sexta-feira, 19 de maio de 2017

Alegria petista durou pouco: revelação de propina de R$ 300 milhões pela JBS ferra Lula e Dilma

Luciano Ayan 


Como vimos agora há pouco, a JBS depositou R$ 300 milhões em propina devida ao PT em uma conta secreta gerida por Joesley Batista na Suíça.

Tudo pagava as vantagens obtidas pela JBS junto ao BNDES. A conta A conta era dividida entre Lula e Dilma, conforme nas planilhas da JBS.

Tenho feito o monitoramento das redes petistas e deu para notar que eles simplesmente “travaram” depois da notícia (que foi revelada pela revista Época em primeira mão). Provavelmente estão tentando arrumar alguma narrativa para justificar essa grana.

A coisa complica para os petistas pois eles simplesmente “validaram” as delações contra Aécio e Temer. Se disserem que as delações “não valem” agora, se queimam.

Estão se movimentando pedindo a renúncia de Temer, mas isso só pode ocorrer se as palavras de Joesley tiverem valor. Igualmente, se valem para citar Aécio e Temer, valem para denunciar a corrupção do PT.

Em relação às provas, Joesley costumam comprovar tudo que diz, tanto que já apresentou os áudios referente a Aécio e Temer. Se os petistas começarem a provocar e xingar Joesley, devem se complicar ainda mais.

Em resumo, estão em sinuca de bico.

Nota-se pelo desaparecimento rápido do sorrisinho do rosto deles. A alegria dessa gente com os áudios de Aécio e Temer durou pouco.
Título, Imagem e Texto: Luciano Ayan, Ceticismo Político, 18-5-2017

Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-