terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

[Aparecido rasga o verbo] Microfrases – Parte Um

Aparecido Raimundo de Souza

ESSA HISTÓRIA DE ESCREVER minicontos, começou com Ernest Hemingway, autor de “O Sol Também se Levanta”, “Por Quem os Sinos Dobram” e “O Adeus às Armas”, entre outros. A ideia central do escritor se baseava em narrar um fato, produzindo um texto, usando apenas seis palavras, como num minimalismo.

Dito de forma mais abrangente: a nossa finalidade foi a de criar frases  os mais diversos temas, deixando que os leitores quebrem a cabeça preenchendo as elípses faltosas, adaptando a imaginação  e completando, a maneira de cada entendimento lido, o que o autor quis dizer, por detrás dos períodos aqui apresentados.

Um nanoconto famoso de Hemingway, que aparece em “Winner Take Nothing”. ‘NÃO DESCREVA UMA EMOÇÃO. CRIE UMA’. Perceberam? Apenas seis palavras. Nesse tom, trouxemos para nossos amados e queridos, pequenos contos empregando, nada mais, nada menos, que meia dúzia de palavras. Confiram. E se quiserem, retemperem dando asas às suas fantasias deixando no final do texto, seus comentários.

1
Desespero
O homem seguia meus passos. Fugi.

2
Gosto apurado
Mamãe amava rosas vermelhas na sala.

3
Divagação
Gosto de olhar para o futuro.

4
A palo seco
Meu caminho é longo. Adoro passear.

5
Fato
Quando você partiu, fiquei com saudade.

6
Real
Olho para tudo e me encanto.

7
Ponto pacífico
Meu espelho reflete a minha alma.

8
Sonho perfeito
Se ela chegasse agora... Eu sorriria...

9
Sem resposta
Qual de nós dois se perdeu?

10
Voraz
E o silêncio calou minha voz.

11
Sem rumo
No compasso dos meus passos, viajei.

12
Multiplicação desenfreada
Fui, retornei mil vezes. Me repeti.

13
Requinte formal
Aqui estou inteiramente nu. Quero você!

14
É fato
Se eu olhar para trás, despencarei.

15
Bucólico
Sonho sonhar mil coisas enquanto durmo.

16
Descoberta
E, de repente, me vi sozinho.

17
Trágico
Olhei em meu derredor. Estava só.

18
Fuga
Quando quero chorar, fico sozinho comigo.

19
Idealização amorosa
Meu amor me beijou. Quase desmaiei...

20
Pico na veia
Meu futuro é incerto. Tenho medo!

21
Retrocesso invulgar
Ah, se pudesse voltar no tempo...!

22
Heteróclito
Gosto de olhar o mar. Rejuvenesço.

23
Ponto final
A sua luz incendeia minha escuridão.

24
Incontestável
Hoje sou você, amanhã nos dois.

25
Bizarro
Se morresse agora, perderia a vida.

26
Súplica
Não pare, não pare! Me ame...

27
Petição
Volta, amor. Venha correndo... Estou carente...

Título e Texto: Aparecido Raimundo de Souza, de Santo André, Região do Grande ABC. São Paulo, Capital. 4-2-2020  

Relacionados:

Colunas anteriores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-