domingo, 23 de outubro de 2022

Bolsonaro critica Roberto Jefferson por atirar contra policiais federais e ordena ida do ministro da Justiça ao RJ acompanhar o caso

Bolsonaro se manifestou criticando também os recentes ataques de Roberto Jefferson à ministra do STF Cármen Lúcia

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), se manifestou, via Twitter, sobre a suposta troca de tiros do ex-deputado federal Roberto Jefferson com agentes da Polícia Federal que foram à porta de sua casa em Comendador Levy Gasparian, no Centro-Sul Fluminense, neste domingo (23/10), cumprir um mandado de prisão expedido pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Bolsonaro criticou a ofensiva de Roberto aos policias e também os ataques do ex-parlamentar à ministra Cármen Lúcia, do STF, por ela ter votado a favor de punição à emissora ”Jovem Pan” por declarações contra o candidato a presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

”Repudio as falas do Sr. Roberto Jefferson contra a Ministra Carmen Lúcia e sua ação armada contra agentes da PF, bem como a existência de inquéritos sem nenhum respaldo na Constituição e sem a atuação do MP”, escreveu.

Paralelamente, o chefe do Poder Executivo federal afirmou que solicitou o envio do ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, ao Rio de Janeiro para ”acompanhar o andamento deste lamentável episódio”.

Título e Texto: Redação, Diário do Rio, 23-10-2022

Relacionado: 
Roberto Jefferson resiste!

Um comentário:

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-