sábado, 5 de fevereiro de 2022

Deputado quer liberar topless no Rio de Janeiro

Hoje em dia, a atitude é tipificada pelas autoridades como ato obsceno, de acordo com o artigo 233 do Código Penal

Após Ana Beatriz Coelho, ex-namorada da atriz Camila Pitanga, ter sido presa e algemada por fazer topless em uma praia no Espírito Santo, o deputado estadual Carlos MincPSB, apresentou um projeto de lei para que o ato de ficar nu na parte de cima não seja considerado “obsceno”.

A lei nº 5298, de autoria de Minc, “veda a tipificação do ato praticado por pessoa de qualquer gênero de não cobrir o corpo da cintura para cima em público”.

Hoje em dia, a atitude é tipificada pelas autoridades como ato obsceno, de acordo com o artigo 233 do Código Penal.

Embora haja essa determinação legal, vez ou outra, a prática é realizada em praias cariocas, sobretudo por turistas.

“É um absurdo a prisão de Ana Beatriz Coelho, ex de Camila Pitanga, num país onde exterminam os índios, população pobre das favelas e o brutal assassinato de Moïse. Mas quem eles algemam? A moça que fez Topless”, disse Minc em sua conta no Twitter. 

Topless numa praia da África do Sul

Título e Texto: Redação, Diário do Rio, 5-2-2022

2 comentários:

  1. Não há necessidade de se sair de casa para se ver um monte de atos obscenos. Basta ligar a televisão numa porcaria chamada BBB. Levando em conta que não se corre o risco de contrair o vírus da 'Convid-19', e da sua amiga 'Homicron'. O deputadinho deveria se preocupar com coisas mais sérias, como por exemplo, desapartar brigas de tamanduás na favela de Manguinhos...
    Carina
    Ca
    Vila Velha ES

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-