quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

Advogado pede suspeição dos ministros do STF no caso Daniel Silveira

Paulo César Rodrigues de Faria fala em denunciar o tema para a Corte Interamericana de Direitos Humanos

Anderson Scardoelli

No que depender de um advogado, o caso que envolve a prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) voltará à estaca zero. Na noite desta quarta-feira, 24, Paulo César Rodrigues de Faria informou que ingressou com pedido de habeas corpus em favor do parlamentar junto ao Supremo Tribunal Federal (STF). Dependendo do parecer, ele já avisou: levará a questão para a Corte Interamericana de Direitos Humanos.

Ao participar de Os Pingos nos Is, [vídeo abaixo] programa da rádio Jovem Pan, Rodrigues de Faria explicou que seu objetivo é livrar Silveira da prisão. Para isso, citou o que considera ilegalidades processuais cometidas pelo STF. Nesse sentido, pediu — no habeas corpus — a suspeição dos 11 ministros da Corte máxima brasileira. Ou seja: o advogado quer que os magistrados declarem que não podem julgar o parlamentar do PSL.

O pedido feito pelo advogado está sob cuidados do ministro Marco Aurélio. Em caso de rejeição à solicitação em favor de Daniel Silveira, que está preso desde a última semana por causa da divulgação de vídeo em que aparece criticando integrantes do STF, ele garante que o caso será devidamente encaminhado à Corte Interamericana de Direitos Humanos. Avisou, porém, que o tribunal internacional não analisaria o caso antes de ele ser julgado pelo STF.

Por que o habeas corpus em favor de Daniel Silveira?

De acordo com o advogado Paulo César Rodrigues de Faria, o STF cometeu quatro ilegalidades ao mandar prender o deputado Daniel Silveira:

1.       Não respeitar a imunidade material de parlamentar;

2.       Ato de ofício sem participação do Ministério Público ou da Polícia Federal;

3.       Argumentação de “flagrante eterno” (palavras do advogado) contra o deputado;

4.       Falta de comunicação à Câmara dos Deputados antes de agir contra um congressista.

Durante a entrevista concedida ao programa radiofônico, Rodrigues de Faria respondeu a questionamentos feitos por três colunistas da Revista Oeste: Ana Paula Henkel, Augusto Nunes e Guilherme Fiuza.

Título e Texto: Anderson Scardoelli, revista Oeste, 24-2-2021, 21h25


Relacionados:

Supremo Tribunal Federal, um grupo de não eleitos com um objetivo comum: atrapalhar o governo de Jair Bolsonaro
Prisão de Daniel Silveira ‘foi uma arbitrariedade’, afirma senador
Veja como os deputados votaram sobre a manutenção de prisão de Daniel Silveira
Rodrigo Constantino: "O fim da imunidade parlamentar e o começo oficial da ditadura de toga"
A opinião do deputado Alexandre Frota (PSDB) sobre o STF
Augusto Nunes: “O Supremo é uma vergonha para brasileiros com mais de 10 neurônios.” 
O que o deputado Daniel Silveira disse sobre o STF 

Um comentário:

  1. O destino do deputado Daniel Silveira será definido pelo ministro Marco Aurélio Mello.

    O ministro Marco Aurélio Mello soltou o traficante André do Rap, criminoso integrante do PCC.

    De janeiro a outubro de 2020, o ministro Marco Aurélio Mello tirou da prisão quase 80 criminosos, entre traficantes, homicidas e estelionatários.

    Sem mais.

    Leonardo Trielli

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-