabalho é que faz (filhinhos), que se expulse já todo o capital! Ah, mas como "remunerar" o trabalho, perguntareis. Ora, com coelhos! Por exemplo:

A admistração de uma empresa, ops! perdão, de uma coletividade coletiva de trabalhadores, tricéfala, por supuesto, seria assim "remunerada":

O administrador de sexo masculino declarado receberia 5 coelhos e 5 coelhas; A administradora de sexo feminino declarado receberia 5 coelhos e 5 coelhas; O administrador sem sexo declarado receberia 10 coelhos de sexo não declarado, ou não detectado.

Os coordenadores (três) de coletivos receberiam 4 coelhos e 4 coelhas, ele; ela, 4 coelhos e 4 coelhos; it receberia 8 animaizinhos "diferentes".
(...)

Os traballhadores (entenda-se eles, elas e its) receberiam cada um 2kgs de sal.

Os representantes dos trabalhadores receberiam, cada um, 5kgs de carvão. Espanhol, claro!

Um dia por semana estes seres excelsos se juntariam para comemorar a árdua semana de trabalho que findou e para partilhar as posses de cada um, na comovente prática do comunismo solidário contigo, camarada. Portanto, essa linda confraternização operária consistiria em assar os coelhos com uma pitada de sal. E todos, irmanados e livres do capital, comeriam os coelhos e as coelhas de uns e de outras, a uns e a outros. Lindão, né?

Mas... peraí! ouço-vos exclamar, e os pratos, talheres, fósforos, uma mesa, pelo menos, para colocar os pratos... cadeiras... como adquiri-los?? Essa, desculpai, não sei responder. Mas, Louçã, certamente que sabe!

Talvez, ouso imaginar: com perdizes. Quer dizer, por exemplo, 5 perdizes por uma mesa de plástico, uma perdizinha por um banquinho...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-