sexta-feira, 30 de maio de 2014

O filho pródigo

Jonathas Filho

Como muitos sabem, não tenho religião mas sempre uso alguns episódios ou trechos dos livros sagrados para me referenciar a algumas situações que são de conhecimento amplo, pois, na maioria das vezes, estes livros são o repositório de componentes da filosofia, da moral e da ética tão necessários nos dias de hoje.

A Fábula da Formiga e a Cigarra é, de certa forma, um “plágio” do filho pródigo, pois no frio inverno a Cigarra teve todo o apoio da Formiga que trabalhou durante  as outras estações do ano de forma estafante. Mesmo sabendo que a Cigarra não queria nada com a “hora do Brasil”, a Formiga, no rigoroso inverno das Fábulas, acolheu-a e abrigou-a na  casa dela  e ficaram amigas apesar de nunca terem tido qualquer tipo de aproximação.

Certamente estarão, neste momento, alguns de nós se perguntando e/ou me perguntando o porquê desse texto meio esquisito. Explicações à parte, o filho  pródigo retorna à casa do pai e é recebido com pompa e circunstância, e o irmão, pensando que a razão lhe pertence,  se aborrece com o pai, indagando-o porque o outro... que nunca ajudou ao pai como ele ajudava, mereceu tanta consideração e festejos? O pai emocionado disse-lhe então que o outro filho, o pródigo, estava perdido e que ele merecia a maior e melhor atenção agora, pois tinha se reencontrado e retornado ao caminho do bem.

Amigos, por favor, NINGUÉM TEM O DIREITO  de cobrar presença  daqueles que não  podem ou não querem fazer parte de manifestações ou reuniões relacionadas aos problemas gerados pelo Aerus,  mas uma coisa é certa...  se todos estivermos juntos e gritando pelos nossos direitos, com certeza seremos mais visíveis e o nosso GRITO ecoará pelos quatro cantos desse país.

A causa também é sua, assim como também  é de você a última palavra e  qualquer atitude será da sua vontade e espontaneidade, e isso sempre  será RESPEITADO.

Se você se interessar em fazer parte do #OcupaSantosDumont, #OcupaAeroporto, ou de outros, como o #OCUPA CGH, #OCUPA POA, etc... sinta-se à vontade para ir e vir, pois você não é o Filho Pródigo nem tampouco a Cigarra, mas será sempre bem-vindo e reverenciado com a nossa alegria em revê-lo.

Não sou um sábio e nunca serei melhor do que ninguém, mas essa é a minha opinião, salvo melhores interpretações.
Título e Texto: Jonathas Filho, 30-05-2014


Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-